Capitão América: Guerra Civil – Tudo o que você precisa saber sobre o filme da Marvel

Capa da Publicação

Capitão América: Guerra Civil – Tudo o que você precisa saber sobre o filme da Marvel

Por Evandro Lira

Capitão América: Guerra Civil é um dos melhores filmes da Marvel Studios e adapta um dos arcos mais famosos dos quadrinhos da editora. É o décimo terceiro longa-metragem do Universo Cinematográfico da Marvel e trata-se de um divisor de águas para a grande Saga Infinita desenvolvida desde o lançamento de Homem de Ferro em 2008.

O filme foi um verdadeiro sucesso comercial e de crítica quando lançado em 2016, e tendo se passado quatro anos desde seu lançamento, resolvemos responder algumas das questões mais recorrentes sobre o longa dirigido pelos Irmãos Russo.

Veja mais sobre Capitão América: Guerra Civil:

 

10 diferenças entre a Guerra Civil dos quadrinhos e a do cinema

50 Easter-eggs e referências em Capitão América: Guerra Civil

Por que a Guerra Civil aconteceu?

 

No começo do filme, durante uma missão dos Vingadores, Wanda Maximoff – introduzida em A Era de Ultron – acaba matando acidentalmente vários civis inocentes. Esse caso, juntamente com todo o caos causado na batalha do segundo filme dos Vingadores, levou o Secretário de Estado a estabelecer um acordo – o Tratado de Sokovia – que visa supervisionar e controlar a super-equipe.

Tony Stark, o Homem de Ferro, e Steve Rogers, o Capitão América, debatem se eles devem assinar o acordo ou não. Tony apoia o tratado, afirmando que as ações dos Vingadores precisam ser regulamentadas. Steve discorda. Ele acredita que ninguém melhor para julgar suas missões do que eles mesmos, e que assinar o acordo seria colocar em risco a sua liberdade, a de seus colegas, e provavelmente, do mundo inteiro.

Além disso, há um outro agravante: Bucky Barnes. O melhor amigo de infância de Steve, que encontra-se foragido desde os eventos de Capitão América: O Soldado Invernal, foi responsabilizado por um ataque terrorista, e enquanto o Homem de Ferro decide ajudar o governo a tentar capturá-lo, o Capitão América decide chegar até o amigo antes de todo mundo. 

A partir disso, os dois heróis passam a tentar recrutar seus colegas para um inevitável confronto.

Quando Capitão América: Guerra Civil se passa?

 

O filme foi lançado em 2016, quase um ano após o lançamento de Homem-Formiga, e foi precedido por Doutor Estranho, lançado seis meses depois. No entanto, na cronologia do MCU, é correto afirmar que Capitão América: Guerra Civil acontece após os eventos de Vingadores: Era de Ultron e Homem-Formiga, porém se passa pouco tempo antes de Homem-Aranha: De Volta ao Lar e Pantera Negra.

O futuro filme da Viúva Negra, programado para chegar aos cinemas em abril deste ano, também deve cobrir a jornada de Natasha Romanoff após a decisão de ajudar Steve Rogers no final de Guerra Civil.

 

Quem estava certo em Guerra Civil?

 

É preciso ter em mente que tanto o Capitão América quanto o Homem de Ferro tinha argumentos justos na hora de defender seus pontos de vista. 

De um lado está o Cap, que é um homem de bom coração e totalmente honesto. Ele acredita que se os heróis passarem a responder o governo, eles não partirão mais dos interesses da “humanidade” e sim de uma organização que pode facilmente ter interesses próprios ou ser totalmente corrompida. Sua experiência mais recente é a SHIELD, que estava sobre o comando da HYDRA. Por isso, faz sentido que o Capitão América e seus aliados se recusem a lutar em nome de uma entidade governamental.

Mas o Homem de Ferro também tem pontos bastante pertinentes a seu favor. Os Vingadores acabaram se provando super-heróis capazes de salvar o mundo, porém, ameaças igualmente poderosas à segurança mundial. A bagunça causada em Era de Ultron, e as mortes de civis inocentes “em nome da paz” precisam ser responsabilizadas, e é isso que defende Tony Stark e seus aliados.

Não dá para deixar de lado o fato de que motivos totalmente pessoais giram em torno do julgamento dos dois homens. Enquanto o Capitão América quer proteger seu amigo Bucky Barnes, o Homem de Ferro precisa urgentemente se livrar da culpa que ele carrega por ter criado Ultron e, consequentemente, ser o responsável pelas mortes de tantos.

Este é um debate que assola os fãs da Marvel até hoje, sendo realmente difícil chegar a uma conclusão ou escolher um lado sem pelo menos se questionar antes de tomar qualquer partido.

Quem ganhou a Guerra Civil?

 

“Eu não acho que quem ganhar o quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder. Vai todo mundo perder…” esta frase proferida pela ex-presidente Dilma parece resumir bem o resultado da famigerada Guerra Civil do MCU.

Claro, se você quiser uma resposta fácil, você poderia arranjar argumentos que ajudam a declarar os dois times vencedores. Poxa, é claro que o Capitão América ganhou, ele conseguiu cravar seu escudo no reator torácico do Homem de Ferro e ainda escapou da prisão. Mas há quem diga que é evidente que o Time Homem de Ferro levou a melhor, pois eles continuaram de acordo com o governo, prenderam alguns dos heróis que ajudaram o Capitão América, e fez deste e de alguns de seus aliados, fugitivos.

Mas há coisas mais complexas que provam que os dois realmente perderam a Guerra.

Nem o Homem de Ferro e nem o Capitão América estão satisfeito com o que aconteceu, por fim. Ambos ficaram tristes com a separação dos Vingadores, afinal, cada um perdeu membros valiosos da equipe e verdadeiros amigos. E além disso, é bem válido refletir sobre o fato de que se eles não estivessem todos separados, talvez Thanos não tivesse conseguido ir tão longe em Vingadores: Guerra Infinita.

 

Quem estava do lado de quem?

 

Apesar de ser parte da trilogia Capitão América, Guerra Civil apresenta quase todos os heróis já apresentados no MCU, e alguns novos pesos pesados, como o Pantera Negra e o Homem-Aranha.

Do lado do Capitão América estão Falcão, Gavião-Arqueiro, Feiticeira Escarlate, Homem-Formiga, e é claro, o Soldado Invernal. Já do lado do Homem de Ferro estão o Máquina de Combate, Viúva Negra, Visão, Pantera Negra e Homem-Aranha.

Quem ficou de fora?

 

Alguns personagens e atores do Universo Cinematográfico da Marvel ficaram de fora do evento ‘Guerra Civil’, entre eles estão o Thor de Chris Hemsworth e o Hulk de Mark Ruffalo.Segundo os roteiristas do filme, Christopher Markus e Stephen McFeely, eles precisaram tirar os dois “super” de cena porque o filme acabaria rapidamente se eles estivessem. Afinal, o nível de ameaça do longa não era dos maiores no que diz respeito a força física. Thor e Hulk eram poderosos demais para essa história.

Outros personagens como Pepper Potts (Gwyneth Paltrow), Happy Hogan (Jon Favreau), Nick Fury (Samuel L. Jackson) e Loki (Tom Hiddleston) também ficaram de fora de Guerra Civil.

 

Veja mais sobre Capitão América: Guerra Civil:

10 melhores momentos de Capitão América: Guerra Civil

Os 12 melhores heróis de Capitão América: Guerra Civil

10 curiosidades sobre os bastidores de “Capitão América: Guerra Civil”

 

Quanto Capitão América: Guerra Civil fez de bilheteria?

 

O filme arrecadou ao todo U$ 1,153,304,495 e quebrou vários recordes em 2016, incluindo o de maior arrecadação do ano. Até o seu lançamento, Guerra Civil foi o filme da Marvel Studios que mais vendeu pré-vendas nos cinemas norte-americanos, arrecadando ao final de sua exibição por lá 408 milhões de dólares. No mercado estrangeiro, o filme fez $745 milhões, ao todo.

Onde e quando Capitão América: Guerra Civil foi filmado?

O longa começou a ser filmado em 27 de abril de 2015 no Pinewood Atlanta Studios, na Geórgia, Estados Unidos. Algumas locações na região metropolitana de Atlanta também foram utilizadas.

No final de junho, as filmagens estavam na metade do caminho, e a produção foi transferida para a Alemanha no início de agosto. Filmagens adicionais também ocorreram em Porto Rico, na Noruega e também na Islândia. Em 22 de agosto de 2015 encerrou-se a produção de Guerra Civil.

 

Onde assistir Capitão América: Guerra Civil?

O filme está disponível para assistir na Netflix, e também disponível para compra digital na Google Play e iTunes.

Fique com imagens dos bastidores de Falcão e o Soldado Invernal, série do Disney+, que promete dar continuidade a mitologia do Capitão América:

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira