10 HQs para conhecer a Feiticeira Escarlate

Capa da Publicação

10 HQs para conhecer a Feiticeira Escarlate

Por Gus Fiaux

Wanda Maximoff é uma das maiores heroínas de todo o Universo Marvel, não apenas com poderes surpreendentes, mas também uma personalidade complexa e cheia de nuances. Porém, mesmo sendo uma heroína bastante antiga, muitos ainda ficam confusos com sua história, alianças e motivações.

Após a divisiva participação da personagem em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, confira abaixo dez histórias extremamente necessárias para conhecer a heroína Feiticeira Escarlate!

Imagem de capa do item

Irmandade dos Mutantes

Onde ler: X-Men (1964) #4

Wanda apareceu pela primeira vez como uma vilã dos X-Men, nas páginas da quarta edição da revista mensal dos heróis mutantes. Ela e seu irmão, Pietro Maximoff, faziam parte da primeira encarnação da Irmandade dos Mutantes, liderada por Magneto.

Porém, vemos desde cedo que Wanda e Pietro não são personagens malignos e só estão aliados a Magneto por dívida de honra, pois o vilão havia salvado os gêmeos. Wanda, aqui, é apresentada bem brevemente, e seus poderes ainda não são muito claros.

Imagem de capa do item

Junto dos Vingadores

Onde ler: Vingadores (1965) #16

Logo em seguida, a heroína e seu irmão foram incorporados à segunda formação dos Vingadores. Aqui, eles tiveram que lidar com a questão da redenção, buscando apagar a imagem de vilões que os dois tinham. Também figuraram como os dois primeiros heróis mutantes, uma denominação que já não serve pois não são mais considerados assim.

Durante toda a fase, Pietro durou pouco na equipe, enquanto Wanda ficou completamente ligada aos Vingadores. Ela ajudou a todos, teve seus poderes e personalidade mais bem desenvolvidos, com a introdução da magia e um pouco de alteração da realidade.

Imagem de capa do item

Mais Sombria do que Escarlate

Onde ler: Vingadores da Costa Oeste (1989) #53-64

Junto aos Vingadores da Costa Oeste, a heroína descobre que está grávida... e aos poucos isso se torna um pesadelo. Seus filhos - gêmeos, como ela e o irmão - nascem e ela descobre que são apenas reencarnações de partes da alma de Mefisto (uma vez que ela não poderia engravidar de um sintozóide), que são reabsorvidos pelo vilão.

Ela se volta contra os Vingadores em seu primeiro surto de insanidade, presa dentro da própria mente e enfrentando os heróis um a um. Ao final, o Doutor Estranho e Agatha Harkness conseguem apagar as memórias da heroína. Então ela se separa do Visão e adentra em uma vida completamente nova.

Imagem de capa do item

Heroína solo

Onde ler: Feiticeira Escarlate Vol. 1 (1994)

Depois de passar por tudo isso, Wanda tirou um tempo para viver sua própria vida e acabou se embrenhando em uma jornada sombria. Foi quando teve de enfrentar ninguém menos que Lore, um ser nexus assim como ela, ou seja, uma outra feiticeira que funciona como um ponto fixo na realidade.

A história explora a relação da Feiticeira Escarlate com a sua mentora, Agatha Harkness, ao mesmo tempo que a mostra batalhando contra um de seus inimigos clássicos. Também é a primeira vez que a vemos em uma aventura própria e pessoal, sem estar junto de outros heróis e ajudantes.

Imagem de capa do item

Retorno aos Vingadores

Onde ler: Os Vingadores (1998)

Após esses acontecimentos, Wanda retornou com tudo para os Vingadores principais e sua relação com o Visão aos poucos foi desmoronando. Separados, os dois mal conseguiam ser amigos e sua relação era puramente profissional. Ela, então, se apaixona por Simon Williams, o Magnum.

Aqui, sem as memórias dos filhos, Wanda redescobre a felicidade, enquanto caminha por suas origens ancestrais ciganas, em tramas mais carregadas de misticismo e espiritualidade. Ao mesmo tempo, ela se prova como uma das heroínas mais poderosas dos Vingadores, ajudando os heróis a derrotarem vilões como Ultron, Kang e Massacre - além de liderar a equipe na ausência do Capitão América e Homem de Ferro.

Imagem de capa do item

A Queda

Onde ler: Vingadores: A Queda (2004)

E aos poucos... tudo começa a ruir. Em Vingadores: A Queda, Wanda começa a relembrar aos poucos dos seus filhos e de toda a história que arruinou sua vida. Então, sem controle de seus sentimentos e habilidades, ela faz a equipe implodir. Os heróis são atacados de forma inesperada e, no centro de todo esse caos, está Wanda.

É interessante notar como toda a história da heroína os levou a esse momento, de modo que todos os eventos que vieram depois acabaram marcados por sua trajetória.

Imagem de capa do item

Dinastia M

Onde ler: Dinastia M (2005)

Uma progressão de A Queda, Dinastia M acontece quando a Wanda, ainda desequilibrada, é manipulada pelo seu irmão, Mercúrio, e acaba criando uma realidade onde os mutantes são maioria e todos os heróis vivem seus desejos mais profundos. Porém, aos poucos, alguns personagens começam a se lembrar de suas vidas anteriores e começa a jornada para que tudo retorne ao que era antes.

Ao final da saga, a Feiticeira Escarlate provoca a Dizimação, quase extinguindo o gene mutante da Terra. É outro ponto alto na vida da personagem e, a partir daí, ela some por um bom tempo, até ser resgatada em...

Imagem de capa do item

Cruzada das Crianças

Onde ler: Vingadores: A Cruzada das Crianças (2010)

Os Jovens Vingadores - dos quais fazem parte Wiccano e Célere, reencarnações dos filhos perdidos de Wanda - partem em uma jornada para reencontrar a Feiticeira Escarlate, o que os leva em uma aventura na Latvéria, e depois, em viagens no tempo.

Aqui, a Feiticeira Escarlate retorna à sua vida natural e sua personagem embarca em um longo e tortuoso caminho de redenção, tentando se provar novamente para um mundo que sempre irá odiá-la e guardar rancor pelo que ela fez - independente de não ter sido vontade sua.

Imagem de capa do item

O Caminho das Bruxas

Onde ler: Feiticeira Escarlate: O Caminho Das Bruxas (2016)

Após seu retorno, aqui temos uma nova aventura solo de Wanda, sem ter a interferência de outros heróis e super-equipes. Depois de redescobrir toda sua origem, ela se envolve em mistérios sobre o misticismo, partindo em uma jornada para "consertar" a magia no mundo.

O arco é o mais elogiado e bem desenvolvido da personagem nos últimos anos e mergulha profundamente na personalidade da heroína, revelando todas as camadas e problemas que a tornam humana. Além disso, vemos mais da relação dela com Agatha e com as raízes de seus poderes místicos.

Imagem de capa do item

Darkhold e a Redenção mutante

Onde ler: Darkhold Alpha #1 (2021), Darkhold Omega #1 (2022) e X-Men: The Trial of Magneto (2021)

Após sua aventura solo, a Feiticeira Escarlate retornou para a equipe principal dos Vingadores, porém seus momentos mais lembrados foram no evento Darkhold, em que ela finalmente enfrenta e derrota o demônio Chthon.

Depois disso, ela foi uma peça importante da revista dos X-Men, após ser assassinada durante o primeiro Baile de Gala do Clube do Inferno, demos a investigação sobre quem a matou, além de vermos uma grande evolução no relacionamento entre ela e Magneto, além de se redimir perante os mutantes.


E você, quais suas histórias favoritas da Feiticeira Escarlate? Não deixe de comentar!

Aproveite e confira também:

Qual versão da Feiticeira Escarlate você seria? Faça o teste e descubra!

Quem vence uma luta: Feiticeira Escarlate ou Jean Grey?

Wiccano: Tudo sobre Billy Kaplan, filho da Feiticeira Escarlate da Marvel

Célere: Tudo sobre Tommy Shepherd, o filho da Feiticeira Escarlate da Marvel

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux