Capa da Publicação

Madara Uchiha: Tudo sobre o antagonista de Naruto

Por Melissa de Viveiros

Naruto contou com poucos antagonistas tão marcantes quanto Madara Uchiha. Desde o começo da série, o impacto que o personagem teve na Vila da Folha é sugerido através de menções ou detalhes sutis, como sua estátua no Vale do Fim. Já em Naruto Shippuden, sua influência se torna mais direta e palpável quando seu nome e sua história começam a ser mais explorados.

É apenas na metade final da série, no entanto, que o vemos em ação, mas sua participação não decepciona. Entre planos mirabolantes colocados em prática ao longo de décadas e poderes incríveis de nível que poucos podem se equiparar, Madara se reafirma como um grande antagonista. Ele desafia grandes personagens e não é derrotado facilmente — mesmo que, no fim, houvesse outros por trás de suas ações.

Sua história durante a Quarta Guerra Ninja é bastante conhecida, mas o quanto você sabe além disso? Neste artigo, vamos explorar o passado de Madara, a fundação da Vila da Folha, seus planos e muito mais. Se você quer saber tudo sobre o proeminente membro do clã Uchiha, veio ao lugar certo! Vamos lá?

O jovem Madara Uchiha.

O passado de Madara

Houve uma época em que o mundo shinobi ainda não era dividido em nações ninja. Esse período, conhecido como Era dos Estados Combatentes, contava com guerras intermináveis entre os vários clãs que disputavam por terras. A violência era tamanha que a média de vida dos ninjas era de apenas 30 anos, com diversas crianças sequer chegando à idade adulta. Por conta de todo o conflito e morte, o ódio era prevalente, e o ciclo de vingança teve seu início.

Foi nesse período que Madara Uchiha cresceu. Ele era um dos cinco filhos de Tajima Uchiha, e desde sua infância esteve no campo de batalha contra os maiores rivais de seu clã: os Senju. Por causa disso, três dos irmãos dele faleceram ainda jovens, fazendo com que ele e seu irmão mais novo, Izuna, fossem os únicos restantes. Isso tornou a dupla ainda mais próxima, e eles competiam entre si constantemente em busca de se tornarem mais fortes. Isso não se mostrou um problema para Madara, que já possuía um chakra naturalmente poderoso. Combinado à sua dedicação, isso resultou no garoto conseguindo derrotar Senjus muito mais experientes que ele, ganhando uma reputação como um gênio.

Eventualmente, o personagem conheceu um garoto de sua idade chamado Hashirama. Por precaução, nenhum dos dois contou ao outro seu sobrenome, e eles desenvolveram uma rivalidade amigável ao longo do tempo. Assim como Madara, Hashirama havia perdido irmãos no campo de batalha. Juntos, os dois sonhavam com um mundo melhor, onde crianças não precisariam mais lutar.

A amizade não durou muito tempo. Os dois acabaram descobrindo as identidades um do outro, e sendo um Uchiha e um Senju, seu dever era matar o inimigo. Apesar de não fazê-lo, Madara escolheu terminar sua amizade com o outro ninja. A separação foi dolorosa o suficiente para que fizesse ele despertar o Sharingan, mesmo que ele tenha prometido que eles iriam se enfrentar em uma batalha até a morte no futuro.

Desde então, a dupla se encontrou em combate múltiplas vezes. Enquanto o Uchiha não conseguia derrotar Hashirama, este último se recusava a matar um amigo. Isso continuou até que ambos se tornaram os líderes de seus respectivos clãs. Sua amizade no passado não foi o suficiente para acabar com as guerras, e eles permaneceram como inimigos. O clã Senju, no entanto, começou a adquirir vantagem sobre o clã Uchiha, o que resultou em Tobirama, irmão de Hashirama, atacando Izuna.

O ataque foi bem sucedido, e fez com que Madara largasse tudo para auxiliar seu irmão. Por sua vez, isso resultou em ambos os Uchiha ficando à mercê do líder dos Senju. A compaixão deste, no entanto, permaneceu firme. Hashirama se recusou a matá-los, e ofereceu uma trégua a seu rival. De acordo com ele, esse seria o caminho para o antigo sonho dos dois. Isso porque, com os dois clãs mais fortes unidos, os outros não seriam capazes de desafiá-los.

Madara e Izuna.

Madara considera a proposta, mas Izuna diz para ele recusá-la. Depois de tanto sofrimento, o Uchiha mais novo não era capaz de perdoar seus inimigos, afirmando que aceitar isso seria o fim de seu clã. O mais velho segue o conselho, aproveitando a oportunidade para fugir e tentar salvar seu irmão. Não conseguindo fazê-lo, ele passa a se ressentir ainda mais dos Senju, já que o próprio irmão de Hashirama foi responsável por essa perda. Isso faz com que mesmo depois, quando uma trégua volta a ser oferecida, o personagem recuse e escolha a guerra.

Tendo recebido os olhos de Izuna após sua morte, o líder dos Uchiha consegue o Mangekyō Sharingan eterno, se tornando ainda mais poderoso. Com isso a seu favor, ele decide travar uma batalha final contra os Senju, mas termina derrotado. Mais uma vez, Hashirama se recusa a matar seu amigo. Apesar disso, ele se mostra determinado a colocar um fim à guerra entre os dois clãs, oferecendo tirar sua própria vida se isso fosse o suficiente. Tocado pelo gesto, Madara finalmente concorda com o acordo de paz oferecido por seu antigo rival.

Os Uchiha e os Senju formam uma trégua.

A fundação da Vila da Folha e o retorno ao Ciclo de Ódio

Com a paz estabelecida entre os dois grandes clãs, outros se juntaram a eles. Isso levou à fundação da Vila da Folha, mais um passo em direção ao sonho dos dois amigos e rivais que cresceram em meio a tanto conflito. Reforjando seu laço, eles decidiram criar uma aldeia onde crianças jamais teriam que virar soldados e morrer em batalha.

A ideia de paz da dupla era consideravelmente diferente, no entanto. Enquanto Madara desejava controle, acreditando que a Vila da Folha precisaria ser soberana para a paz ser alcançada, Hashirama era adepto à cooperação. De acordo com ele, o caminho para um futuro sem guerras seria trabalhar junto com as outras vilas, não contra elas.

Este foi apenas o começo de novas desavenças entre os dois. Eventualmente, Hashirama foi eleito como Hokage, se tornando oficialmente o líder da Vila da Folha. Isso deixou Madara preocupado com o futuro dos Uchiha, já que o clã poderia acabar encontrando seu fim sob o domínio dos Senju. Mais tarde, estudando informações muito antigas que seu clã mantinha no Santuário Naka, ele se convence de que toda a tentativa de paz está fadada ao fracasso, já que há um ciclo interminável de falhas em busca da paz e união.

O ninja tenta convencer Hashirama disso, mas não é bem sucedido. Nem mesmo seu clã o apoia, e sem ninguém que desse ouvidos a ele, Madara decide abandonar a vila. Tempos depois, ele retorna com a Raposa de Nove Caudas sob seu controle, desafiando o Primeiro Hokage mais uma vez. Esta é a última grande batalha dos dois, que lutam até a exaustão no que passou a ser conhecido como Vale do Fim.

O Vale do Fim.

Como Madara sobreviveu à batalha com Hashirama?

Madara não sobrevive ao seu confronto final com seu maior rival. A realidade é que, exausto demais até para manter seu Sharingan ativo, o ninja de fato encontra seu fim. Ele é derrotado por Hashirama, mas já havia planejado algo para trazê-lo de volta à vida. Assim, a verdade é que ele encontrou um jeito de retornar, embora tenha de fato morrido em batalha.

O que acontece é que ele havia programado um Izanagi com antecedência, para que se ativasse algum tempo depois de sua morte. Para quem não se lembra, o Izanagi é uma técnica do Sharingan que se ativa involuntariamente, dependendo apenas de requisitos pré-determinados pelo usuário. Uma habilidade tão poderosa, no entanto, não vem sem custo: o usuário perde sua visão permanentemente em troca de utilizá-la. Assim, a estratégia custa ao ninja seu olho direito, mas ele consegue sair vivo no fim.

Ninguém descobre o que aconteceu, pois Madara deixa uma cópia de si mesmo no lugar de seu cadáver. A partir daí, ele se esconde, e implanta parte de Hashirama em suas feridas. Com o passar das décadas, suas células são afetadas e alteradas por isso, causando uma modificação que desperta seu Rinnegan e restaura seu olho direito.

Madara desperta o Rinnegan.

O Plano Olho da Lua

Durante o tempo em que fica escondido, o shinobi continua aperfeiçoando seus planos para a paz. Com o Rinnegan e os novos poderes que ele ganha, Madara desenvolve o plano Olho da Lua. Apesar disso, muitos anos se passaram com ele em recuperação, e chegando ao fim de sua vida natural, ele percebe que não possui tempo o suficiente de vida para completar seu objetivo.

Pensando em um modo de retornar à vida mais uma vez, o personagem transplanta seu Rinnegan em Nagato, quando o menino era jovem demais para saber disso. Sua intenção era de que o garoto usasse os olhos no futuro, trazendo-o de volta à vida mais uma vez. Para isso, ele também precisaria de um agente que orientasse o jovem, agindo em seu nome enquanto ele não estivesse vivo.

Ele encontra seu agente em Obito Uchiha, quando o garoto fica gravemente ferido durante a Terceira Guerra Ninja. Usando as células de Hashirama, ele recupera as partes danificadas do corpo de Obito, utilizando seu tempo com o jovem para corrompê-lo. Não contente com isso, ele também manipula os eventos que acontecem com Rin, a quem o Uchiha mais novo amava, para que ele fique desiludido com o mundo e se comprometa com o plano. A partir daí, ele prepara seu novo discípulo para fazer o que é preciso antes de encontrar a morte mais uma vez.

Para quem não se lembra, tudo isso é parte do Plano Olho da Lua, o plano supremo do antigo líder dos Uchiha, que ele tenta colocar em prática durante a Quarta Guerra Ninja. Seu objetivo seria “começar uma guerra para trazer a paz”, de acordo com o que é explicado por Obito a Sasuke. Na prática, o plano consiste em unir todas as Bestas com Caudas, retornando-as à sua forma original como o Dez Caudas. Um dos Uchiha se tornaria o jinchuuriki da criatura, ganhando imenso poder e a habilidade de projetar seu Mangekyō Sharingan na lua. Isso resultaria em todo o mundo sendo preso no chamado Tsukuyomi Infinito, dando controle total ao jinchuuriki. Assim, um mundo sem guerras ou crimes seria criado.

O Sharingan projetado na lua.

Quais são os poderes de Madara?

Desde o começo de sua vida, Madara era bastante poderoso. Seu chakra era extremamente forte mesmo para o padrão dos Uchiha, em parte por ele ser um dos herdeiros do chakra de Indra. Na prática, isso fazia com que ele pudesse lutar por longos períodos sem se esgotar, permanecendo forte mesmo em idade avançada. Além disso, seu controle de chakra era muito hábil, permitindo que ele realizasse jutsus complexos com apenas um selo de mão.

Seu talento com ninjutsu certamente se destaca entre as três maiores competências ninja. Um dos usuários mais talentosos do Estilo Fogo, suas técnicas eram poderosas o suficiente para exigir que múltiplos usuários do Estilo Água trabalhassem juntos para combatê-lo. Além desse tipo de jutsu, comum ao clã Uchiha, o personagem consegue utilizar diversos outros tipos, incluindo o Estilo Madeira após implantar as células de Hashirama em si mesmo. Quando se torna o jinchuriki da Dez Caudas, ele também consegue usar o Estilo Tempestade, misturando água e relâmpago em conjunto.

Seus jutsus possuem uma variedade de propósitos, que vão desde restringir as ações de um oponente à tornar o próprio Madara capaz de entrar em superfícies, evitando dano ou passando pelo campo de batalha sem ser notado. Ele também é um ninja sensor muito eficaz, conseguindo encontrar a assinatura de chakra de outros ninjas mesmo em outros países. Seus sensos são tão apurados que ele consegue determinar o clã de uma pessoa e sua kekkei genkai apenas por meio de seu chakra.

Quando se trata de taijutsu, ele também é bastante talentoso. Durante a Quarta Guerra, Madara consegue derrotar centenas de oponentes apenas com combate corpo a corpo, dando preferência à precisão acima de força bruta. Ele também demonstrou habilidade com múltiplas armas, desde shurikens gigantes à correntes e espadas. Sua preferência, porém, parece ser sua gunbai, um tipo de leque que não se dobra. Feito de uma árvore única, a arma servia como escudo e era também utilizada de forma semelhante à uma clava.

O Susanoo completo de Madara.

Por fim, o shinobi possuía também seus dōjutsus. A princípio, Madara tinha apenas o Sharingan, poder ocular carregado por seu clã. Ele possuía alto nível de domínio das técnicas referentes à ele, sendo um dos Uchiha mais poderosos vistos na série e podendo utilizar todas as técnicas especiais do clã, do Susanoo ao Izanagi.

Ao se fundir com as células de Hashirama, porém, ele uniu o chakra herdado de Indra e Ashura, o que o levou a despertar o Rinnegan. Como dono original dos olhos, ele não só pode usar todas as técnicas que Nagato consegue utilizar, como pode torná-las mais poderosas e fazer ainda mais. Assim, ele é capaz de selar a Dez Caudas sozinho, além de criar sombras de si mesmo que podem auxiliá-lo em batalha.

O Madara realmente morreu no fim de Naruto?

O lendário ninja parece de fato ter encontrado seu fim durante a Quarta Guerra Ninja. Depois de todos os seus planos e toda manipulação que usou para completá-los, Madara falhou em perceber que ele mesmo foi manipulado. Assim, no que seria seu momento de vitória, ele é traído pelo Zetsu Negro, que revela tê-lo colocado nesse caminho para trazer Kaguya Ōtsutsuki de volta.

É apenas quando Kaguya está em sua própria dimensão, presa e forçada a reverter a forma do Dez Caudas, que o corpo de Madara se liberta e ele é levado de volta ao mundo real. Com tudo que sofreu, e tendo as Bestas com Caudas removidas de seu corpo, ele fica à beira da morte, e nada pode salvá-lo. Seus momentos finais são passados com Hashirama, e o antagonista afirma que o sonho de paz de seu rival prevaleceu no fim, sobrevivendo quando seu próprio havia sido destruído. Como sempre, o Senju não busca conflito, e sua resposta é garantir que apesar de tudo, eles ainda são amigos, e vão se encontrar após a morte.

O fim de Madara.

Assim, o Uchiha parece finalmente ter encontrado seu real fim. No universo de Naruto, é difícil garantir que aqueles que se foram não retornarão de alguma forma, mas os truques do shinobi para prolongarem sua própria existência parecem enfim ter se esgotado. Madara não deve ser mais um problema para a Vila da Folha — a não ser que alguém consiga trazê-lo de volta novamente.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_