Capa da Publicação

X-Men: Guia dos quadrinhos atuais da equipe

·
Por Cristiano Rantin

Comentando sobre X-Men no meu twitter, alguns amigos me disseram que apesar do interesse, não conseguiam começar a ler as HQs dos mutantes, não sabiam qual era o início das tramas, não tinham paciência para ler mais de 80 edições antigas e/ou ficavam absolutamente confusos quando tentavam. Felizmente, a Marvel decidiu mudar as coisas e com suas novas revistas, esse é o melhor momento para começar a ler X-Men.

Muitas vezes é difícil começar a ler uma história em quadrinhos. São muitos os títulos disponíveis, e por vezes temos histórias com arcos longos e uma centena de edições. Sendo assim, não é fácil para um novato entrar nesse universo, ao menos não sem que ele se senta ligeiramente perdido com todas as tramas e referências.

Em 2019, o universo mutante foi praticamente rebootado. Ainda que o passado dos X-Men continue sendo relevante, a Marvel decidiu recomeçar as histórias dos personagens, mostrando uma nova realidade que praticamente se inicia do zero. Todas as histórias que já lemos são verdadeiras e canônicas, mas a grande verdade é que elas são – pelo menos até esse momento – praticamente irrelevantes para essa nova fase dos mutantes. 

Veja também: Powers of X & House of X – Análise da nova saga dos X-Men!

Chamado carinhosamente pelos fãs de HoxPox, são duas as HQs que iniciam esse reboot: House of X e Powers of X. Se você acompanhou as notícias aqui no site, viu que elas revolucionaram o legado dos X-Men na Marvel, trazendo inúmeras mudanças e apresentando a nação mutante de Krakoa, o país e “paraíso” criado por Moira, Xavier e Magneto

Ao todo são apenas doze HQs, seis de cada título, que foram publicadas de forma intercalada, criando uma narrativa que, ainda que confusa no começo, se conectou para criar uma história incrível. Por serem poucos números, HoxPox por si só já é amigável com os novos leitores, mas por termos uma história que começa esse universo, ou seja, com as mudanças sendo apresentadas para os leitores, todo mundo – novato ou não – está no mesmo ponto de igualdade. 

Veja também: House of X – Nova HQ dos X-Men traz grande reviravolta para a equipe!

House of X

Resultado de imagem para dawn of xEm House of X, vemos o início da nação de Krakoa, como Xavier, Moira e Magneto uniram forças para mudar a história dos mutantes na Marvel, criando um país exclusivo para sua espécie e garantindo que a nação não tivesse o mesmo destino de Genosha (conhecida por ser um “estado mutante” que acabou sendo destruída inúmeras vezes em massacres que mataram milhares de mutantes), criando leis, sua própria política, protocolos e planos que garantam sua segurança e sobrevivência. 

Aqui fica claro que, mesmo sendo mais pacifista, o sonho de Xavier mudou e ele e seus aliados farão o que for preciso para garantir que nenhum outro mutante morra. Mais do que a convivência tranquila com os humanos, os X-Men entendem que a humanidade está destinada a ser extinta pela própria natureza – algo que estabelecerá os mutantes como a raça dominante da terra – e eles estão bem tranquilos com isso, portanto ao invés de buscar aceitação, eles assumem seu papel como futuro da evolução e apenas buscam se proteger. 

A revista mostra muito da política com os humanos, as complicações que Krakoa traz ao mundo e como a visão dos heróis mudou. Eles sabem que não importa se eles agiam como heróis ou como vilões, no fim a humanidade ainda os odiava e tentaria extingui-los, portanto, heróis e vilões unem forças e buscam encontrar um meio termo para que todos possam prosperar nesse novo mundo. 

Veja também: House of X – Nova HQ dos X-Men explica como funciona o governo de Krakoa!

Power of X

Resultado de imagem para Powers of xPower of X, no entanto, tende a ser um pouco mais confusa. Na revista vemos as diversas vidas de Moira X, como isso afetou o sonho mutante, e como as coisas podem ser milhares de anos no futuro. Ou seja, temos um grande panorama do que aconteceu antes da Dinastia X se estabelecer, mas também vemos quais podem ser as consequências disso. 

A HQ brinca com a ideia de viagem no tempo – através das vidas de Moira – e nos mostra algumas realidades alternativas. Tudo é um tanto experimental, o que faz com que ela seja um pouco difícil de ser entendida no início, mas toda a história se conecta perfeitamente bem com House of X – e com o legado dos mutantes na Marvel – o que ajuda a criar um Alvorecer Mutante estável e coerente

Além disso, é Powers of X que justifica as ações dos líderes mutantes nessa nova nação, explicando porque tudo mudou e quais foram os motivos para vermos personagens agindo de uma forma até um tanto bizarra. 

Logo após o fim de HoxPox, temos o início de Dawn of X, que explora todas as repercussões dessa nova era dos mutantes na Marvel. Até o momento são seis HQs que fazem parte dessa fase: X-Men, X-Force, Marauders, New Mutants, Excalibur e Fallen Angels. Todos os quadrinhos estão começando, então é bem fácil ler tudo que foi publicado, caso você queira acompanhar todas as aventuras dos X-Men nessa nova fase. Contudo, se você quer ler apenas as histórias de um grupo específico, isso também é possível, uma vez que mesmo que elas acabem mostrando um panorama mais amplo desta fase dos mutantes, elas ainda seguem uma narrativa própria que pode ser apreciada de forma isolada.

Veja também: X-Men – Nova HQ confirma que personagem importante nunca morreu!

X-Men

Resultado de imagem para x-men 2019 comicsComo o próprio nome sugere, X-Men, é focado em histórias mais amplas. Sem se focar em nenhuma equipe em específico, a revista mostra como é o novo mundo dos mutantes, mostrando desde de Xavier e Magneto discutindo o futuro junto do Conselho Silencioso, até mesmo as mudanças entre os próprios personagens. A HQ tem diversos momentos divertidos, mesmo que se preocupe em expandir o universo – e ameaças – desse sonho de Krakoa. Além disso, é nessa revista que temos uma espécie de panorama geral sobre como a nação avança em todos os aspectos, seja nas relações pessoais dos mutantes, como o suposto triângulo amoroso de Jean, Ciclope e Wolverine, ou nas políticas internacionais para lidar com a humanidade.  

X-Force

Resultado de imagem para x force #1 2019Como era de se esperar, no entanto, os inimigos dos X-Men não aceitariam as mudanças tão facilmente. Quando organizações vilanescas se unem para executar uma série de ataques em Krakoa, surge a X-Force, equipe composta principalmente por Jean Grey, Wolverine, Dominó, Sábia, Fera Kid Ômega e Black Tom Cassidy, que unem seus talentos para investigar os casos e impedir os ataques. Descritos como uma espécie de FBI e CIA dos mutantes, esse é o único grupo com autorização para matar humanos – desde que eles não sejam vistos -, isso já é um indicativo do que vemos na revista que é bastante violenta, mostrando cenas grotescas, como personagens sendo torturados ou desmembrados, e muita ação.  

 

Marauders

Resultado de imagem para x-men dawn of xElogiada por uma legião de fãs – literalmente, pois dentre os leitores de X-Men da LH, esse é o título mais querido – Marauders é a HQ mais cômica e descontraída do alvorecer mutante. Aqui temos Kate Pryde descobrindo ser incapaz de entrar em Krakoa, seguindo em uma jornada de auto-conhecimento, a mutante se junta com Tempestade, Pyro, Homem de Gelo, Bishop e Emma Frost para contrabandear os remédios criados por Xavier – que melhoram a qualidade de vida humana, mas só são comercializados para nações que reconheçam Krakoa como um estado legítimo – e, principalmente, resgatar mutantes presos nesses mesmos países. A revista tem muito humor e segue um estilo mais descontraído com os novos piratas mutantes, mas mesmo assim traz um avanço significativo para a história dos X-Men.

Veja também: Nova aliança entre inimigos mortais pode mudar os rumos dos X-Men nos quadrinhos!

New Mutants

Resultado de imagem para x-men dawn of xOutra HQ com bastante humor é New Mutants, que acompanha as aventuras dos heróis mais jovens dos X-Men. Magia, Mancha Solar, Cifra, Lupina, Karma e Mondo estão se aventurando no espaço, tentando trazer Míssil para conhecer Krakoa. Como era de se esperar, as coisas não dão nada certo e os jovens acabam no meio de um confronto político dos Shi’ar. Com ação, humor e quebra da quarta parede, a revista traz um novo ponto de vista para a história dos mutantes, apresentando um olhar mais jovem para a situação, especialmente por nenhum deles ser parte dos grandes esquemas políticos de Krakoa. No fim, eles são apenas jovens tentando viver nesse novo mundo, e isso é muito interessante e divertido de acompanhar. 

Fallen Angels

Resultado de imagem para x-men dawn of xFallen Angels é uma HQ com uma arte bem diferente, o que combina com a temática mais adulta e séria. Nela vemos Psylocke, X-23 e Kid Cable seguindo em uma jornada para enfrentar uma ameaça misteriosa, extremamente perigosa e quase divina. A revista contém um estilo mais ninja – pra combinar com Psylocke – explorando o passado da personagem enquanto se aprofunda na trama mais perigosa do quadrinho. A história acaba sendo mais pessoal, mesmo que tenha relação com o que vemos nas outras revistas, uma vez que os heróis dessa narrativa não se encaixam no paraíso de Krakoa, por serem mais violentos ou por não terem feito as pazes com seu próprio passado.

Excalibur

Resultado de imagem para x-men dawn of xPor fim, mas não menos importante, temos Excalibur que nos leva para uma narrativa cheia de magia. Os portais que ligam Krakoa ao “mundo humano” floresceram em Camelot e isso deixou a vilã Morgana furiosa. Assim, a bruxa inicia uma guerra contra os mutantes, o que faz com que Betsy, a antiga Psylocke, se torne a nova Capitã Britânia. Para ajudá-la nessa cruzada com o mundo místico temos Vampira, Gambit, Jubileu, Rictor e Apocalipse. A revista tem uma arte maravilhosa e, mesmo que a narrativa esteja um pouco enrolada, começa a explorar um aspecto diferente do comum nas histórias dos X-Men, portanto é muito interessante ver a relação dos mutantes com a magia – e com Apocalipse na jogada, já sabemos que nada é exatamente o que parece. 

Cada HQ possui um estilo – tanto em arte quanto em narrativa – muito próprio. Como disse o próprio Jonathan Hickman, o responsável por estruturar esse novo universo, Dawn of X foi feita para que pelo menos uma revista fosse a sua favorita do leitor, então o ideal seria você dar uma chance para pelo menos algumas edições de cada quadrinho, até pra descobrir quais sãos suas histórias favoritas, quais combinam com o que você gosta de ler. 

Levando em conta que as revistas ainda estão com poucas edições, esse é definitivamente o melhor momento para iniciar a leitura e acompanhar as aventuras do universo X-Men na Marvel. Aproveite a leitura e seja bem-vindo a esta nova fase dos mutantes nos quadrinhos, tomara que eles sobrevivam a esta experiência.

Veja também: 

Vilão clássico dos X-Men morre mas pode ter deixado um sucessor

X-Men famoso é partido ao meio em nova HQ

X-Men ganham novos inimigos nas HQs

Na galeria abaixo, fique com imagens das revistas dos X-Men:

Imagem de perfil
sobre o autor Cristiano Rantin

Jornalista • Mestrando em Comunicação Social pela UEL • Bruxo • Twitter: @ChrisRantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"