Capa da Publicação

Guerras Secretas: Tudo sobre a saga da Marvel que vai virar filme dos Vingadores em 2025

Por Leo Gravena

O painel da Marvel Studios na San Diego Comic-Con 2022 foi cheio de anúncios sobre o futuro do Universo Cinematográfico da Marvel, com o aguardado trailer de Pantera Negra: Wakanda Para Sempre e o anúncio de dois filmes dos Vingadores em 2025.

Eles são intitulados “Vingadores: Dinastia Kang” e “Vingadores: Guerras Secretas”, referências a um arco na HQ dos Vingadores e também em um evento gigantesco que recentemente alterou completamente o multiverso Marvel nos quadrinhos. Aqui, vamos descobrir mais sobre as Guerras Secretas, e o que isso pode significar para o futuro do MCU.

Imagem de capa do item

Incursões, Novos Vingadores e o caminho para as Guerras Secretas

Tudo começou com Jonathan Hickman, que em 2012 começou a escrever as revistas dos Vingadores e a preparar uma grande saga nas HQs da Marvel que iria alterar completamente como o seu multiverso funcionava naquela época. Entre vários pequenos arcos diferentes, Hickman ia cada vez mais aumentando o escopo de sua história, sempre com um perigo maior surgindo.

Tudo começou com as Incursões - o efeito em cadeia desencadeado pelo encontro de duas terras diferentes no multiverso. Esse encontro possui dois resultados: a morte de ambos os universos, ou a destruição de um e sobrevivência de outro. O multiverso estava morrendo e alguém precisava fazer algo.

Os primeiros do Universo 616 a notar as Incursões foram os Iluminatti, em uma nova formação, que passaram a tentar encontrar uma forma de impedir a destruição do multiverso e garantir a sobrevivência da Terra 616. Eles passaram por algumas Incursões e com a ajuda de Cisne Negro conseguiram descobrir mais sobre o evento, mas no fim, não conseguiram evitar a Incursão Final entre a 616 e a Terra-1610, o Universo Ultimate.

Com todas as realidades do multiverso Marvel destruídas, um novo planeta surgiu, o Mundo de Batalha, governado pelo Deus Imperador Destino.

Imagem de capa do item

As Guerras Secretas de Jonathan Hickman

Com a ajuda do Homem-Molecular e com o poder de vários Beyonders (seres poderosos com a habilidade de alterar a realidade), o Doutor Destino foi o responsável por “salvar” o multiverso, unindo várias terras diferentes em um grande “Mundo Bélico”, no qual cada parte era um local diferente, cheio de versões alternativas dos personagens que conhecíamos.

Porém, vários personagens da Terra-616 conseguiram sobreviver e chegaram ao Mundo Bélico com as lembranças de suas vidas anteriores e passam a criar uma rebelião contra Destino. No fim, os heróis conseguem derrotar o Destino, e com isso o Homem-Molecular destrói o Mundo Bélico e restaura apenas o universo da Terra-616, com Miles Morales agora fazendo parte dele, mas tendo lembranças de tudo o que ocorreu, por ter levado um hambúrguer para o poderoso ser.

Um novo multiverso passa a existir, com Reed Richards, o Sr. Fantástico, agora com os poderes do Homem-Molecular, criando várias novas realidades com a ajuda de seu filho, Franklin.

O que mudou no Universo Marvel?

Além de trazer Miles Morales para a Terra-616, as Guerras Secretas deram um reinício para o Multiverso Marvel, com ele retornando aos poucos nas páginas das mais diferentes revistas, além de servir como um ponto de entrada para os novos leitores. A saga serviu como um reboot total da editora, com quase todas as equipes criativas sendo alteradas e a história retornando 8 meses depois do Mundo Bélico ter sido destruído.

Imagem de capa do item

As Guerras Secretas originais

Originalmente, 'Guerras Secretas" foi o primeiro evento de crossover a afetar toda a Marvel, com vários dos heróis sendo transportados para o Mundo Bélico por um vilão chamado Beyonder. A saga é também lembrada por ter apresentado o traje preto do Homem-Aranha ao mundo, a Mulher-Hulk substituindo O Coisa no Quarteto Fantástico e o lado selvagem do Hulk começando a surgir.

O mais interessante é que o evento, que foi um grande sucesso, foi encomendado pela Mattel. A empresa queria capitalizar em cima do ressurgimento do interesse em figuras de ação no início dos anos 80 e criar toda uma coleção de heróis da Marvel, e a companhia também pediu que fosse criada uma história que unisse todos esses heróis que se ligasse à linha de brinquedos - e assim surgiram as Guerras Secretas.

Imagem de capa do item

No Universo Cinematográfico da Marvel

Guerras Secretas será o título do segundo filme dos Vingadores lançado em 2025, mas até o momento não temos ideia do o longa deve adaptar, já que essa não seria a primeira vez que o MCU “empresta” o nome de uma saga, mas não adapta o conceito original dela, como “Era de Ultron” e “Guerra Infinita”.

Ainda assim, a saga já foi adaptada fora dos quadrinhos.

Outras mídias

A saga foi adaptada pela primeira vez na TV no desenho animado do Homem-Aranha de 1994, porém de uma forma bem diferente, com o Beyonder e a Madame Teia orquestrando a luta entre heróis e vilões.

Já a quarta temporada de Os Vingadores Unidos, exibida entre 2017 e 2018, é intitulada Vingadores: Guerras Secretas e traz o Beyonder pegando várias partes da Terra e criando o seu Mundo Bélico, pegando inspiração das duas versões da saga para criar sua própria história.

Imagem de capa do item

Será Kang o novo Doutor Destino?

Após o anúncio de Dinastia Kang e Guerras Secretas, muitos fãs começaram a teorizar sobre os títulos e o que podemos esperar do filme. A maior até o momento é que os longas irão adaptar o Mundo Bélico do Doutor Destino, trazendo várias variantes diferentes em realidades completamente distintas, e com o Kang no lugar de Victor von Doom, sendo o criador e governante de seu próprio planeta.

Dessa forma, a Marvel Studios pode trazer vários personagens diferentes e unir os universos que quiser, usando heróis e vilões de outras terras que apareceram em outras produções. Será que os filmes trarão um grande reboot para o Universo Cinematográfico da Marvel? Ainda é cedo para dizer, mas o longa certamente promete ser grandioso ao emprestar o título de duas sagas tão importantes das HQs.

Imagem de perfil
Leo Gravena

Editor | Ele/Dele | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."