Homem-Aranha: Sem Volta para Casa – 5 motivos para acreditar na presença de Maguire e Garfield

Capa da Publicação

Homem-Aranha: Sem Volta para Casa – 5 motivos para acreditar na presença de Maguire e Garfield

Por Arthur Eloi

A Marvel Studios organizou uma grande celebração para lançar o segundo trailer de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa. Além de definir a estreia para a noite de terça, 16 de novembro, o estúdio organizou até mesmo um evento presencial, colocando cerca de 70 fãs em uma sala de cinema de Los Angeles, nos Estados Unidos. Parecia que algo grande estava prestes a acontecer, e a Marvel atiçou ainda mais essa fogueira ao dizer para o público se preparar, que haveria surpresas muito especiais.

O trailer saiu, as pessoas gritaram, o astro Tom Holland chorou, mas a sensação de que algo estava faltando continuou, especialmente na internet. Acontece que o público esperava algo muito específico: a confirmação de que Tobey Maguire e Andrew Garfield, atores que assumiram o traje do Homem-Aranha no passado, retornarão em Sem Volta para Casa.

A prévia, que mostra uma crise no Multiverso, é repleta de pistas – intencionais ou não – sobre isso, mas falta a satisfação de uma confirmação. Mais do que nunca, a ansiedade do público é palpável, visto que essa novela toda se arrasta desde 2019, e ainda resta um mês até a Marvel dar respostas.

Nesse tempo, pelo bem da sanidade coletiva – ou em um exercício de abraçar a histeria coletiva – é hora de pegar seu chapéu de alumínio, e revisitar todos os motivos que sustentam a teoria de que Tobey Maguire e Andrew Garfield estão mesmo em Homem-Aranha: Sem Volta para Casa!

Motivo 1: A ideia é discutida desde 2019

É possível definir Tom Holland de duas formas: ele é igualmente um boca furada, que vaza as coisas antes da hora, como também alguém dotado de uma língua hora, já que várias de suas declarações em entrevistas costumam magicamente se materializar na realidade.

Ao longo de sua carreira, o ator já deu declarações dizendo que queria interpretar o Homem-Aranha (conseguiu), que queria atuar ao lado de Jake Gyllenhaal (atuou), que tinha crush na colega Zendaya (se pegaram), que Uncharted era seu jogo favorito (virou protagonista da adaptação live-action), e por aí vai. No que pode muito bem ser mais um desses casos, Tom Holland pede para contracenar com Tobey Maguire e Andrew Garfield desde 2019.

O período é bastante curioso, visto que na época o Homem-Aranha estava sob a ameaça de deixar o Universo Cinematográfico da Marvel caso o filme ficasse abaixo de US$1 bilhão de bilheteria. Mesmo assim, o ator já estava fazendo suas apostas para o futuro, e a ideia desse encontro já aparecia na mente dos espectadores.

Em um vídeo, o entrevistador Jake Hamilton pergunta diretamente se há a possibilidade de um Multiverso com a volta de Tobey Maguire e Andrew Garfield. A reação de Tom Holland é, basicamente, entrar em pânico, olhando para os colegas se deve se manter em silêncio, até que eventualmente diz:

Seria incrível! Ia ser legal demais, e é algo que os fãs querem muito, então se a Marvel e a Sony quiserem fazer isso, a decisão não é minha. Não posso só chegar em Kevin Feige e falar ‘É isso que a gente vai fazer no próximo’, mas seria daora demais.

Confira o momento abaixo (a partir de 2m40s, em inglês):

Motivo 2: Esse encontro deveria ter acontecido no Aranhaverso

Como é que, em 2019, a teoria desse crossover já estava firme na mente das pessoas? O motivo é o enorme sucesso de Homem-Aranha no Aranhaverso, animação que chegou aos cinemas em 2018. Na época, o codiretor Rodney Rothman deu a primeira noção de que essa reunião seria possível, e que talvez até fosse do interesse da Sony Pictures.

Em participação no podcast The Q&A with Jeff Goldstein, o cineasta afirmou que escreveu uma cena da animação reunindo os três atores do Homem-Aranha, e também deu a entender que o momento foi tirado por forças maiores:

Escrevi uma cena que tinha todos, tinha Tom Holland e Andrew Garfield e Tobey Maguire na mesma cena. Não quero me aprofundar muito nisso, mas eu escrevi esta cena

Já em 2020, o produtor Christopher Miller comentou no Twitter sobre esse encontro, e afirmou que a Sony não rejeitou a ideia por ser ruim, mas sim por ser antes da hora certa:

Apresentamos para os executivos da Sony uma ideia ambiciosa que reuniria o Spider-Ham, Tobey Maguire, Andrew Garfield, e Tom Holland. Eles disseram que era cedo demais para isso.

Aranhaverso foi uma aposta cara para a Sony Pictures, mas que acabou vingando com enorme aclamação crítica, uma performance decente na bilheteria, e até mesmo um Oscar de Melhor Animação. Faz muito sentido imaginar que o estúdio adorou a ideia de Rothman ao ponto de guardá-la para a versão live-action.

O sucesso do filme animado só serviu para impulsionar a noção de que o público não só é receptivo com o conceito de Multiverso, como também adora ver várias versões do mesmo herói se reunindo.

Motivo 3: Os rumores

Ficou claro que há muito interesse por parte de todos os envolvidos, mas infelizmente boa vontade não leva a nada. É aí que entramos na parte mais nebulosa de toda essa teoria, visto que muitos dos rumores surgem de fontes bastante questionáveis.

Logo em 2019, passou a se especular que a Marvel foi atrás de Tobey Maguire para resgatar sua versão do Teioso, consagrada nos filmes de Sam Raimi. Segundo o altamente contestável insider Daniel Richtman, o ator – que está fora dos holofotes há uns anos – estava cobrando uma bolada para dar as caras, supostamente negociando um cheque de US$15 milhões para retornar.

Claro, não há um pingo de confirmação para isso, mas é possível usar esse rumor para interpretar notícias recentes, como a revelação de que a produção de Sem Volta para Casa teve de ser adiada pelo fato de que atores importantes ainda não tinham fechado contrato para aparecer no longa, o que acarretou em várias mudanças no roteiro. Falando com GQ em 2021, Tom Holland foi enfático sobre a necessidade de que essas elusivas pessoas importantes confirmassem que iam aparecer:

Algumas pessoas estavam tentando decidir se queriam fazer isso, e nós precisávamos de todos eles ou nenhum.

O cenário dos rumores começou a mudar um pouco no final de 2020. Em outubro, o Hollywood Reporter – talvez a fonte mais confiável de notícias de entretenimento – revelou que o Eletro de Jamie Foxx, que bateu cabeças com Andrew Garfield em O Espetacular Homem-Aranha 2 (2014), seria resgatado no MCU para o terceiro filme do Teioso de Tom Holland.

Já em dezembro do mesmo ano, foi a vez do Collider (que também é bastante confiável) dar a letra: além de Foxx, o filme traria o retorno do Doutor Octopus de Alfred Molina, um dos melhores vilões enfrentados por Tobey Maguire, lá em Homem-Aranha 2 (2004). A confirmação oficial só veio em abril de 2021, quando o próprio Molina decidiu abrir o jogo e comentar tudo sobre sua participação.

Assim, vale a pena se atentar aos demais detalhes do texto do Collider. A matéria do jornalista Jeff Sneider também confirma a volta de Andrew Garfield, mas diz que a Marvel ainda negociava o retorno de Tobey Maguire. Além disso, isso também se estende às parceiras de cada Peter Parker: Kirsten Dunst, que viveu Mary Jane nos filmes de Sam Raimi, já estaria confirmada na obra, enquanto Emma Stone (a Gwen de O Espetacular Homem-Aranha) tentava conciliar a participação com sua gravidez.

Kirsten Dunst parece animada com a possibilidade de voltar ao papel de Mary Jane

Oficialmente, nenhuma das duas foi confirmada de volta (assim como Maguire e Garfield), mas algumas informações começaram a engrossar a teoria. Dunst, por sua vez, foi supostamente avistada perto do set de Sem Volta para Casa em Los Angeles. E agora a atriz também passou a comentar sobre o projeto, dizendo que nunca negaria uma oportunidade de retornar para a Marvel.

Tobey Maguire deu uma declaração parecida ao Hollywood Reporter em 2019, de que toparia voltar por se considerar alguém que não diz não para as coisas, sempre buscando fazer o que dá vontade. Já Andrew Garfield é quem mais comenta os rumores do projeto, visto que o ator segue nos holofotes para promover seus filmes mais recentes, Os Olhos de Tammy Faye e Tick, Tick… BOOM!.

Ainda que tenha negado uma aparição em diversas vezes, de formas bem diretas, Garfield compartilha bastante entusiasmo pelo projeto, dizendo que está bastante animado para assistir:

Eu amo Tom Holland, eu amo Jon Watts, eu amo Amy Pascal e Kevin Feige, e o que eles fizeram com esses filmes e com o herói. É um personagem importante para mim. Então estou realmente empolgado para ver o que acontece no terceiro, assim como vocês estão.

A resposta soa honesta, mas ao mesmo tempo o ator já falou a mesma coisa – palavra por palavra – em ocasiões diferentes, o que pode indicar que recebeu o famoso media training da Marvel, ou seja, foi educado em como responder perguntas dos jornalistas de forma diplomática. Em tradução livre, o ator foi orientado a mentir, despistar as suspeitas e se colocar apenas como um fã.

Motivo 4: Os vazamentos

Se os rumores são complicados, os vazamentos são ainda mais delicados, pela natureza questionável de onde essas informações surgem. Assim, ainda que isso aqui seja um exercício de histeria coletiva, vale a pena levar tudo com uma pitadinha de ceticismo.

Em setembro de 2021, supostos vazamentos de Sem Volta para Casa surgiram na internet. Primeiro, foi uma foto de Andrew Garfield com o uniforme do Homem-Aranha, parado em um set que simula vários andaimes, com fundo azul para inserção digital. As imagens impressionam pela qualidade. Se não fosse o bastante, alguns dias depois começou a rodar um vídeo desse mesmo momento, que parece tirado direto de uma das câmeras do longa.

O clipe de alguns segundos traz Garfield conversando com algum outro Homem-Aranha, que está fora de tela, e mostra o ator agachado, com um das mãos no andaime. Tudo é rodado em altíssima qualidade, ao ponto da preocupação. O ator foi rápido para conter os danos, e durante uma participação no The Tonight Show de Jimmy Fallon, declarou: o “vazamento” nada mais é que um deepfake, ou seja, uma substituição facial feita por inteligência artificial.

Na era que a realidade se torna cada vez mais borrada na internet, é uma desculpa bastante crível. Vários fãs por aí já substituíram atores em todo tipo de filme, como colocar Tom Holland para viver Marty McFly em De Volta para o Futuro (1985), lançado anos antes do nascimento do ator inglês. Resolvido? Não mesmo. A situação toda ficou estranha quando, do nada, surgiu um vídeo que “comprovava” o fato de ser um deepfake, mostrando os bastidores da criação do vazamento. Não é algo que acontece com nenhum tipo de material vazado, nem mesmo os falsos, e serviu para ligar a luz vermelha.

É aí que entram os caras do Corridor Crew. Um dos canais mais tradicionais do Youtube, a equipe é inteiramente dedicada aos efeitos visuais, com curtas impressionantes e vídeos ensinando e discutindo técnicas audiovisuais. Durante todo o auê do vazamento, dois especialistas decidiram analisar o clipe, e a conclusão foi a seguinte: o vídeo de Andrew Garfield no set é real.

O motivo, segundo eles, é o altíssimo nível de detalhe capturado pela câmera, e a forma consistente que funciona a iluminação do set – coisas que o computador ainda não consegue simular com tanta fidelidade, especialmente reconstruindo um rosto a partir de fotos e vídeos. Eles também concluíram que não é nada dos bastidores de O Espetacular Homem-Aranha 2, visto que Andrew Garfield está com aparência mais velha e com um cabelo maior.

O penteado do ator é, na real, o maior indicativo da autenticidade do clipe, visto que nem mesmo videogames de orçamentos gigantescos – e com requisitos exigentes para PC – conquistaram uma simulação tão fiel de cabelos assim. É um clipe real, tirado de algum material de bastidores, ou então um deepfake feito por um estúdio de cinema. De quebra, o pessoal da CorridorCrew ainda desmentiu o suposto vídeo de bastidores, e deram o veredito de que o clipe é, sim, o retorno de Andrew Garfield ao traje do Teioso.

Já no comecinho de novembro, um novo vazamento levantou poeira na internet, desta vez com duas fotos de qualidade duvidosa (que você pode conferir aqui). A primeira mostra Tom Holland, Tobey Maguire e Andrew Garfield reunidos em uma espécie de pier, enquanto a segunda traz Peter Parker, a Tia May (Marisa Tomei) e Happy (Jon Favreau) sentados à mesa com ninguém menos que Matt Murdock (Charlie Cox), o Demolidor da série da Netflix.

São fotos bastante reveladoras, e quando o troco é grande, o santo desconfia. Assim, o rebuliço causado pelas imagens foi muito menor, ainda que tenha gerado alguns dias de intriga e discussões nas redes sociais, com direito a pérolas como fãs discutindo o… volume nas calças de Tobey Maguire, na tentativa de validar ou negar a autenticidade das fotos.

Seria mais um dia comum na internet. O problema é que John Campea, o responsável por vazar as imagens, rapidamente fez uma live em que voltava atrás nas próprias informações que havia compartilhado. Tudo isso soa como intervenção do estúdio, com a Marvel tendo pedido a remoção dos vazamentos. E onde há fumaça, há fogo.

Motivo 5: tudo se alinha com o suposto roteiro vazado

Tudo discutido até aqui são informações públicas de entrevistas, ou então rumores amplamente conhecidos. Esse último tópico vai lidar com um vazamento que cada vez mais se alinha com a realidade, portanto fica aqui o aviso de spoilers, só para garantir. Se algo aqui estragar sua experiência no filme, não é nossa culpa, ok?

Em junho de 2021, no meio de todo o surto de rumores, um usuário do 4Chan vazou o que seria o suposto roteiro de Sem Volta para Casa. Pelo completo anonimato do site, as informações que saem de lá são 8 ou 80, e há um longo histórico de mentiras sem nenhum cabimento, e vazamentos que se provaram inteiramente corretos.

Segundo a postagem anônima, a trama do filme acompanha Peter Parker e MJ como foragidos após a identidade do Homem-Aranha ser revelada ao mundo. O garoto se junta com o Doutor Estranho a pedido de Happy Hogan, e passa a usar o Sanctum Sanctorum como esconderijo, até as coisas se acalmarem.

Lá dentro, ele descobre que o Mago Supremo está lidando com uma crise no Multiverso, aprisionando vilões que fugiram de outras realidades. O vazamento cita o Doutor Octopus, Duende Verde (Willem Dafoe) e o Homem Areia (Thomas Haden Church) dos filmes de Sam Raimi, e o Lagarto (Rhys Ifans) e Eletro, dos filmes de O Espetacular Homem-Aranha, como prisioneiro do Doutor Estranho.

Inocente, Peter Parker é enganado pelo Duende Verde que os Homens-Aranha das realidades paralelas estão corrompidos, e que os vilões são os únicos capazes de impedi-los. O rapaz liberta eles, e o grupo de antagonistas passa a aterrorizar a cidade, em busca de invadir a Oscorp do MCU para roubar um dispositivo capaz de viajar entre realidades. O Teioso tenta lutar contra a equipe adversária, mas não é forte o bastante. O Doutor Estranho então conclui que eles vão precisar de mais ajuda para combatê-los.

O filme então mergulha nas realidades dos antigos Homens-Aranha, e mostra como cada um está vivendo após a conclusão de suas respectivas sagas. O Peter Parker de Tobey Maguire se casou com Mary Jane, com quem tem uma filha, enquanto o Peter Parker de Andrew Garfield se tornou professor universitário. Os dois topam ajudar, mas os vilões também se fortalecem. O Duende Verde consegue usar o dispositivo da Oscorp, e abre um portal para recrutar Rino (Paul Giamatti), de O Espetacular Homem-Aranha 2. Assim nasce o Sexteto Sinistro.

O Duende Verde parte em busca de um gerador Stark para garantir que o portal funcione como uma via de mão dupla, para poder aprisionar todos os Homens-Aranha em um único universo. A batalha final, segundo o vazamento, acontece na Estátua da Liberdade, com os três Teiosos enfrentando o Sexteto Sinistro. Durante a briga, o Homem-Aranha de Tobey Maguire morre – e ele não é o único. O Duende Verde aparece para ligar o dispositivo, e luta com os dois heróis restantes ao mesmo tempo. Ao atirar uma de suas bombas, ele acaba acertando Ned (Jacob Batalon), que também morre durante o confronto.

A conclusão do filme supostamente traz a vitória dos Homens-Aranha, com Tom Holland quase assassinando o Duende Verde após tudo, mas ele é impedido por Andrew Garfield, que não quer que o rapaz se torne um vilão. O Sexteto Sinistro é preso pelo Doutor Estranho, e os outros dois Peter Parkers visitam o funeral do personagem de Tobey Maguire dentro do universo de Sam Raimi. O protagonista vivido por Tom Holland se entrega para as autoridades e é julgado pelo assassinato de Quentin Beck (Jake Gyllenhaal), mas é defendido no tribunal por Matt Murdock (novamente vivido por Charlie Cox).

A cena final mostra Tom Holland no túmulo de Ned, se lamentando, quando Andrew Garfield aparece para confortar o colega. Nesse momento, o vazamento diz que o herói dará o discurso de “Grandes poderes e grandes responsabilidades” para Holland, e isso servirá como motivação para que ele continue sendo um herói mesmo quando sua identidade já é conhecida pelo mundo. O filme supostamente é encerrado com os dois Homens-Aranha balançando juntos pela cidade de Nova York.

Obviamente, não há nenhuma confirmação oficial para nada disso, mas as prévias tocaram em muitos pontos dos vazamentos. O segundo trailer mostra a Estátua da Liberdade durante a crise no Multiverso, e também os andaimes em que Andrew Garfield e Tobey Maguire aparecem nas supostas fotos do set. A prévia revela a prisão do Doutor Estranho para os vilões de outras dimensões, e algumas cenas podem ser interpretadas pelas informações vazadas, como Tom Holland tentando desesperadamente capturar uma das bombas lançadas pelo Duende Verde.

Considerando que tudo foi divulgado meses antes do trailer, pode ser um infeliz caso em que o vazamento é, sim, real. Claro, o próprio Tom Holland já garantiu que o roteiro foi mudando várias e várias vezes ao longo da produção, o que também pode indicar que é uma versão mais antiga da trama, e que ainda há surpresas pela frente. De qualquer forma, a base de Sem Volta para Casa parece já estar por aí, e Tobey Maguire e Andrew Garfield são partes essenciais dessa jornada.

Menção honrosa: por que a gente previu lá em 2019

Se você acompanha a Legião dos Heróis há um tempo, sabe que temos um histórico mais certeiro que muito insider por aí. Como? Nossas pegadinhas de 1º de Abril costumam se manifestar na realidade, tal qual as declarações do Tom Holland em entrevistas.

Em 2019, não deu outra: declaramos que o Aranhaverso ia ser o próximo projeto live-action do Teioso. Além do retorno de Tobey Maguire e de Andrew Garfield, o filme ainda contaria com a introdução de Caleb McLaughlin (o Lucas de Stranger Things) como o Miles Morales do MCU.

Além disso, seria a oportunidade perfeita para trazer Emma Stone como a Spider-Gwen. De quebra, a gente ainda previu o retorno de Paul Giamatti como Rhino, além de mais uma porrada de gente. Não custa sonhar, né? Vai que a Legião acerta mais uma vez!

As respostas definitivas só virão quando Homem-Aranha: Sem Volta para Casa enfim chegar aos cinemas em 16 de dezembro.

Não cansou das especulações? Então veja tudo que você precisa notar no segundo trailer do filme:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117