Capa da Publicação

Mercúrio da Marvel ou Flash da DC: Qual dos velocistas é o mais rápido?

Por Gus Fiaux

Nos quadrinhos, é comum que Marvel DC Comics tenham personagens com poderes e histórias similares. Já vimos isso dezenas de vezes, mas o interessante é como sempre gera debate entre os fãs sobre qual personagem possui mais poderes que sua “contraparte” da outra editora. E isso nos leva a uma batalha interessante: Flash Mercúrio.

De um lado, o Mercúrio é um importante membro dos Vingadores que possui poderes desde o nascimento, uma cortesia do Alto Evolucionário que fez experimentos tanto nele quanto em sua irmã, a Feiticeira Escarlate, dando a eles habilidades especiais e “disfarçando-os” como mutantes durante boa parte de suas vidas.

Já no lado da DC, o Flash é um manto passado por vários heróis que compartilham de poderes e origens parecidos: um acidente laboratorial causa mudanças físicas nesses personagens, transformando-os em velocistas que possuem uma conexão impressionante com a Força da Aceleração.

E então, existe o debate: afinal, qual deles é o mais veloz?

Qual dos dois velocistas corre mais rápido?

Para responder essa pergunta, é importante olhar para os quadrinhos das duas editoras – principalmente os da DC Comics, levando em conta que há mais de um personagem seguindo o manto do Flash. Porém, falando no herói da MarvelMercúrio já se mostrou capaz de alcançar a velocidade de Mach 10 – ou seja, 10 vezes a velocidade do som.

Esse é um feito impressionante e que foi conquistado com o tempo, levando em conta que no início de suas aparições nas HQs, Pietro Maximoff chegava a correr no máximo 280 quilômetros por hora. O personagem teve que se esforçar para melhorar sua velocidade – além de ter recebido mais melhorias genéticas do Alto Evolucionário.

Quanto ao Flash, como dissemos, é mais difícil confabular se levarmos em conta que existe mais de uma versão do personagem. Porém, tanto Barry Allen quanto Wally West já se mostraram um tanto mais rápidos que Pietro, já que ambos chegaram perto ou superaram a velocidade da luz – que só para efeitos comparativos, equivale a quase 1 milhão de vezes a velocidade do som.

Conforme as HQs da DC dizem (via ScreenRant), Wally já chegou a quebrar esse recorde algumas vezes, inclusive ao salvar toda a população de uma cidade na Coréia do Norte (cerca de 532 mil habitantes) da ativação de uma bomba atômica – tudo isso em 0,0001 segundos.

O Flash – tanto Barry Allen quanto Wally West – ganham a disputa contra o Mercúrio.

Barry, por outro lado, já mostrou alguns feitos incomparáveis – como usar sua velocidade para voltar no tempo, que é o mote da saga Ponto de Ignição, onde ele salva sua mãe da morte pelas mãos do Flash Reverso, e com isso cria uma nova realidade alternativa que precisa ser desfeita.

Ainda assim, vale citar que de acordo com HQs da Casa das Ideias, Pietro Maximoff ainda não explorou toda a sua velocidade e nem atingiu seu potencial máximo, o que significa que ainda há um longo caminho a trilhar para que ele possa superar os Velocistas Escarlates da Marvel.

Por enquanto, o Flash sai vitorioso. Mas nós sabemos como as histórias quadrinhos funcionam, com diversos reboots, retcons e mudanças cronológicas de tempos em tempos. Quem sabe, num futuro próximo, o Mercúrio ainda pode levar a melhor…

Abaixo, veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux