Capa da Publicação

Tobey Mentiu? Entenda como Sony quase demitiu o ator do papel de Homem-Aranha

·
Por Lucas Rafael

No ano de 2003, a Columbia Pictures se preparava para filmar Homem-Aranha 2, trazendo de volta o elenco do primeiro filme novamente sob a direção de Sam Raimi. Tobey Maguire, intérprete de Peter Parker/ Homem-Aranha, subitamente se tornou um dos maiores nomes de Hollywood após o sucesso astronômico de bilheteria do primeiro longa. De acordo com uma matéria da Variety, a Sony suspeitou que Tobey tentou enganá-la para conseguir um aumento no segundo filme, e isso por pouco não resultou em sua demissão efetiva do papel.

Saiba mais sobre o Homem-Aranha:

Produtor sugeriu Tom Holland, Andrew Garfield e Tobey Maguire em Aranhaverso

Revelado o motivo do número 42 aparecer tantas vezes em Homem-Aranha: No Aranhaverso

Artista brasileiro imagina crossover entre Super Choque e Miles Morales, o Homem-Aranha

Sony divulga nome oficial do universo dos filmes do Homem-Aranha

Segundo o site, Tobey Maguire ficou amargurado com o lucro da produtora Laura Ziskin – US $30 milhões de dólares – no primeiro filme, que eram maiores que os seus próprios ganhos como protagonista. Os representantes do ator então tentaram resolver a situação na sequência, para todo mundo ficar feliz.

No entanto, a Sony estranhou o comportamento do astro durante a pré-produção de Homem-Aranha 2. Maguire declarava ter um problema nas costas recorrente – condição que laudos médicos confirmaram – que fora agravado pela filmagem de seus dois últimos filmes.

Tobey chegou a enviar seu médico para conversar com o diretor Sam Raimi e a produtora, Ziskin, e explicar a situação de suas dores nas costas.

A Sony achou que Tobey estava mentindo, ou melhor, blefando, para negociar um aumento de cachê por conta de seu descontentamento com a fatia que Ziskin havia tirado do primeiro filme.

Foi neste momento que a Sony chutou o balde, e quase tivemos uma versão bem diferente de Homem-Aranha 2: O estúdio simplesmente achou que Tobey estava mentindo sobre suas dores, oferecendo o papel de Homem-Aranha para Jake Gyllenhaal (Gyllenhaal até comentou o ocorrido ano passado).

As coisas ficaram desconfortáveis visto que Jake namorava Kirsten Dunsk, ex-namorada de Tobey Maguire. E tudo foi encaminhado para que Tobey fosse demitido e substituído.

E quem salvou o dia? Os representantes de Maguire, juntos de Ron Meyer – um executivo de importância no estúdio na época, cuja filha namorou Tobey posteriormente – garantiram para a Sony que Maguire iria se comportar, e que ninguém precisaria se preocupar com seu problema nas costas.

A Sony, que não é boba, fez o astro passar por exames médicos que comprovaram que, ao menos, Tobey estava fisicamente apto a filmar Homem-Aranha 2.

E essa, meus amigos, é a história de como quase tivemos um Homem-Aranha 2 bem diferente, interpretado por outro ator. Talvez renda até uma brincadeira em uma futura animação de Aranhaverso, na qual quem sabe veremos um futuro paralelo no qual Gyllenhaal realmente foi o Teioso (anos mais tarde, o ator interpretou o vilão Mystério em Homem-Aranha: Longe de Casa, como sabemos).

Mas tudo acabou bem, Maguire filmou o segundo filme e fechou com um terceiro. O que foi diferente do caso de Andrew Garfield, aliás, entenda a verdadeira razão pela qual Garfield foi demitido do papel de Homem-Aranha.

E aí, o que achou desta treta? Já imaginou se Tobey tivesse sido demitido? Será que ele realmente mentiu ou a Sony foi paranoica? Comente!

Confira nossa lista de vilões que gostaríamos de ver no terceiro filme do herói no MCU:

Imagem de perfil
sobre o autor Lucas Rafael

Entusiasta de coisas demais