Capa da Publicação

Revelado o real motivo pelo qual Andrew Garfield perdeu o papel do Homem-Aranha

·
Por Matheus Takahashi

A passagem de Andrew Garfield como o Cabeça de Teia em O Espetacular Homem-Aranha foi bastante breve, tendo apenas dois filmes lançados, e nenhuma bilheteria exorbitante para a Sony. Acreditava-se que esses poderiam ser as principais razões pela qual o ator foi substituído por Tom Holland, após o Homem-Aranha passar a integrar o UCM. Mas uma nova informação, baseada em um e-mail vazado, indica que seria outro o motivo da saída de Garfield.

Saiba mais sobre o Homem-Aranha:

Revelado o motivo do número 42 aparecer tantas vezes em Homem-Aranha: No Aranhaverso

Artista brasileiro imagina crossover entre Super Choque e Miles Morales, o Homem-Aranha

Sony divulga nome oficial do universo dos filmes do Homem-Aranha

De acordo com informações do Hindustan Times, durante a série de e-mails vazados da Sony em 2014 (que inclusive expôs a negociação da volta do Homem-Aranha para a Marvel), um deles aponta que Andrew Garfield perdeu o seu papel como o Amigão da Vizinhança por não ter feito presença em um evento onde o chefe da Sony, Kaz Hirai, iria anunciar um terceiro filme para O Espetacular Homem-Aranha, que seria lançado em 2017. Garfield afirma que estava doente, e por isso não compareceu ao evento. 

Segundo a fonte, parte do e-mail diz:

“Aqui estamos nós, a uma hora de começar nosso evento de gala e [Andrew] Garfield decidiu que não quer comparecer. Ele está com a barba mal feita e só quer ficar sozinho.”

Apesar disso, Garfield disse, em entrevistas como para o jornal The Guardian e ao Daily Beast, que ele acredita que a mudança foi feita por suas próprias ações, ao admitir que era uma pessoa complicada de se lidar nos bastidores, e que, ao não se ater a certos compromissos, uma mudança precisava ser feita a seu respeito.

Após sua passagem como o Homem-Aranha, Garfield se destacou em filmes como Até o Último Homem e Silêncio. Já o seu antigo personagem, hoje vivido por Tom Holland, teve dois filmes solo, três aparições em filmes do UCM – sendo duas delas nos últimos longas dos Vingadores -, e já tem um terceiro filme solo em planejamento. Além disso, a Sony, que ainda detém os direitos cinematográficos da mitologia do herói, já começou a criar o seu próprio universo cinematográfico, girando em torno de seus personagens.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Matheus Takahashi

Geógrafo. Amante da cultura geek/nerd, mas ama mesmo super-heróis, jogos de luta e futebol. Conversa fácil sobre (quase) qualquer coisa

IG: t1takahashi TT: takamatheus