Capa da Publicação

The Boys: Elemento importante do visual do Capitão Pátria é quase sempre CGI

Por Junno Sena
Os efeitos visuais da produção original da Prime Video receberam diversos elogios por dar vida a ideias peculiares, como Profundo comendo o seu amigo polvo Timothy até Termite adentrando a uretra de seu parceiro. Mas a produção da série não trabalha apenas com o impossível: de acordo com Stephan Fleet, supervisor de efeitos visuais, o CGI é a saída até para o que parece simples.
Em uma entrevista feita ao Corridor Crew, Fleet explicou um pouco sobre os momentos chaves em que decide ir de efeitos práticos para arte digital:
“Nós temos que adicionar a capa todas as vezes que usamos fios. Então, a capa acaba sendo CGI na maioria das vezes, Sempre que ele está fazendo algo doido, como voar, pular, coisas assim, nós temos que tirar a capa e ir com a computação gráfica. Precisamos controlar a física dela quando ele está voando para podermos mostrar para que lado o vento está se movendo.”

Anthony Star no set de filmagens de The Boys.

Durante o lançamento da terceira temporada, Fleet comentou sobre como o resultado final de The Boys é uma junção de efeitos práticos e digitais. Ao conversar com o Comic Book, ele falou sobre a Prime Video incentivar que seu trabalho seja “mais diversificado”, em busca de obter resultados impressionantes.

“Nós trabalhamos tão bem juntos que essa é uma das razões pelas quais acho que a série tem esse visual; é que eu posso, em diversas sequências, utilizar 75% de efeitos práticos e 25% de efeitos especiais, ou 50/50. Não é tipo, 10%  de efeitos práticos, 90% efeitos visuais,” explicou.

A terceira temporada completa de The Boys está disponível na Prime Video.
Aproveite e continue lendo:
Imagem de perfil
Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ. Ele | Elu