Capa da Publicação

Attack on Titan: Entenda nova forma de Eren introduzida na temporada final

Por Flávia Pedro

Atenção: Alerta de Spoilers!

Eren é o protagonista da série de mangás e anime chamada Attack on Titan. Na obra, o garoto passa por inúmeras mudanças – sejam elas físicas ou psicológicas – desde odiar titãs até descobrir que era um desses monstros. O que descobrimos recentemente é que além do Titã de Ataque, Eren também possuía dentro de si o Titã Fundador: o primeiro de todos e o mais poderoso.

A Parte 2 da Fase Final de AOT nos revelou a verdadeira forma desse titã, que chamou muita atenção do público por ser algo completamente diferente do comum. Mas como e por que Eren ficou com aquela forma ao se transformar no Titã Fundador? É isso que iremos te contar!

Eren e o poder do Titã Fundador

Eren Yeager e seu Titã

A principal informação que você precisa saber sobre o Titã Fundador é que apenas pessoas com o sangue real conseguem utilizar seu poder. Qualquer outra que tiver esse titã, mas não for da família real ou não ter contato com alguém que seja, não conseguirá usar todas as habilidades e poderes do titã mais poderoso da franquia.

Eren é um ótimo exemplo disso. Cronologicamente, o garoto herdou o poder do Titã Fundador junto com o Titã de Ataque, que seu pai passou para ele ainda criança. Porém, Eren só conseguia ativar o segundo por não ter o sangue real.

A primeira vez que ele consegue utilizar o poder do Grito do Titã Fundador é quando ele está prestes a defender a Mikasa do titã que devorou sua mãe – que coincidentemente era a primeira esposa de seu pai e membro da família real – e tem contato físico com ela, liberando a habilidade de controlar outros titãs para realizarem um ataque contra a primeira esposa de seu pai.

Depois disso ele só volta a ter acesso ao poder do Fundador quando toca a mão de Historia cerca de 4 anos depois.

A transformação de Eren em Titã Fundador

É importante pontuar, antes de qualquer coisa, que não existe uma explicação canônica em toda a obra de Attack on Titan que responda o por quê de Eren ter aquela aparência grotesca em sua forma atual. Nem o anime e nem o mangá tem uma resposta completa sobre isso, mas os fãs analisaram detalhadamente as informações e criaram uma teoria que pode explicar o que aconteceu.

Realmente a aparência de seu titã é anormal, afinal é muito maior do que os Titãs Colossais (conhecidos como os gigantes da obra até então) e até mesmo que o próprio Titã Fundador de Ymir Fritz, o primeiro de todos. Com costelas gigantes, cabeça, braços e pernas pequenos, a aparência esquelética de Eren aqui realmente assusta e intriga, ainda mais por seu corpo ser completamente diferente de sua transformação em Titã de Ataque.

Veja a seguir como são as transformações de Eren em Titã de Ataque e Titã Fundador:

Eren em sua forma Titã de Ataque

Eren em sua forma Titã Fundador (retirada do mangá)

A aparência do Titã Fundador

Após esse questionamento recorrente, alguns fãs chegaram a uma conclusão que mais faz sentido:

No momento exato em que Eren está prestes a tocar Zeke para utilizar o Titã Fundador (lembrando que Zeke tem sangue real devido a sua mãe), ele acaba levando um tiro de Gabi que arranca sua cabeça. Nesse momento o parasita do Titã Fundador que habitava dentro de Eren não teve outra saída a não ser se flexibilizar para continuar unindo a cabeça ao corpo.

Com isso, quando Zeke toca a cabeça de Eren, ele ainda estava vivo e com o parasita exposto ligando sua cabeça e seu corpo como se fosse uma extensão de sua coluna vertebral. Observe abaixo como se assemelha à coluna:

Momento exato em que o parasita prende a cabeça de Eren ao corpo

No momento em que retorna dos caminhos e toca Zeke, a transformação foi imediata e, aparentemente, devido ao ataque que arrancou sua cabeça, o parasita que ligou seus membros tomou a forma daquela coluna gigantesca que vemos em sua transformação. Como o corpo de Eren não estava 100% recuperado quando se transformou, a transformação sofreu uma mutação e deu essa diferença tão drástica.

Pai da História transformado em Titã

Um exemplo de outra situação onde lesões afetaram transformações foi no caso do pai da Historia. O líder da atual família real acabou se transformando em titã após sofrer uma lesão na coluna e isso resultou naquele titã gigante que só conseguia se arrastar pelo chão. Esses dois momentos podem explicar que, se a transformação ocorrer com alguma parte do corpo lesionada, pode interferir diretamente no resultado final do titã.

Um outro motivo também, dessa vez mais de produção, é que como Eren estava liderando um exército de Colossais, ele precisava se destacar, já que é o responsável por nada menos que a destruição mundial. Levando em conta sua nova vibe vilão, o visual além de grande, precisava ser imponente e dar medo em quem o visse se aproximar.

Então esse design gigante e cheio de ossos foi a pedida perfeita para atender ambos os requisitos nessa reta final.

Mas e você, o que acha do visual do Eren como o Titã Fundador? Pensaria em uma estética diferente? Prefere sua versão Fundador ou de Ataque? Deixe sua opinião nos comentários!

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Flávia Pedro

Historiadora formada pela UFF e apaixonada por cultura japonesa, animes, mangás, filmes... Criadora de conteúdo no instagram Anime Dicria, viciada em café e leitora de fanfics ruins nas horas vagas. Instagram: fllavia_pedro