One Piece: Ator de Luffy na série live-action da Netflix manda recado para fãs brasileiros

Capa da Publicação

One Piece: Ator de Luffy na série live-action da Netflix manda recado para fãs brasileiros

Por Arthur Eloi

A série live-action de One Piece, da Netflix, escalou seu elenco, e seguiu a ideia dos personagens terem nacionalidades diferentes. Os fãs do Brasil, porém, ficaram um pouco decepcionados que um ator brasileiro não foi escolhido para viver o protagonista Monkey D. Luffy, e sim o mexicano Iñaki Godoy, que se direcionou aos fãs brasileiros em uma nova publicação.

Nas redes sociais, o intérprete – que parece muito animado pela oportunidade que conseguiu – fez um apelo aos fãs brasileiros, publicando no Instagram uma foto dele quando criança, trajando as cores da bandeira do Brasil, acompanhada da legenda: “Posso não ser do Brasil, mas o amo desde pequeno”.

Confira abaixo:

Ator de Luffy na série de One Piece, Iñaki Goody elogia o Brasil (Créditos: @matheusjoyboy/Twitter/Reprodução)

O pedido dos fãs se dá pelo fato de que, há uns anos, foi revelado no mangá de Eiichiro Oda que o protagonista é brasileiro. Desde que essa informação surgiu, o público aguardou ansiosamente que a série da Netflix fosse levar isso em conta na hora de escalar o elenco.

De qualquer forma, a reação à escolha de Iñaki Goody parece ter agradado grande parte dos fãs. Além dele como o protagonista, o elenco da série live-action conta ainda com Mackenyu (Zoro), Emily Rudd (Nami), Jacob Romero Gibson (Usopp) e Taz Skylar (Sanji).

A série live-action contará com 10 episódios no total, e está sendo feita pela Tomorrow Studios, que também será responsável pelo live-action de Cowboy Bebop. A trama acompanha o pirata Monkey D. Luffy e sua tripulação, que partem em busca do lendário tesouro conhecido como One Piece.

Ainda não há data de lançamento prevista para a série live-action de One Piece.

Aproveite e confira:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117