Eternos: Quem é o personagem de Kit Harington no filme?

Capa da Publicação

Eternos: Quem é o personagem de Kit Harington no filme?

Por Gus Fiaux

Atenção: Alerta de Spoilers!

Recém-lançado nos cinemas nacionais, Eternos é a mais nova aposta do Universo Cinematográfico da Marvel. O filme dirigido por Chloé Zhao apresenta uma nova raça de seres superpoderosos que precisam salvar a Terra de uma grande ameaça cósmica, tudo enquanto explora a participação desses indivíduos ao longo da história humana. Contudo, eles não são o único destaque do filme, uma vez que temos a introdução de um personagem bem curioso.

Dane Whitman é interpretado por Kit Harington e aparece como o namorado de Sersi no presente. Ele não tem muito tempo de tal e sua aparição é mais um gostinho do que está por vir, mas ainda assim os fãs estão intrigados para saber quem é essa nova figura e qual pode ser seu papel no futuro do MCU. Pensando nisso, aqui iremos falar um pouco mais sobre quem é o Cavaleiro Negro das HQs da Marvel!

Dane Whitman se torna o Cavaleiro Negro nas HQs da Marvel Comics.

Quem é o Cavaleiro Negro?

Cavaleiro Negro é um personagem muito interessante dos quadrinhos da Marvel Comics – principalmente por não se tratar de um único personagem, mas sim de um manto passado de geração em geração. Dane Whitman (a versão que conhecemos no filme) é um físico renomado que herdou uma grande mansão de seu tio, Nathan Garrett. Sem que ele soubesse, Garrett era um inimigo dos Vingadores que fazia parte dos Mestres do Terror.

No castelo do tio, Dane acabou descobrindo a Espada de Ébano, um artefato lendário – e ao tocá-la, ele entra em contato com o fantasma de Sir Percival, que o explica sobre a maldição da espada, que corrompe quem quer que a empunhe. Mesmo sabendo dos riscos, Dane decide se tornar um herói e assume o manto do Cavaleiro Negro – e a sua primeira ideia é se juntar aos Mestres do Terror, para infiltrá-los e derrotá-los internamente.

Depois, ele se assume completamente como um herói e se alia aos Vingadores – contudo, a equipe não confia nele a princípio, e só depois de um tempo ele acaba sendo aceito e reconhecido como um aliado honrado e leal. Durante sua fase na equipe, ele chegou a ter um relacionamento com a Eterna Sersi e enfrentou diversos inimigos perigosos, tais quais Kang, Morgana le Fay e a Encantor.

Em fases mais recentes, ele teve suas próprias aventuras e começou a mostrar os sinais da corrupção pela Espada de Ébano. Apesar disso, ele tenta sempre combater os efeitos de sua arma e é um guerreiro valoroso. Uma curiosidade: nos quadrinhos, Dane Whitman é um grande fã de J.R.R. Tolkien e da mitologia de O Senhor dos Anéis. Assim, ele possui um cavalo alado batizado de Aragorn, em homenagem ao personagem da saga.

As habilidades do Cavaleiro Negro derivam da Espada de Ébano.

Os poderes e habilidades do Cavaleiro Negro

Os dons do Cavaleiro Negro derivam de sua conexão com a Espada de Ébano – que é uma arma lendária que foi criada pelo Mago Merlin para servir como a principal defesa de Sir Percival da Escândia. A espada foi forjada a partir de detritos de um meteoro, e possui diversas propriedades mágicas que foram encorpadas pelo próprio Mago para defender seu usuário e torná-la mais poderosa.

Embora Dane Whitman não possua nenhum poder por si só, a espada que ele empunha é capaz de defletir golpes místicos, cortar várias substâncias (exceto metais muito poderosos como o adamantium e o vibranium ou objetos dotados de poder mágico) e até ressuscitar seu próprio usuário (caso ele seja morto a empunhando). Dane também é versado em magia e pode se teleportar para perto da espada onde ela estiver, através de um ritual.

Porém, quando Merlin criou a arma, ele fez uma série de feitiços para evitar que a espada se tornasse um item letal e destrutivo, em vez de uma arma pacificadora. Em seus rituais, ele deixou claro que quem empunhasse não poderia cometer derramamento de sangue desenfreado, caso contrário a espada seria “manchada” e corromperia seu usuário – dando assim início à Maldição de Sangue dos Cavaleiros Negros.

Em uma história, Dane conseguiu “limpar” a espada de tal maldição, mas ela acabou retornando e o corrompendo também. Nesse período, ele não só começou a ficar à beira da loucura como seu próprio corpo passou a sentir todos os efeitos da Maldição de Sangue, já que sua pele foi se transformando em um tecido metálico semelhante à lâmina da espada. Para evitar a perda de mobilidade, ele teve que usar um exoesqueleto.

O manto do Cavaleiro Negro é passado de geração para geração.

Outros Cavaleiros Negros da Marvel

Como citado anteriormente, o Cavaleiro Negro é um título passado de geração em geração e que foi criado ainda na Inglaterra do Rei Arthur, graças às ações do Mago Merlin e a criação da Espada de Ébano. O primeiro a usar o manto foi Sir Percival da Escândia, um dos cavaleiros da Távola Redonda e amigo pessoal do Rei Arthur. Ele era originalmente um agente de Merlin e servia para guardar o reinado de Arthur.

Percival se tornou um grande guerreiro e tinha uma identidade dupla, já que quando não estava na pele do Cavaleiro Negro, era incompetente e desastrado. Ele acabou sendo morto por seu maior inimigo, o maligno Mordred – filho bastardo de Arthur e sobrinho de Morgana le Fay. Depois de morto, Percival começou a aparecer como fantasma para todos aqueles que encontravam a Espada de Ébano.

Séculos se passaram e um dos mais conhecidos Cavaleiros Negros da Marvel é Nathan Garrett, o tio de Whitman – que originalmente, era o vilão dos Vingadores e membro dos Mestres do Terror. Curiosamente, ele não era um Cavaleiro Negro “oficial”, já que nunca se provou digno de usar a Espada de Ébano. Em vez disso, ele possuía uma lança sônica.

Garrett era uma cientista e se tornou grande inimigo de Hank Pym, mas não era uma pessoa necessariamente ruim, tanto que, quando estava prestes a morrer, se encontrou com Dane e repassou todos os seus bens para ele, dizendo que se arrependia de seus crimes do passado. Assim, ele morreu em paz, mas também nunca foi afetado pela terrível Maldição de Sangue de sua linhagem.

Lia McHugh como Duende (esq.) e Kit Harington como Dane Whitman (dir.)

Dane Whitman em Eternos

Em Eternos, vemos Dane Whitman como um professor universitário que nutre um relacionamento amoroso com Sersi, sem saber que ela faz parte dessa raça milenar. Eventualmente, ele é atacado por um Deviante e descobre a verdadeira identidade de Sersi, Duende e até mesmo Ikaris, que até então não conhecia. O personagem “some” por boa parte do filme e retorna apenas no final, depois que os Eternos salvaram o mundo.

De acordo com o produtor Nate Moore em uma entrevista recente, o personagem pode nem mesmo se tornar o Cavaleiro Negro no MCU:

“[Harington] não vai ser o Cavaleiro Negro, necessariamente. Mas isso é algo que podemos usar no futuro”. 

Contudo, quem já assistiu ao filme sabe que, na segunda cena pós-créditos, Dane Whitman encontra a Espada de Ébano e reluta em segurá-la, mas eventualmente chega a tocá-la. Nesse momento, ele escuta uma voz falando com ele e não sabemos quem é o interlocutor, mas com base na história do personagem nos quadrinhos, é provável que seja o fantasma de Sir Percival, vindo para alertá-lo sobre a Maldição de Sangue.

O filme deixa a entender que Dane irá tentar se tornar um herói, de alguma forma – talvez para resgatar Sersi, já que ela é raptada pelo Celestial Arishem ao fim. Ainda não sabemos, no entanto, se o personagem vai aparecer apenas em Eternos 2 – caso a continuação seja confirmada – ou se terá algum projeto solo, seja um filme nos cinemas ou até uma série no Disney+.

Eternos está em cartaz nos cinemas.

Abaixo, confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux