Capa da Publicação

Playstation 5: Tudo sobre o novo console da Sony

·
Por Raphael Martins

Fala-se cada vez mais sobre o PlayStation 5, novo videogame da Sony cujo visual ainda não foi mostrado em lugar nenhum, mas que já teve alguns segredos revelados por aí, seja por fontes oficiais ou não. Após quase sete anos de sucesso e competição acirrada com outros consoles desta geração, está chegando a hora do PlayStation 4 dar lugar ao seu sucessor.

Para saciar a curiosidade de quem mal pode esperar pela revelação do PS5 e quer saber tudo o que já foi confirmado ou está sendo considerado para o console, reunimos nessa matéria as informações mais importantes sobre ele até agora. A ideia é atualizá-la à medida que mais novidades forem surgindo, para manter vocês sempre atualizados sobre a vindoura nova máquina de ouro da Sony. Press Start!

Veja também:

Sony lança site oficial para o PlayStation 5

Preço do PlayStation 5 vai depender do Xbox Series X

Sony indica que tem sido fácil desenvolver para o PlayStation 5

Quando o Playstation 5 vai ser lançado?

O PlayStation 5 sai em 2020 e isso não é conjectura, é um fato. E embora a Sony não tenha dito exatamente o dia em que ele chegará às lojas, nós sabemos o mês: dezembro, bem a tempo para as festividades de natal, época mais comercial do ano.

O Console irá bater de frente com o Xbox Series X da Microsoft, iniciando uma nova guerra de consoles pelos corações e os bolsos dos apaixonados por games espalhados pelo mundo. Quem vencerá? Isso, meus amigos, só o tempo dirá, como sempre. Enquanto isso, fica a torcida para que possamos aproveitar bem essa nova geração que se aproxima e que tenhamos jogos tão memoráveis e divertidos quanto os desta era que está para terminar.

Especificações técnicas do PS5

Processadores AMD

A Sony já confirmou oficialmente que o PlayStation 5 terá sua CPU baseada na terceira geração de processadores Ryzen da AMD, com oito núcleos, assim como uma GPU baseada na linha Radeon Navi, também da AMD. O console também terá suporte à tecnologia de Ray Tracing, que nada mais é do que efeitos de luz, sombra e profundidade ainda mais realísticos. Tudo isso irá proporcionar games com resolução em 8k, rodando a 120 frames por segundo, uma melhoria absurda em relação ao que é visto nos consoles da geração atual.

Memória SSD

A CPU do sistema também irá permitir a reprodução de áudio 3D, prometendo uma imersão ainda maior que os melhores títulos do PS4, quer você esteja jogando com um headset potente ou simplesmente com o som que sai da sua TV. Dentro dele, também estará uma memória SSD de tamanho ainda não especificado, para diminuir ou até abolir o carregamento de seus jogos.

Falando em SSD, Mark Cerny, líder de arquitetura do PS5, chegou a demonstrar para membros da imprensa o game Marvel’s Spider-Man rodando com o SSD do novo console, e uma tela de carregamento que antes levava 15 segundos para terminar, levou apenas um segundo. É uma enorme diferença, e é só o começo.

Imagem meramente ilustrativa de como poderia der o PlayStation 5

Playstation VR, leitor de blu-ray e câmera

O PlayStation 5  será compatível com o PlayStation VR, óculos de realidade virtual criado para o PlayStation 4, mas é bastante provável que ele ganhe uma versão atualizada deste periférico para chamar de sua. A Sony chegou a patentear um novo óculos de RV, que funcionaria sem fios, teria uma bateria de oito horas de duração e tecnologia de rastreamento ocular, mas isso não quer dizer que esse aparato será de fato fabricado.

O console também contará com um leitor de filmes em Blu-ray com resolução em 4k, já substituindo mais um aparelho em sua casa.

Outra patente também indica que o PS5 pode ganhar uma nova versão da câmera já apresentada no PS4, com um poder de rastreamento de ambiente superior que tornaria sua jogatina sem controles nas mãos mais imersiva e mais precisa. Uma nova tecnologia de comando por voz também foi patenteada pela empresa, para que os jogadores possam realizar diversas funções do console e até pedir ajuda sobre como superar algum desafio sem precisar sair do jogo para isso, sendo respondido na mesma hora pelo próprio vídeo game.

Cloud gaming

O novo console também pode trabalhar com a tecnologia de cloud gaming, isto é, carregar jogos na nuvem e rodá-los com perfeição no aparelho. Em 2019, Sony e Microsoft firmaram um acordo comercial para trabalharem juntas e dividirem seus recursos para o desenvolvimento de sua própria tecnologia de jogos na nuvem, então é praticamente certo que a máquina terá essa função.

O processo de instalação de seus jogos também terá novidades, com os jogadores podendo escolher que parte dos jogos querem instalar e quais querem deixar de fora. Se um game tiver modos multiplayer e single player, por exemplo, você pode não instalar o modo multiplayer e ficar apenas com a boa e velha campanha, se assim o quiser. Essa liberdade de controlar o conteúdo que se quer experimentar pode inclusive poupar muito espaço para outros jogos serem instalados.

 

Não, esse não é o PlayStation 5… mas poderia ser

Controles do PS5

O controle da máquina, que deve se chamar mesmo Dual Shock 5, terá um visual semelhante ao da versão de PS4, mas com novas funções especiais. Ele pode possuir um microfone embutido, provavelmente para a nova tecnologia de comando de ajuda por voz, e um feedback tático para uma maior imersão nos jogos.

Os jogadores poderão sentir a tensão muscular e força necessários para se puxar e disparar um arco e flecha, por exemplo, através dos novos gatilhos superiores do controle, que poderão se adaptar ao ambiente presente dentro do jogo, ficando mais pesados à medida que o esforço do personagem é feito. Você poderá sentir da velocidade de um carro arrancando a cem por hora até o peso de um caminhão subindo uma ladeira, por exemplo.

Imagens da patente do Dual Shock 5: o controle do PS5 provavelmente será assim

Interface gráfica

A interface do PS5 poderá será muito similar à do PS4, de acordo com vazamentos postados em sites de tecnologia. Em uma dessas fotos, podemos ver uma grande barra horizontal de ícones, menus, aplicativos e títulos. A grande diferença mesmo é que cada uma dessas coisas teria um menu próprio, e não serão mostradas todas juntas como no PS4.

Uma outra imagem, vinda de uma fonte alternativa, mostrava ícones de aplicativos maiores e menus ligeiramente diferentes, que podem ter vindo diretamente de um dos kits de desenvolvimento do novo console. Deste modo, não há como saber ainda com certeza como a interface gráfica do console será, apenas que não vai ser muito diferente do que já conhecemos.

Suposta imagem da interface gráfica do PlayStation 5: similar ao que já conhecemos

Primeiros jogos para Playstation 5

O lançamento de um novo console só é bem sucedido e marcante quanto sua primeira remessa de jogos, e o PlayStation 5 não parece que vai decepcionar ninguém neste quesito. O misterioso Godfall, que foi apresentado ao mundo durante a The Game Awards do ano passado, foi o primeiro título anunciado já para a nova máquina da Sony.

The Elder Scrolls VI, a aguardadíssima sequência do sucesso de 2011 Skyrim, também deve aparecer já no PlayStation 5, uma vez que nem data de lançamento o jogo tem e é provável que seja lançado apenas quando o console já estiver sendo vendido nas lojas.

Outros títulos esperados para o aparelho são The Last of Us Part II, Watch Dogs: Legion, Rainbow Six: Quarentine, Starfield, Gods & Monsters e Cyberpunk 2077, que devem ganhar versões aprimoradas.

Retrocompatibilidade com PS4

Para a alegria de todos e felicidade geral da nação gamer, a Sony confirmou que o PlayStation 5 terá sim compatibilidade com os games lançados para o PlayStation 4, e não apenas através de mídia digital. De acordo com um artigo da revista Wired, o console tem uma arquitetura baseada na de seu sucessor, o que significa que jogos em mídia física do PS4 rodarão sem nenhum problema no PS5.

Não foi confirmado de forma oficial que o PlayStation 5 rodará jogos dos PlayStation 1, 2 e 3, mas isso não é algo impossível de acontecer. A Sony patenteou uma nova tecnologia que ela chamou de “remasterização por emulação”, o que poderia indicar que títulos dos primeiros consoles da linha PlayStation poderiam rodar na nova máquina através de um emulador oficial, que usaria filtros de alta resolução para deixar esses jogos com um aspecto superior ao que eram em sua forma clássica sem que a Sony precisasse trabalhar em remakes para eles.

Será possível jogar títulos do PS4 no PS5, tanto no formato digital quanto em mídia física

Qual o preço do PS5?

Agora vamos à parte mais importante: quanto o PlayStation 5 vai custar? Oficialmente, a Sony ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas tudo indica que ele não vai ser barato, para a surpresa de absolutamente ninguém. E isso também vale para os Estados Unidos e a Europa, que podem ter que meter a mão mais fundo no bolso desta vez.

Segundo o site de economia Bloomberg, o custo de fabricação do vídeo game no momento é de $450, o que pode encarecer o preço final do console para o consumidor. Para efeito de comparação, o PlayStation 4 custava aos cofres da Sony $381 para ser construído, chegando às lojas por $399.

Desta forma, é possível que o preço final do PS5 seja o de $470, cerca de R$2,065, sem contar os impostos, custo Brasil e outros fatores que sempre acabam dificultando ainda mais a vida dos gamers brasileiros. Ou seja: sua carteira vai chorar. E vai chorar muito.

Mais uma ideia de como o PlayStation 5 poderia se parecer

 

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Já fui um pouco de tudo: apresentador de TV, repórter, roteirista e hoje sou redator nesse noblário site. Gosto de longas caminhadas na praia, HQs, games, tokusatsu, cinema e filé com fritas. Você pode trocar uma ideia comigo e me ver reclamar da vida no Twitter @aqueleraphael