Capa da Publicação

11 personagens que já foram o Capitão América nos quadrinhos

Por Gabriel Mattos

Vingadores: Ultimato terminou com Steve Rogers abdicando do escudo de Capitão América. Agora, um novo protetor da liberdade vai surgir em Falcão e o Soldado Invernal, mas você sabia que isso já aconteceu diversas vezes nas páginas dos quadrinhos?

Além de John Walker e Sam Wilson, outros personagens já carregaram com orgulho o título de Capitão América. Seja na continuidade principal ou em universos alternativos, há sempre uma grande expectativa por trás de quem carrega o escudo. Hora de conhecer 11 personagens que já foram Capitão América nos quadrinhos.

Imagem de capa do item

Steve Rogers

Vamos começar com o clássico: Steve Rogers é o nome mais conhecido do Capitão América. O primeiro a assumir o escudo é fruto de experimentos do governo que transformaram um homem de princípios em um imbatível super-soldado.

Portando seu escudo de Vibranium, Steve lutou, junto de Bucky Barnes e dos Invasores, por seu país na Segunda Guerra Mundial, derrotando a ameaça nazista defendida pela Hidra e pelo Caveira Vermelha. Ele desapareceu por décadas após a guerra, presumidamente morto, mas enfim retornou nos dias atuais para liderar os Vingadores.

Imagem de capa do item

Isaiah Bradley

Nem todos os Capitães tiveram o direito a fama e prestígio. Isaiah Bradley, o primeiro Capitão América negro, foi resultado de experimentos do governo para replicar o soro do super-soldado de Steve Rogers. Dos mais de 300 homens negros que sofreram com testes em laboratórios, apenas Isaiah Bradley foi considerado um sucesso.

Ele tornou- se uma arma secreta do governo. Em uma missão, ele decidiu usar o uniforme e o escudo do Capitão América para aumentar suas chances de sobreviver. Ao contrário do que esperavam seus superiores, ele retornou com vida. Como recompensa, ele foi preso e torturado por muitos anos. Hoje, seu cérebro equivale ao de uma criança, completamente deteriorado após tantos experimentos antiéticos.

Imagem de capa do item

William Naslund

Quando Steve Rogers foi dado como morto, o presidente Truman achou de bom tom manter a lenda do Capitão América acessa. Logo ele decidiu nomear um novo soldado para carregar o manto e convocou William Naslund, que por muitos anos lutou na guerra sob o codinome Espírito de 76.

Ele foi crucial na missão de invasão a Berlim em 1945 que culminou na rendição da Alemanha nazista e na eventual morte de Hitler. Entretanto, o herói acabou morrendo enquanto tentava impedir uma tentativa de substituir o candidato à presidência John F. Kennedy por um androide.

Imagem de capa do item

Jeffrey Mace

Jeffrey Mace era um simples jornalista antes de lutar pela liberdade. Inspirado pela coragem de Steve Rogers, ele acabou se tornando o Patriota original (bem antes de Elijah Bradley).

Anos depois, Jeffrey encontrou William Naslund em seus momentos finais. Para honrar seu corajoso sacrifício, Jeffrey vestiu um uniforme reserva do Capitão América e concluiu a missão de seu antecessor. Depois disso, ele não atuou como Capitão América por muito tempo. Logo se aposentou e, muitos anos depois, acabou morrendo por um câncer.

Imagem de capa do item

John Walker

Depois do retorno de Steve Rogers, o antigo Capitão continuou alguns anos na ativa mas acabou desistindo do escudo por não acreditar mais nas intenções do governo americano. Quem assumiu o cargo foi John Walker, um fanático nacionalista que não media esforços para fazer as coisas do seu jeito.

Sua carreira como Capitão América ficou marcada pelo uso excessivo da violência e de maneiras escusas de cumprir seus objetivos. Acabou sendo demitido de seu cargo após perder o controle quando sua família foi morta por sua culpa. Acabou assumindo o título de Agente Americano, o qual carrega até hoje.

Imagem de capa do item

Bucky Barnes

Bucky foi o ajudante original do Capitão América e desapareceu junto com Steve Rogers em 1945. Ele se tornou o assassino Soldado Invernal, controlado mentalmente pela Hidra, e só retomou sua própria consciência anos depois. Com a morte de Steve Rogers no final de Guerra Civil, Bucky assumiu o manto de Capitão América para honrar seu amigo.

Seu passado trouxe a desconfiança de todos, especialmente de Clint Barton e do Falcão, e levou algum tempo até reconhecerem sua legitimidade como o novo Capitão. Ainda assim, ele foi crucial em eventos importantes da história da Marvel como a Invasão Secreta. Eventualmente Bucky devolveu o escudo para Steve Rogers quando descobriram um jeito de trazê-lo de volta.

Imagem de capa do item

Sam Wilson

Sam Wilson assumiu o manto de Capitão América quando Steve Rogers envelheceu após perder o soro de super-soldado. Ele precisou enfrentar uma série de preconceitos para se estabelecer como Capitão América e lutou ao lado de Misty Knight e Joaquín Torres, o novo Falcão, pelos cidadãos mais marginalizados pelo governo.

Suas ações sempre colocavam os interesses da população acima dos interesses do governo, o que fez com que alguns extremistas lhe batizassem de “Capitão Socialismo”. Mas ele provou os seus valores derrotando o regime neonazista da Hidra liderado pelo próprio Steve Rogers.

Imagem de capa do item

Carol Danvers

Em um canto do multiverso, Carol Danvers deixou o cargo de Capitã Marvel para assumir o escudo de Capitã América. Isso aconteceu em um dos contos de Venomverse: War Stories, uma antologia sobre as aventuras de diferentes heróis e seus simbiontes.

Carol é o alvo do Venom Rocket Racoon, que está em busca da recompensa que o Império Kree colocou pela cabeça da Capitã. Os dois se enfrentam em uma batalha mortal, apesar de conversarem como velhos amigos, mas o embate termina bruscamente quando Rocket é sugado para uma outra dimensão.

Imagem de capa do item

Danielle Cage

A filha de Luke Cage e Jessica Jones foi uma das Capitãs Américas mais incríveis que já vimos nos quadrinhos. Danielle Cage fez parte de uma formação especial dos Vingadores formada pelo Doutor Destino reunindo heróis de diferentes linhas do tempo em Ultron Eternamente para pôr um fim no novo império do androide.

Tendo herdado os poderes de ambos os pais, ela não precisa do escudo para se proteger. Danielle é o seu próprio escudo, graças a sua pele ultra resistente. Em sua linha do tempo original, combate ferrenhamente o Caveira Dourada, um vilão neoliberal que só pensa em dinheiro.

Imagem de capa do item

Peggy Carter

A Agente Carter sempre foi durona, mas no jogo Marvel Puzzle Quest ela acabou se tornando a própria Capitã América. A personagem ficou tão popular que ganhou sua própria história em Exiles #3, em 2018. Nessa versão, Steve Rogers morreu antes de se tornar um super-soldado e Howard Stark convence Peggy a tomar o seu lugar no programa militar.

Quando os Exilados fogem de uma realidade caótica, os heróis do multiverso acabam se deparando com a Capitã América prestes a iniciar sua investida final contra o Caveira Vermelha. Juntos, eles impedem que uma bomba atômica exploda sobre os céus de New York. Desde então, Peggy e sua ajudante, Becky, se juntam aos Exilados em suas missões interdimensionais.

Imagem de capa do item

Frank Castle

Até mesmo o letal Justiceiro já carregou o manto honrável do Capitão América. Pois é? Meio difícil de imaginar, considerando que ambos são quase que opostos morais, mas isso aconteceu em uma realidade alternativa. No mundo de What If? Age of Ultron #4, quando Steve Rogers foi encontrado no gelo, ele já estava morto. Assim, os Illuminati precisaram eleger um novo Capitão e eles obrigaram Frank Castle a vestir o manto.

Ele lutou para que ninguém mais precisasse perder a família da mesma forma brutal que ele, mas, na verdade, sua nomeação não passou de um esquema egoísta de Tony Stark. Castle era uma cobaia descartável. Assim que o público aceitou a ideia de um novo Capitão América, as Indústrias Stark transformaram o herói em uma marca, nomeando um Capitão América sob seu controle para cada estado americano.

Imagem de perfil
Gabriel Mattos

Editor, repórter correspondente de Wakanda, caçando Pokémon por onde eu vou! Sempre nas lives da Legião! • @gabeverse