Capa da Publicação

Spy x Family: As diferenças entre o episódio 5 e o mangá

Por Flávia Pedro

Atenção: Alerta de Spoilers!

Se você está acompanhando SPY x Family semanalmente, notou que este último episódio (o episódio 5) saiu um pouco do foco central da Operação Strix, mas nos mostrou mais da família Forger. Se você também lê o mangá, sabe que esse episódio não foi 100% filler, mas existem diferenças entre o mangá e o anime… Vamos te explicar mais sobre elas!

SPY x Family está sendo adaptado pelos estúdios CloverWorks Wit em uma coprodução e já podemos perceber como eles vem trabalhando bem transformando o mangá em animação. Já vimos que eles são ótimos em seguir à risca a obra original, como nos episódios 1 e 2, mas também vimos que ambos os estúdios têm a liberdade de inserir cenas inéditas, como no episódio 3.

Acrescentar cenas novas que não estavam presentes no mangá é algo arriscado, pois pode acabar atrapalhando o desenvolvimento dos personagens e o roteiro. Mas com Spy x Family isso não acontece, pelo contrário! As cenas extras adicionadas somam muito para o carisma da família principal e da trama.

O episódio 5 foi a prova perfeita disso. Ele adaptou apenas um capítulo do mangá — o capítulo 6 — que é mais curtinho, por isso o CloverWorks e Wit tiveram essa “licença poética” para acrescentar mais desenvolvimento ao enredo. A primeira diferença mostra a forma como a família Forger recebeu a notícia da reprovação de Anya à primeiro momento.

Loid e Yor após verem que Anya reprovou no teste de admissão do Colégio Eden

O mangá é muito direto e já nos mostra que os Forgers não conseguiram, mas o anime se preocupa em criar toda uma aura de nervosismo até chegarem ao Colégio Eden e verem o resultado. Gato preto passando, Anya pisando em “caca”, pressentimentos ruins… Tudo isso contribuiu para mostrar na prática como essa família estava nervosa e ansiosa para ver o resultado.

Seguindo a história deste capítulo, após ser a primeira na fila de espera, Anya é aprovada e Franky (o informante de Twilight) sugere que a garotinha seja recompensada com um presente e, relutante, Loid concorda. Porém, Anya decide que quer ser salva em um castelo, como uma princesa que vê no seu desenho preferido: Bondman! Assim, o agente Twilight se torna Loidman e entra em várias missões para chegar ao chefão Franky e salvar Anya.

Cena extra da família Forger momentos antes de chegarem ao castelo

É dentro desse contexto que as maiores mudanças em relação ao mangá acontecem. Já na ida até o castelo vemos cenas novas de interação entre Loid e Anya — muito fofa, diga-se de passagem — e o anime faz questão de mostrar que Yor está muito bêbada, sempre com sua bebida, provavelmente para se justificar com o público do porque a mulher não achou o que aconteceu esquisito.

O anime aproveitou também para acrescentar momentos onde Loid teve que mostrar que conhece Anya, afinal ela é sua filha, respondendo perguntas sobre a garota. Além disso, vemos mais sobre os agentes da WISE que foram convocados para fazer parte de todo o teatro de impedir “Loidman” de chegar até a “Peincesa Anya”.

Isso acrescentou muito à história que já estava bem estruturada no mangá. Não foi incômodo ou incompleto ler aquele capítulo, Tatsuya Endo por si só já deixou ele bem construído, mas a animação fez com que entendêssemos a dimensão do que realmente aconteceu enquanto Twilight alugava um castelo e salvava Anya. Além disso, nos rendeu muitos quadros fofos de Loid e sua filha!

Quadro do mangá onde Anya promete se esforçar na escola

A adaptação do mesmo quadro para o anime

Por fim, tivemos a cena de Loid e Anya na sacada assistindo a uma queima de fogos enquanto a garotinha promete que vai dar o seu melhor no colégio. Por mais que esse quadro da garotinha dizendo isso esteja no mangá, o anime completa tudo com mais delicadeza, nos mostrando que Twilight está cada vez mais deixando seu lado de agente secreto e se tornando cada vez mais o pai de Anya.

E você, percebeu essas mudanças do mangá pro anime? Sentiu cheirinho de filler ou entendeu que se tratava de uma adaptação mais completa? Tem gostado do que os estúdios vêm fazendo? Divide com a gente nos comentários!

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Flávia Pedro

Historiadora formada pela UFF e apaixonada por cultura japonesa, animes, mangás, filmes... Criadora de conteúdo no instagram Anime Dicria, viciada em café e leitora de fanfics ruins nas horas vagas. Instagram: fllavia_pedro