Capa da Publicação

Yennefer de Vengerberg: História, curiosidades e tudo sobre a personagem de The Witcher

Por Arthur Eloi

Quando se pensa em The Witcher, o primeiro rosto que vem à mente é, claro, de Geralt de Rivia (Henry Cavill). O bruxo é o principal nome da saga, e serve como os olhos do público, mas é um erro considerá-lo o único protagonista.

Seja nos livros de Andrzej Sapkowski ou na série da Netflix, é uma história tanto de Geralt quanto de Ciri e da feiticeira Yennefer de Vengerberg, cuja história contaremos aqui.

Origem nos contos

Assim como Ciri, a origem de Yennefer aconteceu antes de The Witcher virar uma saga de romances. Na década de 1980, Sapkowski criou esse universo em uma série de contos publicados na Fantastyka, revista polonesa de fantasia e ficção científica. Um dos destaques dessa fase é a história O Último Desejo, que dá nome à primeira coletânea de contos do bruxo. Na trama, Geralt precisa salvar Jaskier após o bardo ser vítima de um poderoso gênio da lâmpada. Para desfazer o pedido, ele busca ajuda de uma feiticeira local, marcante pelos seus cabelos negros e perfume de “lilás e groselha”.

A introdução de Yennefer é memorável pela forma que a feiticeira bate cabeças com Geralt, mas que deixa visível que há certo carinho e interesse entre os dois. Na conclusão de O Último Desejo, o bruxo pede para o gênio que os destinos do casal seja cruzado para sempre. É dessa forma que a personagem se torna fundamental para o universo de The Witcher, cuja trama principal ao longo de todos os romances e jogos é o carinho entre Geralt, Yennefer e Ciri em meio à guerra, violência e caos.

Mas esse carinho não vem de forma fácil e Sapkowski explorou isso muito bem nos contos. Um Fragmento de Gelo, incluso na coletânea A Espada do Destino, é inteiramente dedicado ao vai-e-vem amoroso de Geralt e Yennefer, especialmente com o bruxo entrando em conflito com Istredd, um poderoso colega da feiticeira que também tem um caso com ela. Entre ciúmes e porradas, o protagonista percebe que ficar ao lado de sua amada não será tarefa fácil, e isso se estende por toda a franquia.

Conto que apresentou Yennefer, “O Último Desejo” teve continuação em quest de The Witcher 3: Wild Hunt

Os dois brigam frequentemente mas, tanto pelo amor quanto pelo feitiço do gênio, sempre acham uma forma de se encontrarem. Não é à toa que uma das melhores missões de The Witcher 3: Wild Hunt é justamente a continuação direta de O Último Desejo (que, inclusive, reutiliza o nome do conto), onde Geralt e Yen tentam desfazer a amarração. Após tanto tempo ligados por algo sobrenatural, o jogador tem a opção de decidir seguir com esse romance naturalmente, ou dar um basta de uma vez por todas.

Feridas do Passado

É perceptível que Yennefer é uma das personagens que Andrzej Sapkowski mais gostou de criar. O autor realmente se esforça em apresentar uma mulher completa, com ampla personalidade, objetivos e desejos próprios e diferentes formas de demonstrar afeto, além de ter traumas muito particulares. Os livros apenas pincelam um passado trágico para Yen, mas a série da Netflix dedica mais tempo para realmente expandir esse aspecto além das páginas, cortesia da showrunner Lauren S. Hissrich, que corretamente identifica a personagem como um pilar da franquia.

Ao lado da showrunner Lauren S. Hissrich, Anya Chalotra ajudou a expandir passado de Yennefer na série da Netflix

Ao lado da atriz Anya Chalotra, Hissrich preparou episódios na primeira temporada que mergulham na origem de Yen como uma garota camponesa com deformidades. Mal tratada tanto pelo pai ausente quanto por uma mãe ressentida, ela é vendida por trocados para ingressar na academia de magia de Aretusa. Acontece que a reitora Tissaia de Vries, uma poderosa maga, enxerga o seu potencial mágico, e decide treinar a garota nas artes da bruxaria. O palpite não é errado, e Yennefer se torna uma das mais poderosas feiticeiras da escola, inclusive usando as próprias habilidades para transformar sua aparência – mas sacrificando muito de sua humanidade no processo, ganhando imortalidade mas perdendo a capacidade de ter filhos.

Enquanto há feiticeiras no universo de The Witcher que aceitam esse processo de esterilização sem maiores problemas, pelos vários benefícios místicos que traz, Yennefer fica ressentida, e esse complexo é algo que dá profundidade para a personagem nos livros, ora confiante em suas poderosas habilidades, ora magoada pelo o que foi sacrificado.

Além de sua enorme habilidade com magia, Yennefer também é altamente inteligente e afiada. Isso lhe garante a função de conselheira ao rei Demavend, de Aedirn, e também um lugar na Loja das Feiticeiras, o grupo secreto de todas as bruxas envolvidas em política no Continente.

Família adotiva

É importante saber dos traumas de Yennefer para entender como ela se aproxima de Ciri ao longo da história. Ao adquirir a função de proteger e desenvolver o imenso potencial mágico da garota, as duas criam uma linda relação maternal, com a feiticeira se identificando na capacidade sobrenatural, rebeldia e no passado trágico da garota. Com Geralt também não podendo ter filhos por conta de sua mutação de bruxo, ele e Yen criam uma família adotiva com Ciri, e o desejo de manter essa união é a força que os carrega em meio a todas as desgraças e dificuldades que encontram pelo caminho.

Na série da Netflix, Yennefer ainda não conheceu Ciri, mas isso mudará em breve. Fotos dos bastidores da segunda temporada já revelaram as duas reunidas, o que reforça a teoria de que o seriado deve avançar rapidamente pelos eventos de O Sangue dos Elfos, primeiro romance da franquia.

Isso significa que o programa deve mostrar um pouco de Ciri sendo treinada pelos bruxos de Kaer Morhen, mas depois seguir para a jornada da garota ao lado de Yennefer rumo ao templo da deusa Melitele, onde terá sua introdução à magia antes de ser enviada para Aretusa. É essa combinação das habilidades de bruxo e feiticeira que tornam Ciri tão especial, e isso vem tanto de seu pai quanto de sua mãe adotiva.

Anya Chalotra e Freya Allan no set de The Witcher

Sem data de estreia até o momento, a segunda temporada de The Witcher chega ao catálogo da Netflix no final de 2021. Henry Cavill retorna como Geralt de Rivi, Freya Allan volta como Ciri, e Yennefer de Vengerberg será novamente vivida por Anya Chalotra.

Veja todos os personagens confirmados para a segunda temporada de The Witcher:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117