Capa da Publicação

Viúva Negra: Explicada a resposta agressiva da Disney ao processo de Scarlett Johansson

Por Leo Gravena

O mundo do entretenimento foi bastante abalado quando Scarlett Johansson decidiu processar a Disney após a empresa não cumprir com seu contrato para o lançamento de Viúva Negra. Porém, a empresa deu uma resposta bem agressiva sobre a situação da atriz, dizendo que ela foi desrespeitosa com as vítimas da covid-19 e revelando seu salário.

Agora, segundo a Variety, a resposta se deu pelo fato de que a Disney não “recebeu a cortesia de ser avisada que um processo legal estava sendo preparado”.

Obviamente uma empresa não precisa saber que está prestes a ser processada por um funcionário, porém, parece que os grandes executivos da Disney ficaram chocados após a boa relação profissional que sempre tiveram com a atriz.

Para o representante de Scarlett, a Disney agiu de má fé ao tentar fazer a opinião pública acreditar que Johansson é insensível em relação à pandemia – pandemia que, aliás, foi usada pela empresa como justificativa para levar Viúva Negra aos cinemas no Disney+ e Premier Acess.

Scarlett Johansson em cena de Viúva Negra.

A ação judicial de violação de contrato movida por Johansson é a primeira vez que uma estrela de Hollywood leva um grande estúdio ao tribunal desde que as empresas começaram a adotar os lançamentos simultâneos no cinema e no streaming.

Rumores apontam que Kevin Feige não gostou nada do posicionamento da Disney. A ação pode ter incentivado Emma Stone a também processar a empresa. Por outro lado, Dwayne Johnson não parece interessado em uma disputa judicial pelo lucro de seu longa, Jungle Cruise, recém-lançado no Disney+ pelo Premier Access.

Viúva Negra estará disponível gratuitamente aos assinantes do Disney+ no dia 25 de agosto.

Relembre a jornada de Scarlett Johansson como Viúva Negra:

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."