Soldado Invernal: Ed Brubaker volta a comentar sobre seus problemas com a Marvel

Capa da Publicação

Soldado Invernal: Ed Brubaker volta a comentar sobre seus problemas com a Marvel

Por Gabriel Mattos

Quando Falcão e o Soldado Invernal chegou ao Disney+, muitos queriam saber a opinião dos criadores do personagem sobre a nova adaptação. Mas por incrível que pareça, Ed Brubaker não estava nada feliz com o lançamento. Surpreso que suas críticas às práticas do estúdio tiveram uma repercussão absurda, recentemente voltou a comentar sobre o assunto.

Entenda a treta

Na época, o quadrinista havia declarado que estava dividido com a estreia da mega série do Disney+, porque apesar de nutrir uma relação de muito carinho pelo personagem, ele sentia que nunca havia sido devidamente recompensado pelo lucro que o Soldado Invernal rendeu ao mercado audiovisual.

Ele chegou a declarar que não havia visto nenhum episódio de Falcão e o Soldado Invernal, mas em nova entrevista ao Hollywood Reporter, Brubaker confessou que deu uma chance ao programa:

“Sim, eu assisti,” contou ao repórter, “Eu tive pouco contato com o pessoal da Marvel desde que toda essa situação veio a público. Eu estava tentando entrar em contato com eles por trás das câmeras antes de falar qualquer coisa em público.”

Cocriador do personagem tenta não nutrir ressentimento

O que Brubaker tem a dizer?

Segundo o autor, suas declarações originais sobre o assunto não tinham um tom tão agressivo como foi reportado por muitos veículos. Ele admite que estava frustrado na ocasião, mas que tentava rir com sua falta de sorte.

“A única razão por eu ter falado qualquer coisa em público é porque eu estava sendo inundado por pessoas querendo a minha opinião sobre isso (a série) ou como eu me sentia. Eu comecei a pensar ‘Cara, eu acho que eu devia apenas ser honesto com como eu me sinto,’ que é ‘Eu sinto como se eles tivessem me sacaneado.’,” complementa em meio a risos, “Porque eles não eram donos de um estúdio de cinema quando eu escrevi aquela história.”

Brubaker continua recebendo e-mails pedindo novas declarações até os dias de hoje, que só confundem o roteirista, uma vez que ele não teceu nenhum novo comentário sobre o assunto desde o podcast, para não reacender essas discussões. Mas depois do resultado positivo da disputa legal de Scarlett Johansson, as chances de Brubaker conseguir uma recompensa financeira por suas criações se tornaram mais palpáveis.

“Até agora, eu não conversei com ninguém fora algumas pessoas dentro da Marvel,” afirmou, “Eu espero que isso tenha algum tipo de final feliz a essa altura, porque eu sinto que eles definitivamente entenderam a mensagem,” brinca.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Editor, repórter correspondente de Wakanda, caçando Pokémon por onde eu vou! Sempre nas lives da Legião! • @gabeverse