Shuma-Gorath: Tudo sobre o vilão de Doutor Estranho que deve aparecer em Multiverso da Loucura

Capa da Publicação

Shuma-Gorath: Tudo sobre o vilão de Doutor Estranho que deve aparecer em Multiverso da Loucura

Por Junno Sena

Desde o tentáculo saído de um portal interdimensional em What If…?, os fãs do Doutor Estranho têm esperado pela confirmação de Shuma-Gorath em seu segundo filme, Multiverso da Loucura. Tendo sido mencionado na Marvel pela primeira vez em 1972, no quadrinho Journey into Mistery #21, a criatura inspirada pelo mito lovecraftiano, Cthullu, ganhou maior fama com sua participação nos jogos da série Marvel vs. Capcom.

Agora, com o lançamento de Sem Volta para Casa e a cena pós-créditos/trailer da sequência de Doutor Estranho, o ser monstruoso parece estar próximo de fazer a sua estreia no Universo Cinematográfico da Marvel (MCU)

De Conan, o Bárbaro à Stephen, o Estranho

Com seu gigantesco olho e tentáculos assustadores, a entidade se tornou um dos vilões mais temidos dos quadrinhos do Doutor Estranho. Mas antes, como a boa criatura interdimensional que é, Shuma-Gorath deu as caras pela primeira vez em Conan, o Bárbaro, publicada em 1967. Nela, um feiticeiro à beira da morte amaldiçoou a humanidade invocando o monstro. Foi apenas em Marvel Premiere #9 que o personagem conheceu o seu rival Stephen Strange, o Mago Supremo.

Capa de Savage Avengers #12

Essa possibilidade da inserção da criação de Robert E. Howard no universo Marvel apenas foi possível após a aquisição de Conan pela editora. Governante de centenas de dimensões, na nova origem do personagem, Shuma-Gorath, junto de outras entidades antigas, veio à Terra há um milhão de anos no passado e governou os homens primitivos.

Em seu reinado, uma das criaturas criadas por ele, Quoggoth, se rebelou. A batalha não levou a destruição de nenhum dos personagens, mas fez com que Quoggoth fosse aprisionado em uma ilha que futuramente serviria de base para o Magneto, a Ilha M. Apenas Sise-Neg, um feiticeiro e viajante do tempo, foi capaz de banir Shuma-Gorath do reino da Terra. 

Desde então, ele apareceu em diversos momentos na cronologia da Marvel. Desde dominando a mente do Ancião e fazendo com que Stephen matasse o seu mentor até se aliar ao filho de Agatha Harkness, Nicholas Scratch, e enganar o Quarteto Fantástico a realizar um feitiço para invocar o demônio. 

O encontro do Quarteto Fantástico com Shuma-Gorath

Dentre alguns eventos importantes no universo Marvel, Shuma-Gorath já foi um problema para o grupo Invasores, quando Arnim Zola criou uma doença a partir da essência do monstro. Já no evento Infinito, quando Thanos invadiu Manhattan, Stephen foi obrigado a invocar uma pequena parte da entidade. Em outro momento, o vilão foi acidentalmente invocado por Stephen após o feiticeiro ressuscitar os habitantes de Las Vegas.

O feitiço causou uma ruptura na dimensão mágica, invocando diversos demônios e entidades, incluindo Shuma-Gorath. Agora, em um quadrinho especial do mercenário tagarela, o personagem teve um filho e estava preparando uma cerimônia para o seu retorno. Aparentemente, a criatura estava de olho em Deadpool para fazê-lo, mas o mercenário nunca o respondeu.

Deadpool sobre Shuma-Gorath

Uma das maiores ameaças da Marvel

“Shuma Gorath ligou […]”

Mesmo solicitando alguma ajuda de vez em quando, o demônio ancião tem um vasto poder sobrenatural. Sendo considerado um dos primeiros usuários de Magia do Caos, em sua dimensão nativa ele é indestrutível. Em embates contra ele, os nossos heróis apenas puderam bani-lo, logo não se sabe se Shuma-Gorath pode de fato ser morto.

Quando tratamos do seu tamanho, ele é muito similar ao Starro da DC Comics. Assim como a estrela-do-mar-alienígena, quanto maior os seus poderes, maior ele se torna. Ao ser invocado na Terra, a entidade toma uma forma menor, mas já foi confirmado que apenas sua aura e presença podem destruir múltiplas galáxias.

Se a presença do demônio não é suficiente em batalha, a principal habilidade de seu arsenal se torna a capacidade de se comunicar com outros seres, ultrapassando as barreiras dimensionais. Em presença física, a criatura utiliza seus tentáculos ou olho para lançar raios de energia mística. Com uma pele quase impenetrável, Shuma é vulnerável apenas a ataques mágicos.

Menos quando estamos falando do jogo Marvel v. Capcom. Shuma não é apenas um personagem jogável na trama, mas possui interações curiosas com outros personagens. Morrigan, por exemplo, diz que se sente atraída pelos tentáculos do demônio, fazendo alusão ao estereótipo de fetiche com tentáculos originado no Japão.

Enquanto isso, se as teorias dos tentáculos em What If…? estiverem certas, Shuma Gorath pode ter algumas fraquezas a mais no MCU. Mas, essa é apenas mais uma pergunta entre diversas outras que só serão respondidas com o lançamento de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, previsto para 2022.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ.