One Piece: Novo capítulo explica como funcionam as espadas amaldiçoadas de Zoro

Capa da Publicação

One Piece: Novo capítulo explica como funcionam as espadas amaldiçoadas de Zoro

Por Nick Narukame

Atenção: Alerta de Spoilers!

Roronoa Zoro é um dos personagens mais queridos da franquia One Piece. O espadachim dos Chapéu de Palha possui um passado tão intrigante quanto enigmático e, em capítulo recente do mangá, pudemos ver mais de sua trajetória inicial através de flashbacks do próprio Zoro enquanto ele tentava controlar a espada Enma, que parece ainda não tê-lo aceitado como mestre (via CBR).

Durante o capítulo #1033 da obra, Zoro está enfrentando um inimigo poderoso quando Enma começa a dificultar as coisas para o lado do rapaz. Durante a batalha, a espada começa a se descontrolar e seu oponente, King, o Incêndio, acaba conseguindo uma brecha para golpeá-lo várias vezes.

Por conta dos ataques do King, Zoro derruba as três espadas. Conforme ele vai reavendo elas, vai se lembrando de seu passado com as armas e acaba recordando uma memória importante do seu passado na Vila Shimotsuki.

Zoro entende que o velho de sua vila que lhe deu suas duas primeiras espadas era Shimotsuki Kozaburo, o lendário criador de espadas que fugiu do país Wano 50 anos atrás. Kozaburo era avô de Kuina, a melhor amiga de Zoro, e o ferreiro por trás de sua nova espada, Enma, que o velho diz ter batizado de “Grande Senhor do Inferno“.

Parte do flashback de Zoro no capítulo em questão

Kozaburo ainda fala sobre como as famosas lâminas amaldiçoadas de One Piece funcionam: as espadas nesse universo possuem uma personalidade própria e lâminas amaldiçoadas só receberam esse nome porque teriam sido usadas por espadachins fracos demais para elas. Esse diálogo faz Zoro entender o que Enma vem lhe pedindo e, assim, ele decide entregar todo o poder que a espada precisa, mesmo que isso custe sua vida.

No fim do capítulo, ao liberar seu fluxo de haki para a Enma, dá-se a entender que Zoro está começando a usar o Haki do Conquistador na arma, assim como Luffy está tentando fazer com seus golpes na batalha contra o Kaido. Isso fica mais claro quando King, observando o oponente, pergunta se ele está “tentando ser um Rei“.

No final, o espadachim concorda, mas não antes de se lembrar de sua história com Kuina e Luffy, complementando que tinha de cumprir uma promessa feita a sua melhor amiga e o seu capitão.

Zoro se refere a Luffy como seu melhor amigo

Sem dúvidas a evolução de Zoro como personagem é uma das mais tocantes e notórias da trama, ainda que essa possa não ter sido exatamente a história mais profunda e triste já apresentada pela história.

Mas e você? O que achou do capítulo #1033? Deixe sua opinião nos comentários!

Novos capítulos do mangá de One Piece são publicados gratuitamente toda semana no site da MangaPlus.

Veja mais de nosso conteúdo em:

Imagem de perfil
sobre o autor Nick Narukame

Graduada em Letras pela UFF, moradora do fim do mundo, escritora amadora e cosplayer sem talento. Dotada com o superpoder de fazer as piadas mais sem graça da face da terra. Se quiser alimentar, dê chocolate. || @narukamenick