Disney responde acusação de Scarlett Johansson sobre lançamento de Viúva Negra

Capa da Publicação

Disney responde acusação de Scarlett Johansson sobre lançamento de Viúva Negra

Por Evandro Lira

A Walt Disney Company respondeu publicamente a estrela de Viúva Negra, Scarlett Johansson, criticando a atriz por mostrar “desrespeito” pelas consequências da pandemia de COVID-19.

Nesta quinta-feira, mais cedo, foi noticiado que Scarlett Johansson abriu um processo contra a Disney por lançar Viúva Negra no streaming, trazendo assim prejuízo para seus ganhos com o filme.

Agora, horas depois, a Disney lançou um comunicado (via Variety), afirmando que a empresa cumpriu seu acordo com Johansson e criticando a postura da artista em meio à pandemia

“Não há mérito algum neste processo. É especialmente triste e angustiante o seu desrespeito implacável pelos terríveis e prolongados efeitos globais da pandemia COVID-19″, diz representantes da Disney.

Segundo a Disney, Scarlett Johansson já recebeu 20 milhões de dólares por seu trabalho e argumentou que o lançamento de Viúva Negra no Disney+ com o Premier Access significaria que a atriz e produtora teria uma compensação ainda maior em cima do valor que ela já recebera, sugerindo que Johansson será recompensada pelos lucros do Disney+. Apesar disso, não ficou claro se esses ganhos fazem parte do contrato original da estrela com o estúdio ou se faz parte de algum novo acordo entre eles.

Viúva Negra estabeleceu um recorde de bilheteria da pandemia, faturando 80 milhões dólares apenas com a estreia dos cinemas dos Estados Unidos, US $ 78 milhões no mercado estrangeiro e US $ 60 milhões no Disney+. No entanto, as vendas de ingressos caíram drasticamente nas semanas seguintes, o que tornou Viúva Negra o filme da Marvel Studios com a maior queda já registrada.

O advogado de Scarlett Johansson, John Berlinski, disse em comunicado à Variety:

“Não é segredo que a Disney está lançando filmes como Viúva Negra diretamente no Disney+ para aumentar o número de assinantes e, assim, aumentar o preço das ações da empresa – e que está se escondendo atrás da Covid-19 como pretexto para isso. Mas ignorar os contratos dos artistas responsáveis ​​pelo sucesso de seus filmes em prol dessa estratégia míope viola seus direitos e esperamos provar isso no tribunal. Este certamente não será o último caso em que um talento de Hollywood enfrenta a Disney, e o processo deixa claro que, independentemente do que a empresa possa fingir, tem a obrigação legal de honrar seus contratos.”

Por enquanto, o filme solo da Viúva Negra está em cartaz nos cinema e disponível no Disney+ pelo Premier Acess.

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Editor, bacharel em Cinema e Audiovisual, bruxo nascido trouxa, filho dos filhos do átomo, mestre dos quatro elementos, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira