Capa da Publicação

Viúva Negra: Filme tem a maior queda de bilheteria do Universo Cinematográfico da Marvel

Por Gus Fiaux

Lançado no dia 9 de julho, Viúva Negra é o mais novo filme do Universo Cinematográfico da Marvel, o que gerou grande antecipação dos fãs uma vez que a franquia havia dado uma pausa de um ano sem lançamentos por conta da pandemia do COVID-19. Em seu primeiro final de semana, o longa conquistou uma bela bilheteria, tanto nas salas de cinema quanto no Disney+. Contudo, agora a história mudou – e os donos das redes de exibição culpam a Disney!

Nos Estados Unidos, o filme havia feito US$ 80 milhões em seu primeiro final de semana. Porém, neste final de semana, a bilheteria caiu em torno de 67,5% – a maior queda registrada para qualquer filme do MCU. Na bilheteria doméstica, o filme fez cerca de US$ 26 milhões neste final de semana. Por conta disso, a Associação Nacional de Donos de Redes de Cinema soltou uma declaração, onde falou sobre a decisão por trás do lançamento:

“Apesar das afirmações de que essa estratégia de lançamento improvisada na pandemia é um sucesso para a Disney e para o modelo de lançamento simultâneo, isso demonstra que um lançamento exclusivo nos cinemas traz mais lucro para os acionistas em qualquer ciclo da vida de um filme. […] Isso ignora que o lucro do Premier Access não é dinheiro novo, mas sim algo que foi retirado de um modelo mais tradicional da janela de lançamentos de vídeo on demand, que agora não é mais uma opção. Combinado com o lucro perdido dos cinemas e o lucro esquecido do lançamento tradicional de PVOD, a resposta para essas questões vai mostrar que o lançamento simultâneo custa dinheiro para a Disney nos lucros por espectador, durante toda a vida do filme.”

Essa declaração foi liberada pela Variety e basicamente determina o seguinte: Se antes o público ia aos cinemas e, após alguns meses, alugava o filme através de serviços on demand, o modelo híbrido de lançamento faz com que poucas pessoas vão aos cinemas, mas o lucro do Premier Access não é muito superior ao lucro que o on demand costumava fazer. Isso explica, por exemplo, a queda absurda nas vendas de Viúva Negra.

Viúva Negra veio para que os fãs pudessem se despedir de Natasha Romanoff e conhecer Yelena Belova.

Não é de hoje que a NATO (a Associação Nacional de Donos das Redes de Cinemas dos EUA) entra em briga com os estúdios por adotarem o sistema de lançamento híbrido, já que isso fere os lucros das bilheterias. Contudo, nós não podemos nos esquecer que ainda estamos em um contexto de pandemia e as salas de cinema passaram muito tempo fechadas por serem um lugar com alto perigo de contágio.

Mesmo nos Estados Unidos, onde a vacinação da população está muito avançada, nem todos os cinemas voltaram a funcionar com normalidade total – e esse pode ser um dos motivos para a queda e a baixa na bilheteria de Viúva Negra. Por outro lado, a questão dos lançamentos híbridos certamente trará um impacto no lucro dessas produções e será algo que ainda vai dar muita dor de cabeça e guerra entre estúdios e donos de redes exibidoras.

Viúva Negra está disponível através do Premier Access do Disney+.

Abaixo, veja tudo o que você precisa saber sobre o Treinador:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux