Capa da Publicação

Batwoman: Entenda o retorno de Kate Kane na série

Por Gabriel Mattos

Na primeira temporada de Batwoman, Kate Kane assumiu o manto da vigilante mascarada anos após o desaparecimento de Bruce Wayne, seu primo. Interpretada por Ruby Rose, a heroína batalhou para impedir os esquemas de Alice, uma vilã insana que secretamente era sua irmã perdida. Mas quando finalmente temos alguma resolução na história, uma surpresa: Ruby Rose deixou o papel e Kate Kane desapareceu sem deixar vestígios.

Esse poderia ter sido o fim de uma das histórias mais poderosas do Arrowverse, mas a série perseverou. Novos caminhos foram seguidos, sem Kate Kane, e a trama conquistou novos públicos. Agora que os personagens superaram o desaparecimento de Kate Kane, é a hora perfeita para ela voltar. Com o anúncio de Wallis Day no papel da heroína, chegou a hora de entender o que esse retorno significa.

Por que a Batwoman sumiu?

Primeiramente, vamos entender o motivo para uma mudança tão drástica no direcionamento da série. Kate Kane desapareceu entre a troca de temporadas, pegando os fãs completamente de surpresa.

Desaparecimento de Kate Kane é foco da segunda temporada.

No final da primeira temporada, ela descobre que kryptonita pode perfurar seu traje e decide voar para National City para perguntar a Supergirl como destruí-la. Algo claramente dá errado, pois a segunda temporada começa com o avião de Kate caindo em uma praia de Gotham, completamente em chamas.

A troca de protagonismo não esteve nos planos iniciais da showrunner Caroline Dries, mas, com a chegada da pandemia de covid-19, os rumos da série precisaram ser revistos.

Os últimos episódios da primeira temporada precisaram ser gravados às pressas, o que deixou mais questões no ar do que se pretendia. A pandemia também adiou o início das gravações da segunda temporada, trazendo mais tempo para que Ruby Rose refletisse sobre o seu papel na série.

Papel de Batwoman foi muito importante para Ruby Rose

Fisicamente, ser a Batwoman cobrava muito da atriz. Durante a primeira temporada, Rose precisou de uma operação nas costas devido às cenas intensas de luta. Para não prejudicar o ritmo da série, ela acabou retornando bem mais cedo às gravações e seu corpo não aceitou muito bem sua decisão. “Acho que era a hora de parar para me recuperar antes de pensar em voltar”, admitiu em entrevista ao EW.

O atraso da nova temporada também fez com que as gravações colidissem com outros projetos da atriz. Em uma entrevista para o Jimmy Fallon, Rose comentou sobre as filmagens do filme A Protetora, o qual assumiu assim que abandonou a série.

Ao que tudo indica, a atriz saiu do programa com uma relação amistosa. Em conversa com a Warner, eles chegaram a conclusão que a série poderia se beneficiar de uma nova protagonista, o que levou às mudanças da segunda temporada.

“Nós concordamos mutuamente que Kate Kane, sua história e tudo mais… Nós tínhamos concluído o que prometemos (para a personagem). […] Eu senti que era a hora da série passar o manto para alguém novo já. Vão existir muitas versões da Batwoman e tenho orgulho disso […]” explicou Ruby Rose.

Ryan Wilder, a nova Batwoman

Ryan Wilder encontra o traje de Batwoman por acidente

Com o afastamento de Ruby Rose, uma nova personagem assumiu o manto de Batwoman — Ryan Wilder, interpretada por Javicia Leslie. Ela representava uma nova era para a vigilante, diferente de tudo que foi visto nos quadrinhos.

Ryan vinha de uma origem humilde. Sua jornada lhe expôs a problemas e traumas particulares que a forjaram em um tipo de heroína nada parecido com Kate Kane. Ela encarava tudo com um bom humor, mas sabia que representava muito mais do que si mesma. Como Batwoman, Ryan passou a lutar por todos aqueles que se viam oprimidos.

O surgimento de uma nova Batwoman claramente diferente levou a uma resistência geral, principalmente por aqueles que eram mais próximos de Kate. Luke Fox não queria confiar nessa estranha de jeito nenhum, enquanto Mary Hamilton conseguiu forjar um laço ainda mais próximo com Ryan.

Ryan aceita o fardo da heroína

Em entrevista a Variety, Caroline Dries comenta como essa primeira metade da temporada foi crucial para que esses personagens, antes tão dependentes de Kate, refletissem sobre suas motivações pessoais para combaterem o crime.

“A primeira metade [da temporada mostrou] nossos personagens torcendo, descobrindo que ela ainda poderia estar viva, tentando determinar onde ela poderia estar e depois percebendo ‘Ah não, ela está morta.’ Isso permitiu que eles fechassem esse capítulo para seguir em frente sem a sombra da Kate assombrando todos os seus pensamentos. Dá uma chance a bat-equipe de crescer e encontrar uma causa específica para eles.”

Esse momento de incerteza também influenciou diretamente Ryan e sua relação com o manto de Batwoman. No início, ela encara sua nova identidade como algo passageiro que teria um fim quando Kate retornasse. Quando fica evidente que Kate não vai retornar, Ryan começa a questionar que tipo de legado ela pretende deixar como Batwoman.

O legado tem um peso

“Essa é uma mulher que tudo de bom na sua vida foi tirado dela. E eu acho que, bem lá no fundo, ela sempre pensa que talvez o legado da Batwoman também seja tirado dela, mas ela percebe que não vai.”

Quando Dries chegou a conclusão de que os personagens já eram capazes de seguir sozinhos, ela soube que era o momento certo para Kate voltar. Assim, no fim do oitavo episódio, descobrimos que ela está viva e isso muda tudo.

O que aconteceu com Kate Kane nesse período?

No episódio mais recente da série, “Regra Nº 1”, desvendamos um pouco do misterioso paradeiro de Kate. Ryan e a bat-equipe chegaram à inevitável conclusão de que ela estava realmente morta e a notícia chegou aos ouvidos de Roman Sionis.

Para quem não conhece, Sionis não é apenas CEO da Janus Cosméticos, um empresário conhecido na alta sociedade de Gotham. Ele é o rosto por trás do vilão Máscara Negra, que esteve mantendo Kate presa em cativeiro por todo esse tempo.

Kate Kane sobreviveu ao atentado

Acontece que quando o avião de Kate caiu, ela se feriu gravemente. Seu rosto está completamente desfigurado sob faixas médicas. Inconsciente, ela foi sequestrada pelo Máscara Negra que a mantém presa no subterrâneo de Gotham desde então.

Não se sabem as verdadeiras intenções de Sionis com Kate, mas ele vai mexer bastante com a cabeça dela. O episódio termina com a Enigma, uma vilã filha do Charada e com a capacidade de hipnotizar pessoas, chegando na cela de Kate Kane. Ela é capaz de apagar e até alterar memórias, então é possível que quando ela reencontrar seus amigos, ela não seja mais a mesma pessoa. Esse pode ser o fim de Kate Kane que conhecemos.

Quem é a nova Kate Kane?

Com a saída de Ruby Rose no final da primeira temporada, o papel de Kate Kane ficou vago por um tempo até ser preenchido recentemente por Wallis Day. A atriz sonhava em ser a personagem há algum tempo, então quando a escalação foi anunciada houve uma verdadeira comoção.

“Super empolgada em finalmente anunciar que estou me juntando ao elenco de Batwoman. Tenho certeza que vocês conseguem imaginar o quanto isso significa para mim e o quão incrível tem sido trabalhar na série até agora. Todos fizeram eu me sentir muito bem vinda e é incrível estar de volta a minha família DC 🦇♥️” declarou Wallis em um tuíte.

Wallis Day é a nova Kate Kane

Entre seus papéis anteriores, o que mais se destaca foi a participação em outro projeto televisivo da DC Comics. Antes de Batwoman, ela viveu Nyssa-Vex na série Krypton. Ela também aparece nas séries A Realeza, Jekyll and Hyde e Casanova.

Em uma entrevista a TVLine, Dries explica que a Kate Kane de Wallis será ligeiramente diferente devido a todos os traumas que a personagem passou desde a queda de seu avião. “Wallis Day vai interpretar a nossa versão alterada de Kate Kane, e ela é uma atriz incrível. Estou muito animada para vocês verem a jornada que ela vai enfrentar.”

Como Ruby Rose avalia a substituição?

Mesmo que o rompimento abrupto de Ruby Rose com a série tenha levado alguns a imaginar alguma espécie de mal-estar nos bastidores da produção, a atriz sempre deixa bem claro o quão grata e satisfeita está com sua passagem pela série.

Ruby Rose aprova sua sucessora

Porém, quando a notícia de que sua personagem seria vivida por uma nova atriz veio à tona, o silêncio de Ruby Rose levou o público especular mais uma vez de que algo estava errado. Só que tudo não passou de um mal entendido, segundo a atriz:

“Lamento não ter dado os parabéns a Wallis Day ontem. Eu fiquei sabendo sobre o recast de antemão mas não sabia quando seria anunciado, então simplesmente não vi. Mas estou feliz por ela! Estou vendo algumas pessoas tristes ou se perguntando como me senti… Me sinto ótima, não tenho nada além de boas vibrações!”

Como isso muda a história?

O retorno de Kate Kane não interfere na atuação de Ryan Wilder como a Batwoman, garantiu a showrunner da série. Ryan tem suas próprias motivações para lutar pela justiça como a vigilante mascarada e, no momento, Kate precisa passar por uma longa jornada para se reconectar com o passado.

Ryan continua sendo a Batwoman

Sabemos que mudanças bruscas no emocional da personagem estão por vir, mas não temos ideia de quão profundas elas serão. O que podemos garantir é que boa parte dessa segunda metade da temporada será dedicada a contar a história de Kate, paralelamente aos acontecimentos principais da equipe Batwoman.

O Máscara Negra diz ter motivos pessoais para se vingar da Batwoman e tudo que ela representa, então é possível que vejamos o vilão antagonizando ambas as personagens. Alice havia decidido não matar sua irmã, mas uma reconciliação está ainda longe de acontecer. É bem provável que o retorno de Kate abale seu emocional aflorando seu lado mais psicótico.

Mas o mais interessante será acompanhar o eventual reencontro de Kate Kane e sua família. Eles tiveram bastante tempo para repensar sua relação com Kate após a suposta morte da personagem, principalmente seu pai. A volta de Kate forçaria Jacob Kane a encarar o fato que ele tentou matar sua filha em diversas ocasiões e talvez repensar seu jeito de encarar vigilantes.

Mary e Luke estão decidindo suas motivações

A confiança de Ryan em sua capacidade de continuar como a Batwoman será bastante afetada. Ela já sofre com síndrome de impostora, especialmente devido à enorme desconfiança que Luke Fox demonstrou de sua capacidade. Quando a Batwoman original voltar em cena, Ryan precisará de ajuda para reconhecer os acertos de sua trajetória como heroína.

Tudo está prestes a mudar com o retorno de Kate Kane a Batwoman. Para descobrir o futuro de seus personagens favoritos, não deixe de acompanhar os novos episódios na HBO.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Redator que joga mais Switch do que deveria e já leu todo o novo cânone de Star Wars, até os livros ruins. • @gabeverse