Vingadores: Ultimato apresentaria outros métodos de viagem no tempo, entenda

Capa da Publicação

Vingadores: Ultimato apresentaria outros métodos de viagem no tempo, entenda

Por Raphael Martins

Em Vingadores: Ultimato, os maiores heróis da Terra bolam juntos um plano para trazer de volta todos aqueles que morreram após a dizimação provocada por Thanos no filme anterior. Para isso, eles decidem viajar pelo tempo e pelo espaço coletando as seis Jóias do Infinito, para então usá-las em sua própria versão da manopla e reviver todos os que morreram.

Veja também:

Ator de Vingadores: Ultimato tem ideia interessante para filme com Capitão América

Fãs encontram grande erro de continuidade em cena de Vingadores: Ultimato

Diretores e roteiristas de Vingadores: Ultimato divulgam várias imagens dos bastidores

No filme, os heróis usam um equipamento criado por Tony Stark e Bruce Banner que pode mandá-los para diferentes épocas, mas durante a produção do filme, este foi apenas um dos métodos discutidos para fazer isso, havendo outras maneiras alternativas de implementar isso na história.

A companhia Perception, um laboratório de design que descreve seu trabalho como “um processo visionário do pensamento de ficção científica para arquitetar o futuro”, trabalhou junto à equipe criativa de Vingadores: Ultimato para criarem as leis da viagem no tempo do filme, e revelou recentemente outras maneiras pelas quais os personagens poderiam ter feito isso.

Em seu site, algumas variações de viagem no tempo no filme são discutidas e detalhadas. Uma delas é a de que o tempo seria um ser físico, algo que é familiar aos leitores dos quadrinhos. Em outra, são as almas dos heróis que viajam até seus corpos no passado, não havendo um deslocamento físico de seus corpos no tempo.

O site diz:

“O time da Perception estava focado nas mecânicas de como isso poderia funcionar, em como poderia se parecer e como poderia ser explicado. A Perception também ajudou os cineastas a explorarem ideias acerca de considerações científicas, conceitos baseados em tecnologia e potenciais influências narrativas.”

E aí, qual seu método de viagem no tempo preferido? Comentem!

Fique com uma de nossas lista sobre o filme aqui embaixo:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael