Capa da Publicação

Final de Rey em A Ascensão Skywalker já estava decidido desde o início

·
Por Raphael Martins

A nova trilogia de Star Wars, que teve seu início em O Despertar da Força, já veio e já foi, não passando incólume de críticas vindas dos fãs da saga. Algumas delas apontam, além de uma semelhança incômoda com a trilogia clássica, a aparente falta de planejamento entre um filme e outro.

O episódio 9 da cinessérie, Star Wars: A Ascensão Skywalker, também não escapou das críticas. Sendo este o final de uma história que começou a ser contada há mais de 40 anos, um certo nível de descontentamento já era esperado, mas a reação de uma parcela expressiva de fãs pela internet afora foi bem negativa, principalmente em relação ao fim do filme.

Veja também:

Roteirista de Star Wars diz que nunca reescreveu tanto um roteiro na vida

Livro de Star Wars: A Ascensão Skywalker revela detalhes do treinamento de Leia

Escritora do livro de Star Wars: A Ascensão Skywalker fala sobre decisão final de Rey

No final da aventura, Rey (Daisy Ridley), que foi revelada como sendo neta de Palpatine, renega o nome de sua família e adota o sobrenome Skywalker, algo que agradou a uns e foi fortemente rechaçado por outros. Mas de acordo com um livro sobre o filme, publicado recentemente, este não foi um caso de falta de comunicação entre diretores e roteiristas: tudo já estava decidido desde o começo.

No livro The Art of Star Wars: The Rise of Skywalker, Pablo Hidalgo, chefe do Lucasfilm Story Group, grupo que supervisiona os rumos que o novo cânone está tomando, falou sobre uma reunião tida com sua equipe em 2014, um ano e meio antes do lançamento de O Despertar da Força. Ele escreveu:

“Eu gosto da ideia de que ela seria nossa Skywalker, mas ela não era uma Skywalker. Então, para nossos propósitos, o ‘Skywalker’ é realmente uma metáfora. Não tem que ser algo que está diretamente ligado ao sangue.”

Pela declaração de Hidalgo, a ideia de que Rey tomaria o nome “Skywalker” era algo constante desde o princípio do projeto. O que dá ainda mais força a isso é o próprio roteiro do episódio 9 escrito por Colin Trevorrow, que dirigiria o filme antes de J.J. Abrams assumi-lo, onde Rey se tornava uma Skywalker no fim, apesar de não ser neta de Palpatine.

Não deixe de conferir nossa lista:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael