Matt Reeves compara The Batman com clássicos do cinema noir

Capa da Publicação

Matt Reeves compara The Batman com clássicos do cinema noir

Por Gus Fiaux

No ano que vem, The Batman chega aos cinemas, e o longa parece ser uma grande aposta do Universo Estendido da DC Comics, ignorando de vez a versão do personagem interpretada por Ben Affleck em Batman vs. Superman Liga da Justiça. Dessa vez, o diretor Matt Reeves vai conduzir o astro Robert Pattinson em uma trama situada nos primeiros dias do herói.

No entanto, o projeto de Reeves parece ser bem diferente de tudo que já vimos com o Cavaleiro das Trevas. O longa vai mergulhar na mitologia do herói, apresentando personagens clássicos como o Charada, o Pinguim e a Mulher-Gato, em um filme que deve se basear no cinema neonoir dos anos 70.

Veja mais notícias de The Batman:

Diretor de The Batman fala sobre a suspensão das filmagens devido à pandemia

Diretor de The Batman rasga elogios para Batman: O Retorno, de Tim Burton

Diretor de The Batman explica como o herói será no filme

Em uma recente entrevista ao The New York Times, o cineasta falou sobre sua meta em relação ao Cavaleiro das Trevas no cinema. De acordo com ele, a Warner Bros. o apoia plenamente em sua nova visão para o personagem. Reeves também deixou claro que não queria fazer apenas mais um filme qualquer do Batman, mas sim algo inovador e único:

“É claro que essas coisas precisam ser minadas de uma forma que esses estúdios e companhias possam fazer dinheiro. Você nunca sabe quando as pessoas que são donas dessas propriedades intelectuais vão estar abertas à sua visão. Mas se elas não estivessem, eu não estaria fazendo ‘The Batman’. Eu falei: ‘Veja, tivemos ótimos filmes do Batman e eu não quero fazer apenas um filme do Batman’.”

Logo em seguida, o cineasta falou um pouco sobre como quer que o filme seja muito emocional e que tenha uma grande carga pessoal. Para ele, a meta foi evocar o mesmo sentimento de alguns clássicos do cinema noir dos anos 70, como Chinatown, protagonizado por Jack Nicholson (que curiosamente já viveu o Coringa nos cinemas):

“Eu queria fazer algo com altas apostas emocionais. A minha ambição era para que [o filme] fosse incrivelmente pessoal, usando as metáforas daquele mundo. Parece realmente um retorno aos filmes que eu cresci vendo dos anos 70, como ‘Klute, o Passado Condena’ ou ‘Chinatown’. Eu não estou dizendo que estamos conseguindo fazer algo do tipo. Esses filmes são obras-primas. Mas essa era a minha ambição.”

Comparar com esses filmes certamente levanta ainda mais a expectativa para o longa. Pelo visto, Matt Reeves está realmente entregando uma visão muito particular e pessoal do Cavaleiro das Trevas – motivo pelo qual ele passou tanto tempo reescrevendo o roteiro até entregar uma versão definitiva. E o resultado devemos ver no ano que vem…

Abaixo, veja os 10 melhores veículos e Batmóveis do Batman nos cinemas:

The Batman está previsto para junho de 2021. 

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux