Capa da Publicação

Liga da Justiça: Ray Fisher, o Ciborgue, crítica Joss Whedon

·
Por Raphael Martins

Ray Fisher, que interpretou o Ciborgue em Liga da Justiça, sempre foi um dos maiores defensores de Zack Snyder e do lançamento de sua versão do filme, fazendo coro aos muitos fãs da internet que pediam pelo mesmo. E após meses de campanhas online e ações em eventos, sua dedicação foi recompensada pela Warner Bros., que garantiu o lançamento do filme na plataforma HBO Max.

Veja também:

Liga da Justiça: Fã traduz inscrições misteriosas do teaser do Snyder Cut

Ator que interpreta Darkseid reage ao teaser do Snyder Cut de Liga da Justiça

Liga da Justiça: Artista divulga novas imagens conceituais do Ciborgue

Após uma grande perda pessoal, Zack Snyder precisou se retirar do projeto, sendo substituído por Joss Whedon (Vingadores: Era de Ultron), que com o aval da própria Warner, mudou radicalmente o tom e a trama do filme. Na época do lançamento, Ray Fisher apoiou o diretor, algo do qual hoje ele diz se arrepender.

Em uma postagem feita em seu Twitter, Fisher publicou um vídeo feito na San Diego Comic-Con de 2017, onde defende Joss Whedon e sua visão do filme, mas diz que gostaria de não tê-lo feito:

“Gostaria de dedicar um momento para retirar fortemente cada palavra desta declaração.”

No vídeo, Fisher diz que “Joss é um ótimo cara e Zack escolheu uma boa pessoa para vir e terminar tudo por ele”. Ao retirar estas palavras, ele implica que Joss Whedon no mínimo não é um cara tão legal assim e que Snyder não escolheu uma boa pessoa para terminar seu trabalho, além de deixar claro que não gosta nada da versão de Liga da Justiça que foi aos cinemas.

Liga da Justiça, a versão de Zack Snyder, ainda não tem data para chegar ao HBO Max.

Confira nossa sobre o “Snyder Cut” aqui embaixo:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael