Capa da Publicação

Lanterna Verde revela um grande segredo para o Batman em nova HQ

·
Por Evandro Lira

A DC Comics é famosa por ter uma variedade de heróis e vilões que, por mais distantes da nossa realidade que pareçam, são reais o suficiente para que enxerguemos sua humanidade. É o caso, por exemplo, de Hal Jordan e Bruce Wayne, que com as alcunhas de Lanterna Verde e Batman inspiraram inúmeros fãs ao redor do mundo.

Veja também:

Nova HQ do Lanterna Verde confirma morte de um dos membros da tropa

DC confirma que nova Lanterna Verde é parte do cânone da editora

Lanterna Verde: Hal Jordan pode morrer em nova HQ da DC

Porém, para a nossa surpresa, descobrimos que além de inspirar toda uma comunidade de fãs, um herói é capaz de inspirar o outro na ficção. Com o lançamento de Green Lantern 80th Anniversary 100-Page Spectacular, em celebração aos 80 anos do Lanterna Verde, é possível ver de que maneira o Batman acabou inspirando o seu colega da Liga da Justiça.

Uma das histórias do especial começa com Hal Jordan aterrissando em algum tipo de planeta alienígena desconhecido. Lá, ele percebe que seu anel está com os níveis de energia chegando a zero por cento, o que o deixa com tempo para enviar apenas três mensagens. A primeira mensagem vai para a Tropa dos Lanternas Verdes, na esperança de que eles possam localizá-lo. A segunda vai para Carol Ferris, a quem ele agradece pelo anos de amor e companheirismo.

Mas é na terceira mensagem que se encontra a surpresa. Ela é direcionada a ninguém menos que o Batman. Nela, Hal Jordan revela que sempre teve inveja de Bruce devido à sua inteligência.

“Quando nos encontramos com o resto da Liga pela primeira vez, você estava lá, quieto. Mas sempre que você dizia algo, todos ouviam. Isso porque você é muito inteligente. Eu gostaria de ser tão inteligente quanto você. Em vez disso, há algo em mim que me diz que tenho que me provar o tempo todo. Como se eu não fosse bom o suficiente para usar este anel. Você não precisa de um anel. Eu sempre tive inveja disso.”

Hal termina agradecendo ao amigo por ele ter lhe ensinado algo valioso:

“Você se transformou no homem que você é, e às vezes eu sinto que peguei um atalho. Sem você, eu provavelmente já estaria morto, ou pior… eu ainda estaria sobre influência de Parallax. Você me fez enfrentar minhas falhas, meus medos. Obrigado por me ensinar humildade, Bruce.”

No final da história, Hal percebe que sua vida não estava por um fio como ele imaginava e se mostra um pouco envergonhado com a mensagem que enviou a Bruce.

De qualquer forma, não deixa de ser um momento realmente comovente. Com isso, a DC prova mais uma vez os contrastes humanos entre seus “deuses” e reconhece o papel do Batman sobre outros heróis da editora.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira