Capa da Publicação

Julgamento de Johnny Depp revela mais fatos bizarros das brigas com Amber Heard

Por Raphael Martins

Depois de três dias de meio de interrogatório, chegou ao fim o testemunho de Johnny Depp em seu julgamento de difamação contra o tabloide inglês The Sun, que foi processado pelo autor por retratá-lo como um “espancador de mulheres” e escancarar seu relacionamento tempestuoso com a ex-mulher, a também atriz Amber Heard. Com o andar carruagem, alguns detalhes bizarros sobre a conduta do casal acabaram sendo expostos.

Veja também:

Revelado mais um fato bizarro da briga entre Johnny Depp e Amber Heard

Interrogatório de Johnny Depp revela mensagens pesadas trocadas entre o ator e Paul Bettany

Johnny Depp inicia julgamento de difamação e alega ter sido agredido por Amber Heard

 

O julgamento revelou ao público vários fatos bizarros e estarrecedores envolvendo o casal, e acaba de revelar mais um. De acordo com o site The Hollywood Reporter, que anda cobrindo de perto o processo, Depp teria revelado que a “gota d’água” do relacionamento entre o casal se deu quando, segundo ele, a atriz teria defecado em sua cama.

Ao juiz, ele teria dito que achou a atitude “um final estranhamente apropriado para esse relacionamento.”

O incidente teria acontecido em 2016, após a festa de aniversário de 30 anos de Heard, comemorada na cobertura do casal em Los Angeles. A atriz culpou um de seus cães pelo acontecido, mas Depp estava convencido de que o autor da “brincadeira” havia sido uma pessoa.

“Aquilo não foi deixado ali por um cachorro de um ou dois quilos. Eu estava convencido de que havia sido ou a própria senhora Heard ou uma de suas amigas as responsáveis por deixarem fezes humanas na cama.”

Durante o julgamento, Depp também disse que tentou terminar as coisas com ela em um tom conciliatório, mas que havia mudado de postura após Amber Heard espalhar que ele a havia espancado e jogado uma garrafa de vinho em direção a ela, sendo então perseguido pela mídia sensacionalista:

“Eu fui, se o senhor me perdoa a analogia, de Cinderela a Quasímodo em 0.6 segundos, e fiquei sem voz.”

Próximo ao fim de seu testemunho, Depp foi indagado por seu advogado sobre exames médicos datados de 2014 que se referiam a histórico de “abuso de substâncias”, que incluíam vício em cocaína, de Amber Heard. Ele frisou que a atriz sofria de ansiedade, insegurança e ciúmes, tendo “severos acessos de raiva e fúria”. 

Além disso, um áudio no qual Johnny Depp implorava para Amber o cortar com uma faca acabou vazando. Nele, Heard pede para que Depp largue a faca, mas ele se recusa (Via: Metro UK).

Amber Heard será ouvida pelo tribunal na semana que vem.

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael