Capa da Publicação

John Boyega critica forma que Disney tratou personagens em Star Wars

Por Gus Fiaux

A mais recente trilogia de filmes da franquia Star Wars – que é composta por O Despertar da Força, Os Últimos Jedi A Ascensão Skywalker – foi muito controversa e divisiva, atraindo uma nova geração de fãs e afastando os mais antigos. No entanto, uma crítica que se mantém sobre os filmes é a forma como personagens diversos foram tratados.

Abaixo, veja mais notícias envolvendo Star Wars:

Star Wars: Presidente da Lucasfilm fala sobre futuro da franquia

Star Wars: Produtor revela vários detalhes de jogo cancelado da franquia

Arte de Star Wars: A Ascensão Skywalker detalha sabre de luz da Princesa Leia

Em uma entrevista cedida ao GQ, o astro John Boyega, que interpreta Finn nos filmes da nova trilogia, falou um pouco a respeito de sua experiência com a Disney e ele não poupa o estúdio de críticas. Durante a conversa, Boyega disse que se sentiu péssimo com a representação de personagens diversos e minoritários na saga:

“Você se envolve em projetos e não necessariamente você vai gostar de tudo. [Mas] o que eu diria para a Disney é: não traga um personagem negro e o venda como se ele fosse muito mais importante para a franquia do que ele realmente é e então o deixe de lado. Não é legal. É algo que vou dizer na lata”.

Boyega continuou, relatando como os roteiristas e produtores não sabiam o que fazer com personagens que não fossem brancos. Ele cita a si mesmo de exemplo, bem como Kelly Marie Tran, que interpretou Rose em Os Últimos Jedi, recebendo críticas e ataques dos fãs, antes de ter seu papel diminuído em A Ascensão Skywalker:

“Vocês sabiam o que fazer com todas essas pessoas, mas quando se trata de Kelly Marie Tran, quando se trata de John Boyega, vocês não sabiam de nada. Então o que querem que eu diga? Eles querem que eu diga: ‘Eu adorei ser parte disso. Foi uma ótima experiência…’ Não, não e não. Eu falarei isso quando for uma ótima experiência. Eles deram toda uma nuance para o Adam Driver e para a Daisy Ridley. Vamos ser honestos. Daisy sabe disso. Adam sabe disso. Todo mundo sabe. Eu não estou expondo nada”.

Para piorar, Boyega diz que se sente como o único membro do elenco cuja experiência foi inteiramente baseada na cor de sua pele, como se tivesse sido contratado apenas para isso. No entanto, ele foi a única pessoa que teve que lidar com ameaças de morte e fãs preparando boicotes:

“Eu sou o único membro do elenco que teve sua única experiência da saga baseada na raça… Um processo assim te deixa revoltado. Faz com que você fique muito mais militante. É algo que te muda, porque você percebe: ‘Eu tive essa oportunidade mas estou em uma indústria que nem sequer está pronta para mim’. Ninguém mais no elenco teve gente dizendo que iria boicotar o filme porque [eles estavam no filme]. Ninguém teve que lidar com a avalanche de ameaças de morte enviadas no Instagram e nas redes sociais, com gente dizendo: ‘Preto isso e preto aquilo e você não devia ser um Stormtrooper’. Ninguém mais teve essa experiência. Mas ainda assim, as pessoas estão surpresas que estou agindo assim. Essa é a minha frustração”.

Para finalizar, Boyega explicou sua mudança de postura em relação à franquia após o encerramento da nova trilogia. Ele disse que, às vezes, é necessário revoltar-se contra os responsáveis por essas decisões, já que essa é a única forma de realizar as mudanças necessárias na indústria:

“Às vezes, você precisa ficar bravo. Você precisa dizer o que está na sua cabeça. Às vezes, você não tem tempo o bastante para só jogar o jogo.”

John Boyega não é a primeira pessoa que critica a Disney pela falta de cuidado na representação e na diversidade da franquia. A nova trilogia de Star Wars se vendeu inteiramente na presença de personagens diversos e de novas figuras, mas cedeu rapidamente à pressão de uma minoria vocal de fãs que realizou boicotes e enviou ameaças de morte ao elenco. O resultado disso foi A Ascensão Skywalker, considerado por muitos como um dos piores filmes da franquia.

Abaixo, veja a ordem ideal para assistir aos filmes de Star Wars:

Star Wars: Episódios VII-IX estão disponíveis em DVD, Blu-Ray e mídias digitais.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux