Capa da Publicação

James Gunn esclarece rumores de que faria um filme +18 de Scooby-Doo

Por Raphael Martins

Em 2020, a turma do Scooby-Doo voltará aos cinemas na animação SCOOB!, que mostrará, entre outras coisas, como Salsicha e Scooby se conheceram. Mas se não fosse o sucesso do filme com atores feito em 2002, que tinha Sarah Michelle Gellar e Freddie Prinze Jr. no elenco e ajudou a tornar a franquia popular de novo, talvez ele não tivesse acontecido.

Veja também:

Na época, houve boatos de que James Gunn, que foi o roteirista do filme, tinha a intenção de que ele fosse para maiores de 18 anos, cheio de piadas sujas e situações pesadas. Agora, dezoito anos depois, ele vem a público esclarecer essa história.

Em seu Twitter, Gunn disse que, de fato, a primeira classificação dada ao filme foi para maiores de 18 anos, mas isso foi por conta de um mero engano:

“Isso seria um #LiberemAVersãoDeGosnell, já que Raja Gosnell era o diretor (e um cara muito legal). Sim, a primeira classificação era para maiores, mas só porque uma piada idiota tinha sido mal interpretada pelo MPAA (Associação de Cinema da América).”

Em um outro tweet, o diretor de Guardiões da Galáxia revela que o Scooby-Doo de 2002 deveria ter sido para maiores de 13 anos, mas que eles tiveram problemas quanto a isso:

“O filme originalmente deveria ter sido para maiores de 13 anos, mas foi reduzido para censura livre depois que três pais ficaram irados em uma exibição teste em Sacramento. O estúdio decidiu seguir uma rota mais amigável. Linguagem, piadas e situações sexuais foram removidas, incluindo um beijo entre Velma e Daphne. Decotes foram apagados por computação gráfica. Mas felizmente, as piadas de peido permaneceram.”

James Gunn diz ainda que ficou bastante chateado com isso na época, mas que hoje, sendo uma pessoa diferente, isso já não o incomoda mais:

“Na época, eu pensei que mudar a classificação era um erro. Eu sentia que muitos dos adolescentes que foram ver o primeiro filme não tiveram o que queriam (e não voltaram para a sequência). Mas hoje eu já não sei. Muitas crianças amaram aqueles filme, o que é muito legal. E só para constar, eu duvido que um daqueles cortes antigos ainda exista.”

James Gunn sempre prezou pelo humor mais ácido e escrachado em suas produções, inclusive no game Lollipop Chainsaw, lançado para o PlayStation 3. Só nos resta imaginar como teria sido o filme original.

Veja as novas imagens do novo filme na nossa galeria:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael