Capa da Publicação

Fortnite: Apple responde ao processo movido pela Epic Games

Por Raphael Martins

Há alguns dias, os milhões de jogadores de Fortnite espalhados pelo mundo tiveram que lidar com uma bomba: a Epic Games, desenvolvedora do jogo, anunciou publicamente que estava processando a Apple, após a empresa banir Fornite de suas lojas virtuais. Agora, a Apple respondeu.

Veja também:

Epic Games, de Fortnite, processa a Google pelas mesmas práticas da Apple

Fortnite: Epic Games sofre mais restrições após briga com a Apple

Fortnite terá skin do vilão Arraia Negra, veja o trailer

Tudo isso aconteceu após uma manobra ousada da Epic Games, que passou a permitir que os jogadores comprassem diretamente com a empresa, o que eliminaria a “taxa” de 30% da App Store sobre as transações. Isso enfureceu a empresa e as duas declararam guerra aberta uma a outra. Logo em seguida, a Google fez o mesmo, entrando na batalha judicial contra a Epic.

Agora essa guerra acaba de ganhar mais um capítulo. Em uma declaração oficial divulgada pela Apple (via CBR), a gigante da tecnologia disse que deseja manter a Epic Games como parte de seu programa de desenvolvimento e continuar tendo seus aplicativos e jogos em seus produtos. Contudo, eles enfatizaram que “não farão exceções”.

O comunicado à imprensa diz:

“O problema que a Epic criou para si mesma pode ser facilmente remediado se eles desenvolverem uma atualização para seus aplicativos que os revertem para obedecerem às diretrizes com as quais concordaram e que se aplicam a todos os desenvolvedores. Nós não faremos uma exceção para a Epic porque não achamos correto colocar seus interesses comerciais acima das diretrizes que protegem nossos clientes.”

Até o momento, a Epic Games não apresentou um contra-argumento ao comunicado feito pela Apple.

Não deixe de conferir nossa lista sobre Fortnite:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael