Capa da Publicação

Diretor de Esquadrão Suicida nega rumores sobre cenas não usadas do Coringa

Por Raphael Martins

David Ayer, o diretor de Esquadrão Suicida, sempre deixou claro que sua visão final para o filme precisou ser totalmente modificada graças à interferências dos executivos da própria Warner Bros., que temiam que as críticas feitas ao clima sombrio e realista de Batman Vs Superman também fossem dirigidas ao filme.

Veja também:

Jogo do Esquadrão Suicida e do Batman podem estar em desenvolvimento

Diretor de Esquadrão Suicida esclarece teoria envolvendo Arlequina e Coringa

O Esquadrão Suicida: James Gunn fala sobre título do novo filme

O diretor também falou por diversas vezes que o Coringa interpretado pro Jared Leto foi o elemento do filme que mais sofreu com essas mudanças, dizendo que sua participação havia sido drasticamente alterada, e seu tempo de tela, reduzido, embora ele nunca tenha dito quanto tempo ele realmente teria no filme.

Esta semana, Ayer negou um rumor sobre a quantidade de minutos não usados do personagem no filme, ao interagir com um fã no Twitter. Sua resposta foi breve, mas decisiva:

“Ouvi pelo Grape Vine que que o Coringa tem 39 minutos adicionais em Esquadrão Suicida. Vou tomar qualquer sinal como uma confirmação.”

 

“Grape Vine está errado”

Em entrevistas anteriores, David Ayer já havia dito que há mais de 10 minutos de cenas do Coringa que não foram para a versão final do filme, o que é bem longe de 39 minutos. Esta foi apenas mais uma das mudanças feitas em Esquadrão Suicida, que originalmente incluiria mais cenas com Katana e um romance entre Arlequina e Pistoleiro.

Confira nossa lista sobre o novo filme do Esquadrão Suicida:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael