Capa da Publicação

Esquadrão Suicida: Diretor explica por que a Warner exigiu a morte do El Diablo

Por Gus Fiaux

Esquadrão Suicida pode ter dividido a opinião dos fãs, mas há vários personagens ali que conquistaram nossos corações. Além da Arlequina, que se tornou um ícone da cultura pop e ganhou seu próprio spin-off, também tivemos o El Diablo (interpretado por Jay Hernandez), um incendiário com uma trágica história de origem que passa por uma redenção e se sacrifica para salvar a equipe. Agora, David Ayer, diretor do filme, explicou que a Warner exigiu a morte do personagem.

Abaixo, veja mais notícias de Esquadrão Suicida:

Esquadrão Suicida: Diretor revela que nunca houve versão +18 do filme

Atriz de Esquadrão Suicida achou que o Ayercut tinha sido anunciado

Esquadrão Suicida: David Ayer dá mais detalhes sobre sua versão do filme

Em seu Twitter, o diretor David Ayer revelou que, em sua versão original do filme, El Diablo não seria morto. Isso fez com que muitos fãs questionassem os motivos da Warner Bros. em matá-lo na versão cinematográfica do longa. Ayer explicou que o personagem precisava morrer por ter matado sua própria família:

“O argumento é que ele matou sua família, então precisava morrer. Era isso ou então toda a subtrama da família dele teria sido cortada. Às vezes, é um sacrifício para proteger [o filme] de um resultado ainda pior.”

Para muitos, a morte de El Diablo anula toda a jornada de redenção do personagem, e é um dos sacrifícios mais desimportantes e desnecessários do filme. Por outro lado, faz sentido que, em um filme PG-13, a Warner Bros. realmente tenha querido seguir uma “moral” bem estrita.

Enquanto isso, conheça os membros do novo filme da equipe:

Esquadrão Suicida está disponível em DVD, Blu-Ray e mídias digitais. Já O Esquadrão Suicida será lançado em agosto de 2021.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux