Diretor de Shang-Chi explica porque se juntou ao Universo Cinematográfico da Marvel

Capa da Publicação

Diretor de Shang-Chi explica porque se juntou ao Universo Cinematográfico da Marvel

Por Gus Fiaux

No ano que vem, a Marvel Studios nos apresentará a um novo herói em Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis. Mais do que isso, o filme promete mergulhar profundamente na cultura asiática, com um elenco majoritariamente chinês. O longa vai apresentar o Mestre do Kung-Fu em um torneio, enquanto o Mandarim surge como o grande vilão da trama.

Em uma entrevista ao The Hollywood Reporter, o diretor Destin Daniel Cretton falou a respeito do motivo pelo qual decidiu se juntar ao Universo Cinematográfico da Marvel. De acordo com ele, foi um “privilégio” ser chamado para dirigir o filme de um herói no qual pode se enxergar:

“Eu cresci sem ter um super-herói no qual me enxergava. Eu orbitava ao redor do Homem-Aranha quando era criança, principalmente porque ele tinha uma máscara cobrindo seu rosto, então podia me imaginar por baixo da máscara. Eu adoraria dar ao meu filho um super-herói para se inspirar. Eu me sinto bem privilegiado por fazer parte dessa história.”

Já não é a primeira vez que Cretton fala sobre como está feliz em trabalhar no filme do Shang-Chi. O diretor preza muito pela representatividade que o longa pode trazer no cinema, especialmente quando se fala em atingir públicos mais jovens e crianças asiáticas.

Veja mais notícias de Shang-Chi:

Diretor de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis indica mudança no Mandarim

Marvel quer que 98% do elenco de Shang-Chi seja asiático

Criador do Thanos diz ter mais comunicação com Marvel no filme do Shang-Chi do que teve em Vingadores

Confira algumas imagens de Viúva Negra, o próximo lançamento do MCU:

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis chega aos cinemas em fevereiro de 2021.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux