Capa da Publicação

DC revela o que aconteceria se o Coringa matasse o Batman

Por Gus Fiaux

Coringa é um dos vilões mais icônicos dos quadrinhos, e sua rivalidade com o Batman já transformou a vida do Homem-Morcego em um verdadeiro inferno. Em 2020, o personagem está comemorando seus 80 anos nas HQs, e a DC Comics lançou uma edição especial para celebrar esse aniversário, contendo várias histórias curtas envolvendo o Príncipe Palhaço do Crime.

Abaixo, veja mais notícias envolvendo o Coringa:

Nova HQ da DC revela plano de tortura mais sádico do Coringa

Revelada origem de Punchline, a nova namorada do Coringa

The Batman será uma trilogia e apresentará novo Coringa, diz site

Em uma delas, chamada “Kill the Batman”, vamos até um universo alternativo onde o vilão finalmente triunfou: O Coringa mata o Batman, o que conta como uma grande vitória para o personagem. Após o falecimento, Alfred Pennyworth conta para Lois Lane, do Profeta Diário, que o Batman era Bruce Wayne, para que todos possam saber sua identidade e homenageá-lo uma última vez.

Com a notícia à solta, o povo de Gotham City decide fazer um funeral público para o Cavaleiro das Trevas, e o Coringa decide dar seu golpe final. Ele veste um colete cheio de explosivos e parte para a multidão, pronto para detonar tudo e levar consigo o máximo possível de pessoas – no entanto, ao chegar ao local, ele percebe que todos estão sorridentes e estão tentando honrar o legado de Bruce, se tornando pessoas melhores. E a partir daí, o Coringa toma uma decisão bem… curiosa.

O vilão decide abandonar sua vida de crime – o que não significa que ele não iria continuar causando tragédia na vida das pessoas. Ele passa a trabalhar no Departamento de Trânsito de Gotham City, (uma espécie de DETRAN da cidade fictícia), e ali faz de tudo para importunar, especialmente atrasando pessoas com burocracia e papelada. Bem peculiar, não é mesmo?

Abaixo, veja 10 vezes que o Coringa quase derrotou o Batman nos quadrinhos:

Joker 80th Anniversary Special está à venda nas bancas norte-americanas, sem previsão de lançamento no Brasil.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux