Capa da Publicação

Charlize Theron e Tom Hardy admitem conflitos nas filmagens de Mad Max

Por Matheus Takahashi

Mad Max: a Estrada da Fúria é, provavelmente, o melhor filme de sua franquia, reinventando sua história e conquistando a graça dos fãs e da crítica – inclusive roubando a cena na cerimônia do Oscar de 2016. Mas, como muitas produções de filme, nada é perfeito nos bastidores, e os protagonistas do filme, Tom Hardy e Charlize Theron, admitiram que haviam conflitos entre si durante as filmagens.

Saiba mais sobre cinema:

Diretor de Kingsman quase fez um filme do Superman com Charlie Cox

Missão: Impossível 7 pode ter filmagens na Itália canceladas

Johnny Depp deve retornar para novo filme de Piratas do Caribe

Em entrevista para uma reportagem especial do The New York Times sobre o filme, os intérpretes de Max e Furiosa admitiram que o clima não era muito amistoso nos bastidores do filme, que, em parte, era culpa da direção de George Miller, que tinha grandes ambições com o filme – e, supõe-se, que foram alcançadas.

Tom Hardy dá a sua versão da história:

“Por causa dos detalhes que tínhamos que processar e por conta do tão pouco controle que tínhamos em cada nova situação, e do quão rápidos eram os takes – alguns eram trechos da história que fariam parte da versão final do filme -, tínhamos que agir rápido, e isso era bem desgastante. Tínhamos que acreditar que a causa maior estava sendo desenvolvida em conjunto.

Em uma reflexão, acho que estava fora de mim na maior parte do tempo. A pressão sobre nós era esmagadora. O que ela [Charlize] precisava, talvez, era um parceiro melhor de minha parte. Isso é algo que não dá pra fingir. Gosto de pensar que, agora que sou mais velho e feio, eu poderia superar essa situação.”

A atriz Charlize Theron também contou detalhes sobre as filmagens, de seu ponto de vista:

“Em retrospectiva, acho que não tive grande empatia para realmente entender o que deveríamos ter sentido ao seguir o legado de Mel Gibson. Isso é assustador! Acredito que tenha sido por conta do meu próprio medo que estávamos nos isolando para nos proteger ao invés de conversar e falar um para o outro ‘Isso é amedrontador para você, e também é para mim. Vamos ser melhores um com o outro’. De uma maneira estranha, estávamos agindo como nossos personagens: tudo era uma questão de sobrevivência.”

Em suma, os dois atores estavam bastante pressionados nas filmagens de Mad Max, e a pressão fez com que ambos tivessem que tomar grande foco em suas filmagens, e acabaram não se relacionando, socialmente, entre si.

Felizmente, isso não impediu que o filme viesse a ser um grande sucesso, mas, na maioria dos casos, não é algo que termina com um final feliz. Isso demonstra que uma melhor interação entre colegas de trabalho pode trazer grandes resultados, além de aliviar a pressão.

Aproveite e veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Matheus Takahashi

Geógrafo. Amante da cultura geek/nerd, mas ama mesmo super-heróis, jogos de luta e futebol. Conversa fácil sobre (quase) qualquer coisa

IG: t1takahashi TT: takamatheus