Capa da Publicação

Artefato importante das HQs da Marvel quase apareceu em Capitão América: Guerra Civil

Por Raphael Martins

Capitão América: Guerra Civil, terceiro filme do sentinela da liberdade, adaptou livremente o arco dos quadrinhos de mesmo nome para os cinemas, mas com uma grande diferença: nas telonas, o Soldado Invernal e o Barão Zemo tem uma enorme importância no grande esquema das coisas.

Veja também

Antigo membro dos Vingadores morre (novamente) em nova HQ

Ex-roteirista da Marvel fala sobre formação alternativa dos Fabulosos Vingadores

Arte impressionante mostra o “velho Rogers” de Vingadores: Ultimato

No filme, Zemo (Daniel Brühl) usa um pequeno caderno vermelho para controlar a mente de Bucky Barnes (Sebastian Stan), que contém palavras-chave usadas pela Hidra para fazer com que o Soldado Invernal obedecesse a qualquer comando. Assim, ele poderia usar o herói para colocar os Vingadores uns contra os outros.

Mas as coisas poderiam ter sido diferentes. Na faixa de comentários contida no Blu-Ray de Guerra Civil, os irmãos Russo revelam que, nas primeiras versões do roteiro, Zemo usaria um antigo artefato de poder dos quadrinhos da Marvel para controlar Bucky. Trata-se da Coroa da Serpente, que tem fortes ligações com Namor, o príncipe submarino.

Nas HQs, a Coroa da Serpente foi o motivo pelo qual Namor sumiu do mundo da superfície depois da Segunda Guerra Mundial, onde lutou pela humanidade. Após ter a mente controlada por ela, ele esqueceu de quem era, acreditando ser apenas um andarilho sem lembranças de seu passado. Ele só foi se lembrar de sua identidade após um encontro com o Tocha Humana, que o jogou na água e reativou suas memórias.

O uso da Coroa da Serpente talvez não fosse de fato uma ideia tão boa para o contexto no qual Guerra Civil estava inserido, mas se tivesse sido apresentada no filme, poderia pavimentar o caminho para uma aparição de Namor em um futuro mais próximo.

Confira também nossa lista sobre quem poderia viver Namor nos cinemas:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael