Capa da Publicação

Atriz de Harry Potter fala sobre os perigos da cultura de fãs

Por Evandro Lira

Harry Potter é uma das maiores franquias da cultura pop. Seus livros são um verdadeiro fenômeno no mundo inteiro desde a década de 90 e resultaram em um arsenal de filmes de sucesso, parques temáticos e muito mais. Tudo isso, é claro, se dá principalmente pela enorme paixão dos fãs, uma das maiores e mais ativas comunidades até os dias de hoje. No entanto, há quem veja um lado negativo nessa história.

Abaixo, veja mais notícias relacionadas a Harry Potter e o Mundo Bruxo:

Conheça as 8 escolas de magia do Mundo Bruxo de Harry Potter

Tom Felton, de Harry Potter, diz que não foi escolhido para a Sonserina

Animais Fantásticos 3 será mais parecido com o primeiro, garante ator

A atriz Evanna Lynch, conhecida por interpretar a personagem Luna Lovegood nos quatro últimos filmes de Harry Potter, refletiu sobre o lado “perigoso” da cultura de fãs. Durante sua participação no podcast Talking Tastebuds, Lynch conta que experimentou os dois lados da moeda, um enquanto fã da franquia de J.K. Rowling e o outro enquanto membro do elenco da saga.

“Eu era realmente uma fã obsessiva de Harry Potter”, explicou Lynch. “Comecei a lê-los quando tinha cerca de oito anos, e essa era apenas a minha identidade por um tempo. É muito embaraçoso… pois descobri que toda a cultura de fãs é um pouco prejudicial. Você sabe que é obcecado por porque quando conheci Daniel [Radcliffe], Emma [Watson] e Rupert [Grint], eu meio que sabia tudo sobre eles. Eu sabia o nome dos animais de estimação, os aniversários, os nomes dos pais e eu tive que fingir que não.”

A atriz reflete que ser fã é algo que faz sentido na adolescência, fase onde todos estão a caminho de descobrir sua própria identidade. Porém, ela admite que hoje enxerga a situação com outros olhos.

“Ser fã obsessivo é meio que empoderador quando você é adolescente, porque é uma fase onde se é tão inseguro, onde você está tentando se encontrar. Você vê essas outras pessoas, seus ídolos, e elas parecem ótimas, incríveis e piedosas. Mas hoje realmente não acho saudável. Eu penso que a cultura de fãs é meio perigosa e você pode se perder nela.”

Lynch também detalhou sua experiência pessoal enquanto atriz, revelando que ela não se sente confortável quando fãs assumem que eles são “melhores amigos”.

É claro que a fala de Evanna Lynch não representa todos os fãs e nem mesmo todos os fãs de Harry Potter. Apesar disso, não deixa de ser uma observação válida acerca da toxicidade das comunidades de fãs mundo afora, que quase sempre são prejudiciais para muitas pessoas, seja elas fãs ou ídolos.

Qual sua opinião sobre o tema? Deixe seu comentário!

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Editor, bacharel em Cinema e Audiovisual, bruxo nascido trouxa, filho dos filhos do átomo, mestre dos quatro elementos, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira