Capa da Publicação

Todd Phillips afirma que Coringa é “filme anti-quadrinhos”

Por Evandro Lira

Há alguns meses, o cineasta Martin Scorsese criou uma polêmica no mundo do entretenimento ao dizer que os filmes da Marvel Studios não são cinema de verdade. E apesar de ter tido resposta de vários artistas que trabalham nesses filmes, o cineasta também recebeu apoio de alguns de seus colegas de profissão, mais recentemente, inclusive, do diretor de Coringa, Todd Phillips.

Recentemente, Scorsese e Phillips participaram da mesa redonda de diretores do The Hollywood Reporter, onde os comentários do diretor de O Irlandês vieram à tona. Phillips disse entendia o que Scorsese queria dizer, especialmente depois de ter passado pelo processo de criação de Coringa, da Warner Bros.

“Marty foi recebido com certo calor pelo o que ele disse, mas eu entendo completamente”, falou Phillips. “Nós lutamos muito para fazer Coringa, o que parece engraçado porque ele existe no mundo dos super-heróis, mas na verdade não é um desses filmes. Passamos um ano na Warner Bros., e eu via e-mails, literalmente, onde eles diziam: ‘Ele percebe que vendemos pijamas de Coringa na Target?’, e eu disse: “Os filmes não chegaram primeiro e os pijamas depois? Os pijamas estão ditando os filmes?” Passeios em parques temáticos. Pijamas. Copos. Seja o que for que você esteja vendendo por de trás dos filmes, você não pode tomar suas decisões com base nisso.”

Phillips descreveu como foi difícil se adaptar ao sistema da Warner Bros. para tornar Coringa algo concreto, revelando como ele enxerga o filme estrelado por Joaquin Phoenix em comparação com as outras adaptações de quadrinhos.

“Sim, um por um. O problema na Warner era que os regimes mudavam com tanta frequência”, disse Phillips. “Você finalmente coloca todo mundo a bordo e de repente todos se vão e agora você está começando de novo. E quando você começa de novo, às vezes as pessoas não gostam de herdar coisas de outras pessoas. Mas, felizmente, o chefe de marketing, Blair Rich, realmente defendeu, entendeu que era um filme anti-histórias em quadrinhos, por assim dizer. E, para ser sincero sobre a Warner, é um movimento ousado para um estúdio.”

Todd Phillips rebeceu muitas críticas favoráveis pela seu trabalho em Coringa, tendo sido inclusive indicado ao Globo de Ouro de Melhor Diretor.

O que você pensa sobre o comentário de Phillips? Concorda que Coringa é um filme anti-quadrinhos? Deixe seu comentário!

Leia mais:

Martin Scorsese diz que nunca foi chamado para fazer um filme da Marvel

Todd Phillips diz que Arthur Fleck pode não ser o Coringa

Diretor de Coringa explica como cena do banheiro foi improvisada no último minuto

Na galeria abaixo, fique com cartazes do filme:

(via ComicBook)

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Editor, bacharel em Cinema e Audiovisual, bruxo nascido trouxa, filho dos filhos do átomo, mestre dos quatro elementos, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira