Capa da Publicação

Diretor de Coringa explica como cena do banheiro foi improvisada no último minuto

Por Leo Gravena

O diretor de Coringa, Todd Phillips, e o protagonista do filme, Joaquin Phoenix, improvisaram a, agora icônica, cena do banheiro do filme, na qual Arthur Fleck, após ter atirado em três jovens empresários, se esconde em um banheiro e começa a dançar, em uma cena que evoca o nascimento do Coringa. 

No roteiro, o personagem iria descartar a arma do assassinato antes de limpar seu rosto para que ninguém o identificasse. Em um dos extras liberados do filme, Phillips e Phoenix falam sobre como a cena final foi parar no filme.

“Tínhamos um roteiro no qual Arthur corre para o banheiro e ele tem que se livrar da arma que ele recebeu porque agora é evidência, então ele tira uma grade do banheiro e esconde a arma lá. E então ele meio que limpa seu rosto, a maquiagem de seu rosto e todas as coisas. Quando chegamos no banheiro aquele dia, era apenas eu e o Joaquin e estávamos parados lá, dizendo ‘devíamos colocar isso na grade?’ Começamos a falar sobre, ‘O Arthur se importa com a evidencia? E o Arthur sabe o bastante para fazer isso? Ele viu isso em um filme? Porque está na linguagem dele fazer isso?'”

Phoenix relembra o momento dizendo que “foi um momento definitivo para tanto o personagem, mas também para a dinâmica entre eu e Todd, de trabalharmos juntos”.

Depois de uma hora conversando, os dois ainda não sabiam o que fazer. Segundo Phoenix, ele disse para o diretor“Parece quase como uma dança, mas sem grandes movimentos. Um tipo de movimento, mas não sei o que é”. Ao ouvir a música de Hildur Gudnadottir, Phoenix começou a dançar e então o diretor teve a ideia de mudar a cena, mostrando Arthur dançando e se descobrindo.

Veja mais sobre Coringa:

Lista de pré-finalistas ao Oscar inclui Coringa e Vingadores: Ultimato, confira

Coringa é indicado para mais uma premiação importante

Coringa é indicado aos quatro maiores prêmios do Globo de Ouro!

Na galeria abaixo, fique com cartazes do filme:

 

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."