Capa da Publicação

Roteirista explica porque Kylo Ren voltou a usar seu capacete em Star Wars: A Ascensão Skywalker

·
Por Evandro Lira

Star Wars: A Ascensão Skywalker tem sido discutido arduamente desde que chegou aos cinemas no meio de dezembro. E uma das principais críticas tecidas ao filme parte da acusação de que as mentes por trás da obra escolheram ignorar os eventos do capítulo anterior, Star Wars: Os Últimos Jedi, porque este foi mal recebido por uma parcela dos fãs.

No entanto, para uma entrevista ao The Wrap, o roteirista Chris Terrio rejeita essa ideia e afirma que suas decisões para o novo filme nunca estiveram ligadas às reações ao longa de Rian Johson.

Terrio diz que a decisão de retornar com o capacete de Kylo Ren, por exemplo, não foi para “voltar para O Despertar da Força”, mas sim fazer uma metáfora ligada a Kylo. Segundo ele, as rachaduras vermelhas no capacete foram feitas para significar que Kylo é uma “pessoa quebrada”.

“Kylo diz ‘mate o passado’, mas lembre-se, é o vilão que está articulando isso’, disse Terrio.“‘Matar o passado’ não é a voz do filme. É o que diziam muitos ditadores. Eu sinto que, embora Kylo Ren esteja sempre dizendo ‘Mate o passado’, esse é o ponto cego dele. Ele não quer encarar o passado. Ele não quer encarar o que fez. Ele não quer trair o legado de sua origem ao se juntar ao Lado Negro. Eu acho inclusive que Rian Johson provavelmente discordaria da ideia de que ‘Mate o passado’ é a voz do diretor. Eu acho que você não escreve personagens dessa maneira ou numa espécie de meta-conversa com outro filme.”

Terrio foi mais claro ao afirmar que a reação dos fãs a Os Últimos Jedi não moldou sua maneira de fazer A Ascensão Skywalker.

“Assim como qualquer pessoa teria uma discussão sobre o que deveria ter acontecido, o que eles gostaram, o que não gostaram, os criadores do próximo filme passam pela mesma coisa. É claro que ouvimos a reação dos fãs, mas o objetivo deste filme não foi juntar todas as opiniões dos fãs e, em seguida, votar no que deveria acontecer. Fomos em uma direção em que JJ pensou que poderia ser um final realmente surpreendente e satisfatório.”

O que você achou das declarações de Terrio? Deixe seu comentário!

Veja  também:

Roteirista de Star Wars: A Ascensão Skywalker fala sobre Rose ter menos tempo de tela

Diretor de Podres de Ricos quer fazer uma série da Rose, de Star Wars, no Disney+

J.J. Abrams fala sobre problemas na produção de Star Wars: A Ascensão Skywalker

Na galeria abaixo, fique com imagens do filme:

Star Wars: A Ascensão Skywalker está em cartaz nos cinemas.

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira