Capa da Publicação

A saga dos Skywalker acabou. E agora?

Por Raphael Martins

Quarenta e dois anos e nove filmes depois, a saga da lendária família Skywalker chegou ao fim. Star Wars: A Ascensão Skywalker terminou a história “principal” da cinessérie mais famosa do mundo, encerrando de vez a lenda de Luke, Leia, Han, Rey e os outros. Independente se agradou os fãs ou não, se a bilheteria irá superar os longas anteriores ou não, já era: acabou.

Ou será que não? Como a própria saga nos mostrou ao longo de décadas, final nunca é final. Star Wars já voltou outras vezes com novas aventuras e isso tornará a se repetir nas salas de cinema… mas não do jeito que a maioria das pessoas pensa.

A saga Skywalker: uma história termina para outra começar

Por duas vezes, Star Wars terminou nos cinemas, e em ambas, a história continuou fora deles. A galáxia criada por George Lucas é vasta, sendo habitada por milhares de personagens, cada um com um passado, presente e futuro. Quando as telonas não recebiam nenhum filme novo, era o universo expandido que mantinha a história viva.

Mas a Disney não pagou $4 bilhões para comprar a franquia visando terminar por aí. A Ascensão Skywalker está vendo vendido como o final de uma saga dentro daquele universo, mas em nenhum momento disseram que este seria o último filme. Muito pelo contrário: vem mais coisa por aí, em todas as frentes.

No cinema, há uma nova trilogia a caminho, que será tocada por Rian Johnson, diretor de Os Últimos Jedi. É bem verdade que nada é dito sobre este projeto desde 2017, quando a dita trilogia foi anunciada em meio ao hype pelo oitavo episódio, mas o próprio Johnson já se pronunciou confirmando que os filmes vão acontecer. Sobre o que eles serão, não se sabe.

Além de uma nova trilogia, a Lucasfilm também confirmou um filme produzido por Kevin Feige, o nome por trás do sucesso do Marvel Studios, que ditou toda uma nova tendência em Hollywood após o universo compartilhado da Marvel ter dado tão certo. Mas como era de se esperar, nenhum detalhe sobre isso é conhecido. Para muitos fãs, resta apenas a esperança (uma palavra forte para um adorador de Star Wars) de que em algum momento, o game Knights of the Old Republic seja abordado de alguma maneira.

Apesar de todo o mistério em torno deles e da incerteza sobre quando verão a luz do dia, esses projetos tem uma coisa em comum: nenhum deles terá a ver com a família Skywalker. Isso já é passado. Certamente eles podem até ser mencionados, já que mudaram o destino da galáxia para sempre, mas mesmo que algum deles apareça, as novas histórias não serão mais sobre eles. Este caso já está encerrado.

Kevin Feige, o chefão do Marvel Studios, comandará um dos novos filmes da saga no futuro

Além do cinema, Star Wars também atacará nas telinhas da TV. Na verdade, esse ataque já começou, na forma de The Mandalorian, a primeira série de TV com atores baseada neste universo, produzida pela plataforma Disney+.

A segunda temporada do seriado já foi confirmada, com estréia prevista para o final do ano que vem. Mas ela não será a única produção para as telinhas da saga por muito tempo: uma série abordando os anos de exílio de Obi-Wan Kenobi em Tatooine também está em estágio de pré-produção, trazendo de volta o ator Ewan McGregor ao papel do mestre Jedi.

Há ainda um terceiro projeto, ainda sem título, que focará em Cassian Andor e no dróide K2SO, de Rogue One: Uma História Star Wars. Essa série quase foi cancelada antes mesmo de começar, mas a Disney garante que ela acontecerá e que mostrará a dupla de rebeldes nas mais perigosas missões.

Em uma entrevista, Bob Iger, presidente da Disney, falou que ainda mais séries estão sendo desenvolvidas e até que essas séries podem acabar virando filmes, então nenhuma possibilidade deve ser descartada.

Obi-Wan Kenobi retornará em breve no Disney+

Outra boa fonte de histórias para Star Wars longe das telas são os games. Certamente que eles apareciam de forma mais abundante na época de ouro da Lucasarts, que geralmente acertava em cheio na hora de fazer jogos baseados na saga, mas embora sejam produzidos em um número vertiginosamente menor hoje, sua importância para a lore não deve ser descartada.

Uma prova disso é o game Star Wars – Jedi: Fallen Order, que coloca os jogadores na pele de Cal Kestis, padawan sobrevivente da Ordem 66 que se vê em uma importante missão para reerguer a ordem Jedi. O potencial para apresentar novas e marcantes histórias sempre esteve presente nos vídeo games e continua lá, então só nos resta torcer para a próxima grande aventura chegar logo. Bem, rumores sobre uma sequência do game já existem, então…

Jedi Fallen Order é um lembrete do potencial infinito de Star Wars nos games

E claro, não podemos nos esquecer dos livros e quadrinhos baseados na saga, que complementam e continuam o que é visto nas telas. Star Wars sempre teve dessas coisas, mostrar um personagem ou acontecimento para falar sobre isso melhor e com mais detalhes em uma publicação futura. Foi assim que várias perguntas foram respondidas, planetas ganharam nome e personagens tiveram notoriedade, e não é agora que a coisas vão parar de serem feitas desta maneira.

Os quadrinhos da Marvel iniciados em 2015 são um bom exemplo, mostrando tudo o que aconteceu nos anos que separaram Uma Nova Esperança de O Império Contra-Ataca, que só agora terá seus acontecimentos abordados em suas páginas. Em uma outra minissérie, chamada The Rise of Kylo Ren, a história entre Luke Skywalker, Ben Solo, Snoke e os Cavaleiros de Ren será contada, já sendo esperada com antecipação pelos fãs dos personagens.

Luke Skywalker e Ben Solo enfrentam os Cavaleiros de Ren nos quadrinhos

Seja como for, em que formato for, Star Wars ainda viverá por muitos anos para seus fãs, e com sorte, para sempre. Assim como a própria Força, a saga espacial pode até sumir do mapa por um tempo, mas sempre volta a despertar, maior e ainda mais poderosa do que era antes.

Nas palavras do próprio Luke Skywalker: “Nada nunca se vai realmente.”

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael