Capa da Publicação

9 vilões do Batman que ainda merecem uma chance no cinema

Por Gus Fiaux

Você já não se pegou várias vezes imaginando como seria legal, nos cinemas, ver o Batman enfrentando outro inimigo que não fosse o Coringa ou o Bane? Nos quadrinhos, o Cavaleiro das Trevas possui uma das mais vastas galerias de vilões presentes na DC Comics.

No entanto, muitos desses personagens nunca foram trazidos para as telonas. Aqui, resolvemos selecionar 9 vilões do Batman que ainda merecem brilhar no cinema! Para a lista, selecionamos antagonistas que nunca foram adaptados anteriormente, ou que apareceram pouco dentro das franquias principais do Homem-Morcego no cinema!

Imagem de capa do item

Silêncio

Não há nada que mais pese para o Batman do que o seu trágico passado. As perdas, as mortes e tudo o que aconteceu com Bruce Wayne o colocaram na jornada para se tornar o herói que é hoje. E o Silêncio é uma encarnação opressiva e assustadora de todo esse histórico.

Tommy Elliot perseguiu uma rivalidade com o Cavaleiro das Trevas por conta de algo que aconteceu quando ele e Bruce ainda eram crianças. Ele conseguiu tecer toda uma teia de segredos e conspirações, quase levando o Batman à loucura com um plano astuto e diabólico.

Imagem de capa do item

Corte das Corujas

A história do Cavaleiro das Trevas sempre esteve intimamente ligada com Gotham City. Eis que, nos quadrinhos dos Novos 52, ele descobriu uma conspiração gigantesca envolvendo uma sociedade secreta mascarada que se autointitula a Corte das Corujas.

Responsáveis por tudo que há de ruim nas ruas de Gotham, a Corte foi uma das melhores criações recentes na mitologia do herói. Nos cinemas, seria interessante explorar mais uma vez a relação de Bruce Wayne com a cidade que o criou, principalmente abordando os segredos da organização.

Imagem de capa do item

Cara-de-Barro

Por mais que não tenha tanto potencial para carregar um filme inteiro nas costas, o Cara-de-Barro é um inimigo bem interessante do Batman, que assusta justamente por sua monstruosidade e seu poder, que o torna capaz de se transformar em absolutamente qualquer coisa.

Sua instabilidade mental e a constante necessidade de se provar fariam com que ele fosse um ótimo inimigo secundário em algum filme do herói, trabalhando para deixar Bruce Wayne desestabilizado fisicamente, enquanto outro inimigo tomasse conta do duelo intelectual.

Imagem de capa do item

Pinguim

Um dos inimigos mais caricatos do herói, o Pinguim também é um dos mais espertos e perigosos. Ele representa, acima de tudo, a máfia e o poder centralizado de Gotham City. Inimigo declarado do Homem-Morcego, o vilão teve uma participação pequena, mas marcante, em The Batman.

Oswald Cobblepot usa, como maior arma, sua ambição para enfrentar o Batman. Apesar de seu recente retorno aos cinemas, seria interessante ver o Pinguim ganhar mais destaque como antagonista, trabalhando sua rivalidade com o Homem-Morcego nos cinemas de modo mais direto.

Imagem de capa do item

Morcego Humano

A completa antítese do herói, o Morcego Humano é um homem que não escolheu a vida que teve. O Dr. Kirk Langstrom acabou sendo vítima de um experimento que deu errado, e tornou-se uma fera bestial bem inspirado pela Metamorfose de Kafka.

Com toda essa dinâmica de oposição, ele daria um ótimo inimigo para Bruce Wayne, que pela primeira vez em sua vida, teria que enfrentar um inimigo que não quis se tornar um vilão - algo que inclusive colocaria a ética e a moral do Batman em xeque.

Imagem de capa do item

Espantalho

O mais interessante da relação do Batman com seus vilões é como temos um jogo de opostos. Se o Coringa representa a loucura para a lógica do herói, outros como o Duas-Caras brincam com a dualidade e a justiça. No caso do Espantalho, temos o medo intimidador levado ao extremo.

Brilhantemente adaptado em Batman Begins, o personagem ainda merece uma segunda chance no cinema, onde pode ser retratado em um ambiente mais fantástico, como o Universo Estendido da DC. Ainda queremos vê-lo deixando todos ao seu redor sob influência do gás do medo.

Imagem de capa do item

Hugo Strange

Ele pode até não representar uma ameaça física muito grande, mas Hugo Strange é um vilão que sabe lidar com toda a mentalidade do Batman, explorando os contornos mais sombrios do herói e desestabilizando-o. Foi um dos poucos que conseguiu descobrir a identidade secreta de Bruce Wayne.

Ele seria o vilão central perfeito para um filme - e caso os cinemas ainda tenham a decência de adaptar a saga de jogos Batman Arkham, verão que há potencial para colocá-lo junto com vários outros inimigos, enquanto Bruce se embrenha nas trevas do Asilo Arkham.

Imagem de capa do item

Capuz Vermelho

Por mais que não seja considerado um vilão, o Capuz Vermelho tem uma história intrigante com o Batman - que infelizmente não pode ser contada apenas em um filme. Jason Todd foi brutalmente espancado pelo Coringa, mas quando "volta à vida", ele retorna bem diferente.

Violento, impulsivo e disposto a acabar com todos os vilões que Bruce Wayne poupa, o anti-herói acabou tendo um embate ideológico com o Cavaleiro das Trevas, o que é algo bem interessante a ser explorado em um filme futuro, onde o herói e seus Robin já estejam consolidados.

Imagem de capa do item

Hera Venenosa

Por mais que Uma Thurman seja uma ótima atriz e cheia de carisma, nada consegue salvar sua participação como a Hera Venenosa de Batman & Robin - mas também não é como se alguma coisa nesse filme tivesse salvação. Ainda assim, a personagem merece uma segunda chance no cinema.

Pamela Isley é conhecida por seu amor pela flora e seus poderes de sedução. Nos cinemas, gostaríamos de vê-la como uma inimiga mais incisiva, com motivações relacionadas ao descaso do ser humano com o ambiente. E aí, quem sabe, teríamos o terreno para um filme das Sereias de Gotham City.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux