Conheça todas as tropas dos Lanternas e seus juramentos!

Capa da Publicação

Conheça todas as tropas dos Lanternas e seus juramentos!

Por Fernando Maidana
Imagem de capa do item

Espectro Emocional

Para começarmos a falar sobre a mitologia das tropas dos Lanternas precisamos entender o Espectro Emocional.

O Espectro Emocional é dividido nas sete cores do arco-íris, sendo que cada uma delas representa uma emoção.

Vermelho: Raiva

Laranja: Avareza

Amarelo: Medo

Verde: Força de Vontade

Violeta: Amor

Azul: Esperança

Índigo: Compaixão

A ausência das cores, o Preto, representa a Morte, enquanto a união de todas elas, Branco, é equivalente a vida.

Cada cor é regida por uma entidade que incorpora os aspectos das emoções e as representa fisicamente. As entidades surgiram juntamente com o início do universo.

Imagem de capa do item

Lanternas Verdes

Depois da origem do universo e do surgimento das Entidades do Espectro Emocional, os Guardiões do Universo perceberam que eram capaz de aproveitar os poderes desses seres.

Eles criaram uma arma que deveria ser movida pela Força de Vontade e a entidade Íon tornou-se a guardiã da Tropa dos Lanternas Verdes.

Os Guardiões de Oa dividiram o universo em 3601 setores espaciais e passaram a recrutar seres honestos e capazes de superar seus próprios medos para patrulhar a galáxia e proteger nossa realidade.

O Anel utilizado pelos Lanternas Verdes deve ser periodicamente carregado na Bateria Central de Oa e confere aos seus usuários as capacidades de voo, tradutor universal de idiomas, suporte interno de vida em qualquer ambiente, gerar campos de força, promover viagens temporais, invisibilidade, detector de mentiras e, a mais conhecida, a habilidade de gerar construtos sólidos de energia verde.

O juramento da equipe é:

**No dia mais claro, na noite mais densa

Nenhum mal escapará à minha presença

Todo aquele que venera o mal há de penar

Quando o poder do lanterna verde enfrentar.**

Imagem de capa do item

Tropa Sinestro

Durante muito tempo, os Lanternas Verdes foram a única Tropa a existir.

No entanto, eles deveriam seguir seu juramento à risca, caso contrário eram expulsos da corporação.

Sinestro foi um dos maiores Lanternas Verdes, no entanto sua natureza rígida e sua gigantesca sede por poder acabaram levando-o a escravizar seu próprio povo, os moradores do planeta Korugar.

Quando os Guardiões descobriram seus atos, Sinestro foi expulso e exilado no planeta Qward.

Lá, ele conheceu o poder amarelo do Medo e fundou sua própria Tropa. O símbolo da Tropa Sinestro representa o interior da boca de Parallax, a entidade que rege o medo.

Parallax surgiu quando o primeiro ser do universo sentiu medo pela primeira vez e, desde então, vem espalhando o terror através das galáxias.

A Tropa Sinestro é uma das maiores dores de cabeça para os Lanternas Verdes. Seu juramento é:

**No dia mais sombrio, na noite mais brilhante,

Sinta seus medos se tornarem uma luz cortante.

Todo aquele que o correto tentar barrar

Arderá em chamas quando o poder de Sinestro enfrentar**

Imagem de capa do item

Safiras Estrelas

As Zamaronas eram uma tribo de guerreiras e parceiras dos Guardiões do Universo, porém, quando os Guardiões abdicaram a qualquer tipo de emoção, as Zamaronas se viram obrigadas a sair de Oa e se abrigaram em um novo planeta, que chamaram de Zamaron.

No planeta, elas descobriram cristais que absorviam a energia violeta do Amor e resolveram formar um exército de guerreiras para impor o amor pela galáxia e se vingar dos homens.

A entidade das Safiras Estrelas é o Predador. Acredita-se que ele viva entre as Zamaronas, mas sua relação com a equipe não é muito esclarecida nos quadrinhos.

O Amor é um dos sentimentos que mais age sobre os integrantes de todas as tropas e, justamente por isso, é um dos poderes mais difíceis de se controlar.

Todos podem integrar as Safiras Estrelas, mas, para isso, precisam ter o coração dominado pelo amor ou ter perdido a grande paixão de sua vida. No entanto, a grande maioria dos homens não se prova digna. Assim, a Tropa das Safiras Estrelas é composta, basicamente, por mulheres.

Recentemente, o antigo Lanterna Verde, John Stewart, provou-se digno de se unir à Tropa das Safiras Estrelas.

Seu juramento é:

**Pelos corações perdidos e cheios de horror

Que na noite mais densa choram solitários de dor

Aceite nosso anel e ajude a combater o terror

E a tudo conquistar com a Luz Violeta do Amor.**

Imagem de capa do item

Lanternas Vermelhos

Antes do surgimento dos Lanternas Verdes os Guardiões do Universo criaram uma equipe chamada de Caçadores, formada por robôs de aço que vagavam o universo combatendo o mal.

No entanto, a inteligência artificial dos Caçadores evoluía sozinha e eles passaram a acreditar que o melhor modo de acabar com o mal no universo seria eliminando todos os seres vivos, já que todos estão propensos a cometer crimes.

O primeiro planeta que eles atacaram foi Ryut, no Setor 666. Depois disso, os Guardiões do Universo decidiram desativar os Caçadores.

No entanto, Atrocitus sobreviveu ao massacre em Ryut e passou a alimentar um ódio gigantesco pelos Guardiões. Ele é influenciado pela cor vermelha da *Raiva, regida pelo Açougueiro e forma sua própria Tropa de Lanternas Vermelhos, em busca de vingança.

A Raiva é o outro sentimento com maior influência sobre os seus usuários. Os membros da Tropa de Lanternas Vermelhos ficam tão cegos pela ira, que nem mesmo se lembram que são capazes de gerar construtos de energia com seus anéis.

Em vez disso, eles utilizam o próprio sangue como arma, já que, sob a influência do Açougueiro, o sangue de todos os membros dos Lanternas Vermelhos é transformado em napalm!

Seu juramento é:

**Com sangue e ira de um vermelho ardente

Arrancado à força de um cadáver ainda quente

Somado ao nosso ódio que arde infernal

Queimando a todos-- Eis o destino final!**

Imagem de capa do item

Agente Laranja

No distante planeta de Okaara, o alienígena Larfleeze acumulou uma gigantesca coleção de itens valiosos, alimento e construtos gerados a partir dos seres que ele assassinou.

Conhecido como Agente Laranja, ele é o único representante da "Tropa dos Lanternas Laranjas" e tornou-se o guardião da Bateria Laranja depois de um acordo com os Guardiões do Universo.

A luz laranja é regida pelo Ofídio, a entidade da Avareza que surgiu no universo quando o primeiro ser comeu depois que já estava saciado.

O anel laranja é capaz de drenar a energia dos anéis Verdes, Amarelos e Vermelhos.

Seu juramento é:

**Com a cobiça e avareza queimando a frente,

Aceite o anel e se junte com a gente,

Da raça mesquinha ao poder final,

De luz laranja para a noite mais densa primordial.**

Existe uma variação mais simples:

**O que é meu, é meu

E meu e meu e meu

E meu e meu e meu

E não seu!**

Imagem de capa do item

Tropa dos Lanternas Azuis

Quando Ganthet e Sayd foram exilados dos Guardiões do Universo por demonstrarem emoções, eles escaparam para o planeta Odym, onde fundaram a Tropa dos Lanternas Azuis.

Eles são seres de pura bondade movidos pelo espectro emocional da Esperança. Sua entidade é Adara, um pássaro que surgiu quando o primeiro ser clamou por misericórdia, durante uma enchente.

A Tropa dos Lanternas Azuis busca a paz por meios puros e evitando conflitos. O Anel Azul é capaz de fortalecer o Anel Verde. Além disso, na presença de um Lanterna Verde, os Lanternas Azuis podem usar um modo ofensivo.

Seu juramento é:

**No dia de horror, na noite homicida,

Com o coração aquecido minha alma Ilumina

Quando a Guerra da Luz parecer perdida,

A esperança brilha nas estrelas acima!**

Imagem de capa do item

Tribo Índigo

No planeta Nok, um grupo de violentos explorados aprisionou os moradores locais. Quando Abin Sur chegou ao planeta, ele se aliou a um nativo, Natromo, para lutar pela liberdade dos indígenas.

Nas profundezas do planeta Nok, eles conheceram os poderes da luz Índigo da Compaixão e forjaram armas para confrontar os invasores.

Depois que os conquistadores foram derrotados, Abin Sur e Natromo aprenderam a controlar o poder da luz Índigo e forjaram um anel.

Apenas depois de alguns anos a Tribo Índigo foi, de fato, formada. Abin Sur levou a prisioneira Iroque até o planeta. Iroque havia assassinado a irmã de Abin Sur, mas em vez de se vingar da criminosa, ele decidiu oferecer uma nova chance a ela. Ao usar o Anel Índigo, o coração de Iroque se encheu de compaixão e ela passou a espalhar essa força pelo universo.

Diferente das outras tropas, a Tribo Índigo utiliza cajados em vez de anéis. Eles possuem um dialeto próprio e seu juramento jamais foi traduzido. Sua entidade é o Prosélito.

**Tor lorek san, bor nakka mur,

Natromo faan tornek wot ur

Ter Lantern ker lo Abin Sur,

Taan lek lek nok-- Formorrow Sur!**

Imagem de capa do item

Tropa dos Lanternas Negros

O Livro de Oa, dos Guardiões do Universo, possuía uma antiga profecia que dizia que algum dia chegaria A Noite Mais Densa e um novo espectro de energia surgiria para dizimar o universo: a Morte.

Mão Negra era um antigo inimigo de Hal Jordan que havia matado toda sua família e cometido suicídio. Ele foi ressuscitado por Scar, um Guardião traidor, e recebeu um anel negro.

Utilizando o crânio do cadáver de Bruce Wayne, Mão Negra foi capaz de construir vários outros anéis. Ele ressuscitou os mortos e os transformou em uma espécie de zumbis, alimentando-os com a energia da morte.

Não existe uma entidade que rege a morte, até porque ela não faz parte do Espectro Emocional. No entanto, acredita-se que Mão Negra e Nekron sejam dois seres diferentes que compartilham a mesma energia da morte e Mão Negra funciona como uma espécie de Avatar de Nekron em nossa realidade.

Seu juramento diz:

**No alto dos céus A Noite Mais Densa desponta,

Enquanto a luz morre a escuridão toma conta,

Almejamos seu fim e miramos seu coração,

Pela minha mão negra os mortos se erguerão!**

Imagem de capa do item

Tropa dos Lanternas Brancos

A Tropa dos Lanternas Brancos surgiu ao final da Noite Mais Densa, quando as Sete Tropas tiveram de se unir para enfrentar a ameaça dos Lanternas Negros.

Sinestro conseguiu se unir a Entidade da Vida e se tornou o primeiro Lanterna Branco. Ele acreditava que estava destinado a ser o grande salvador do universo.

No entanto, a Entidade logo procurou Hal Jordan que, como Lanterna Branco, foi capaz de criar vários anéis que foram para alguns heróis que estavam utilizando anéis de outras cores - como o Flash e a Mulher-Maravilha - e até mesmo outros que já estavam mortos. Assim surgiu a Tropa dos Lanternas Brancos!

Infelizmente o juramente dos Lanternas Brancos nunca foi revelado nos quadrinhos.

Imagem de perfil
Fernando Maidana

Boa piada. Todos riem. Rufam os tambores. Cortinas se fecham.