Capa da Publicação

Doutor Estranho 2: Quem é a personagem que aparece na cena pós-créditos?

Por Gus Fiaux

Atenção: Alerta de Spoilers!

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura chegou pegando muitos fãs do Universo Cinematográfico da Marvel de surpresa. O filme, dirigido por Sam Raimi, aposta fundo nos elementos de terror e consegue criar uma trama bem movimentada tanto para o Doutor Estranho quanto para a Feiticeira Escarlate – mas também há espaço para participações especiais, inclusive uma muito importante na primeira cena pós-créditos.

No clímax do filme, Stephen Strange acaba se corrompendo por usar a magia do Darkhold para tentar impedir Wanda Maximoff, que está desesperada tentando se mudar para outro universo, onde poderá viver ao lado de seus filhos novamente. Na última cena do longa, ele abre um terceiro olho – assim como o Doutor Estranho Sinistro.

A primeira cena pós-créditos mostra ele caminhando na rua normalmente, quando é visitado por uma figura curiosa: uma mulher trajando roupas cor-de-rosa e com longos cabelos brancos. Seu nome é Clea, e ela surge para levar o mago para a Dimensão Sombria, dizendo que as atitudes de Strange causaram uma Incursão.

Clea é interpretada por Charlize Theron.

Quem é Cléa na Marvel?

Clea surgiu pela primeira vez em Strange Tales #126, publicada em agosto de 1964. A personagem foi criada por Stan Lee Steve Ditko para ser um interesse amoroso para o Mestre das Artes Místicas. No filme, ela é vivida por Charlize Theron (de Mad Max: Estrada da FúriaThe Old Guard).

Uma poderosa feiticeira, Clea nasceu na Dimensão Sombria, o mesmo reino de Dormammu. Na verdade, ela tem uma conexão ainda maior com essa entidade assustadora: nas HQs, ela é sobrinha dele, sendo originalmente usada pelo monstro para atrair Strange para seus domínios.

A mãe de Clea também é uma poderosa inimiga do Doutor Estranho nos quadrinhos, chamada Umar. Junto com o seu irmão, ela está sempre maquinando e procurando formas de invadir o plano terreno. Apesar disso, ela já lutou contra Dormammu algumas vezes, tentando obter o domínio da Dimensão Sombria.

Clea é sobrinha de Dormammu nas HQs. O vilão já apareceu no Universo Cinematográfico da Marvel, no primeiro filme do Doutor Estranho.

A presença de Clea pode ser um indicativo de várias mudanças vindo para o Universo Cinematográfico da Marvel. É possível que vejamos Dormammu novamente no terceiro filme, tentando se vingar de Stephen Strange graças à barganha feita pelo feiticeiro em seu primeiro longa solo.

Mais do que isso, as Incursões mencionadas pela feiticeira são eventos que vieram dos quadrinhos, onde uma Terra colide com outra no Multiverso. Isso pode resultar em dois efeitos: ou uma das Terras é destruída e a outra sai dessa colisão ilesa, ou então as duas Terras (e seus respectivos universos) são completamente aniquilados.

Esse evento levou diretamente à saga das Guerras Secretas de 2015, depois que um efeito cascata no Multiverso fez com que todas as Terras começassem a colidir entre si – até que no fim, o Doutor Destino foi capaz de segurar detritos de cada uma dessas realidades e formar seu próprio planeta, o Mundo Bélico, onde ele regia supremo.

Isso é um indício muito grande de que a saga pode ser adaptada no futuro do MCU, com direito às Incursões e várias catástrofes a caminho. Porém, se esse não for o caso, a inclusão de Clea ainda serve para introduzir mais da mitologia de Stephen Strange aos cinemas – e vale lembrar que, nas HQs mais recentes, Clea assumiu o lugar do Doutor Estranho e é a Maga Suprema da Terra-616.

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura está em cartaz nos cinemas.

Abaixo, confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux