The Last of Us: Tudo que você precisa saber sobre a série da HBO

Capa da Publicação

The Last of Us: Tudo que você precisa saber sobre a série da HBO

Por Gabriel Mattos

O lançamento de The Last of Us em 2013 causou um alvoroço inesperado na indústria de jogos. Nunca antes uma história comoveu tão profundamente o público dos vídeo games. Não se esperava uma relação tão visceral em um cenário tão desolado.

O despertar de fortes sentimentos, tanto positivos quanto negativos, alterou o jeito que o grande público enxergava a mídia e a discussão de jogos como forma de arte se reacendeu novamente.

O legado de The Last of Us pode ser sentido em todos os principais lançamentos da Sony na geração seguinte, no PlayStation 4. A caminhada de Ellie e Joel ultrapassou barreiras. Alguns argumentam que esse é o melhor jogo já feito. Não demoraria para tamanha grandiosidade transcender o mundo dos jogos. Foi assim que, em março de 2020, a HBO anunciava que The Last of Us agora seria uma série.

Ellie precisa amadurecer para sobreviver ao mundo de The Last of Us.

Mas afinal, o que sabemos sobre essa tão aguardada produção? Os detalhes são escassos, mas a gente compilou tudo que você precisa saber sobre a série da HBO.

A série vai ser boa?

Tudo indica que sim. Adaptações de games para a televisão e o cinema tem uma péssima reputação, mas The Last of Us está sendo desenvolvido pela HBO em uma parceria direta com a PlayStation.

A HBO por si só tem um histórico impecável de produções originais — entre elas Westworld, Game of Thrones e Chernobyl. O canal está sempre trabalhando com os melhores diretores e descobrindo grandes estrelas. Então parece uma aposta segura confiar que vem coisa boa por aí.

Joel é explosivo, mas tenta ser justo por Ellie

Especialmente considerando que a própria PlayStation está envolvida no projeto. Neil Druckmann está colaborando com Craig Mazin para garantir que tudo, no roteiro e na produção, está se encaixando como esperado. E se você não conhece esses nomes, deveria!

Druckmann foi o diretor criativo da franquia The Last of Us e hoje comanda todo o estúdio responsável pelos jogos — a Naughty Dog. Já Mazin escreveu uma das séries limitadas mais elogiadas da HBO, Chernobyl. Juntando um ganhador do The Game Awards com um ganhador do Emmy, o resultado deve ser nada além de espetacular.

Mazin é inclusive um fã declarado do jogo original. Ele até alterou sua foto de perfil no Twitter para uma imagem da Ellie, assim que foi confirmado na produção. É claramente um projeto pessoal feito com muito carinho. Junta-se a ele na co-produção Carolyn Strauss e Evan Wells.

Momentos tocantes irão retornar em live action

E não podíamos deixar de falar sobre a trilha sonora que tanto marcou ambos os jogos. O renomado compositor da franquia, Gustavo Santaolla, está de volta para compor novas melodias inéditas pensadas exclusivamente para a série. Se depender da equipe de produção, tem tudo para dar certo.

Mas afinal, qual é a história da série The Last of Us?

A primeira temporada de The Last of Us vai adaptar os eventos do primeiro jogo. A história acompanha Joel, um contrabandista atormentado por seu passado, em uma missão para escoltar a pequena Ellie até o Capitólio.

A garota pode ser a chave para reverter a infecção de um fungo que desencadeou um apocalipse de escala global, então Joel se esforça para mantê-la viva a todo custo. Mas ao longo da jornada, eles acabam desenvolvendo uma tocante relação de camaradagem que beira a paternidade. No final, uma decisão difícil deixou os jogadores debatendo entre si por anos até o aguardado lançamento da sequência do jogo — The Last of Us Part II.

O relacionamento entre Ellie e Joel é central em The Last of Us

Em uma entrevista ao EW, Neil Druckmann garantiu que pretende adaptar essa experiência inerente à interatividade dos videogames de um modo que faça mais sentido para uma série de televisão.

“É um desafio interessante e há muito a se aprender com isso… Craig tem algumas ideias de como adaptar (essa experiência) para a série. Tem sido intrigante trabalhar com outra mente criativa que eu admiro.”

De toda forma, não foi revelado se a primeira temporada irá adaptar o primeiro game em sua totalidade ou se veremos apenas uma parcela de sua história. Há pontos chaves no primeiro jogo que dariam um bom gancho para temporadas futuras. Ainda que apenas uma temporada tenha sido confirmada pela HBO, estender a série por múltiplos anos está nos planos da equipe criativa.

Flashbacks devem complementar a narrativa.

A série será fiel ao jogo?

No que depender dos roteiristas, a série será sim fiel aos eventos do jogo. Na verdade, o projeto está sendo encarado como uma versão definitiva da história. Muitos acontecimentos que ficaram de fora do jogo original por questão de escopo aparecerá na série.

Em uma entrevista à rádio BBC, Mazin garantiu não alterar nenhum elemento essencial a história, como grandes eventos ou a sexualidade de Ellie. Todas as mudanças estão sendo pensadas para tornar a série a versão definitiva dessa história. A ideia não é remover conteúdo, mas sim acrescentar.

“Estou escrevendo esse roteiro com o cara que fez (o jogo original), então as mudanças que estamos fazendo são pensadas para preencher as lacunas e expandir. Nunca desfazer, mas sim aperfeiçoar.” 

Para preencher essas lacunas, os produtores poderão recorrer a outras fontes oficiais da franquia, como a graphic novel Sonhos Americanos e a expansão Left Behind.

Passado dos novos personagens pode ser melhor explorado

Cenas vistas apenas na sequência do jogo, o controverso The Last of Us Part II, podem ser adiantadas para acarretar em uma série mais coesa. Podemos acabar conhecendo personagens super importantes bem mais cedo do que o esperado e Druckmann já deixou pistas que isso deve ocorrer.

Ao comentar uma publicação sobre o Dia Internacional da Mulher feita pela HBO, o produtor celebrou que mais personagens femininas de peso vão se juntar ao canal com a chegada de The Last of Us. Entre as personagens confirmadas temos Riley, Tess, Marlene e Maria.

Um nome foi censurado, como era de costume antes do lançamento da Part II, mas hoje sabemos que essa personagem é Abby — a grande rival de Ellie cuja história começa na primeira parte de The Last of Us. Assim, pode se esperar sua aparição muito em breve na série, mas ainda não sabemos quem poderá interpretá-la na televisão.

Pedro Pascal será o Joel

Quem será Joel e Ellie na série?

Por enquanto, apenas dois nomes do elenco da série The Last of Us foram confirmados. Joel Miller será vivido por Pedro Pascal, enquanto a jovem Ellie será interpretada pela Bella Ramsey. Ambos tiveram papéis de destaque em Game of Thrones, mas é a primeira vez que vão interagir em cena.

Pedro apareceu na quarta temporada do programa como o carismático Oberyn Martell, um ponto de virada em sua carreira. Depois ele acabou interpretando diversos “pais” famosos da cultura pop, como Maxwell Lord em Mulher-Maravilha 1984, Marcus Moreno em Pequenos Grandes Heróis.

Mas ele acabou ficando mais conhecido pelo lendário Din Djarin, paizão do bebê Yoda em The Mandalorian.

Com tamanha experiência em bancar a figura paterna, Pedro é a pessoa ideal para explorar as nuances da vivência de Joel redescobrindo a paternidade enquanto viaja com Ellie.

Bella Ramsey será a Ellie.

Já o currículo de Bella é bem mais modesto. Depois de encantar a todos a partir da sexta temporada de Game of Thrones como a imponente Lyanna Mormont, Bella retornou como protagonista da animação Hilda na Netflix e também na série His Dark Materials, da própria HBO.

A garota evoca uma natureza frágil e gentil, mas em cena ela pode se transformar em um verdadeiro furacão — como a própria Ellie no primeiro jogo. Será interessante acompanhar seu crescimento junto da personagem.

Quando a série vai ser lançada?

Infelizmente, a série The Last of Us ainda não tem previsão de estreia. O desenvolvimento já começou. Na entrevista à rádio BBC, Mazin confirmou que o primeiro ciclo da série já estava escrito. E isso foi em meados de 2020.

Prepare-se para ter seu coração destruído mais uma vez com a série The Last of Us.

As filmagens devem começar muito em breve. A HBO já contratou até mesmo um diretor para o primeiro episódio da temporada: o russo Kantemir Balagov, mais conhecido por dramas indies de seu país de origem.

Espera-se que a estreia aconteça no final desse ano ou até a primeira metade de 2022. Isso porque a HBO está focada em divulgar House of the Dragon, a série derivada de Game of Thrones que estreia ano que vem.

The Last of Us vai estrear no canal HBO, mas também chegará ao serviço de streaming HBO Max — que lança no Brasil em junho.

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Redator que joga mais Switch do que deveria e já leu todo o novo cânone de Star Wars, até os livros ruins. • @gabeverse