Peaky Blinders: Quem foi Thomas Shelby na vida real?

Capa da Publicação

Peaky Blinders: Quem foi Thomas Shelby na vida real?

Por Arthur Eloi

Quem assiste Peaky Blinders provavelmente já se perguntou qual a precisão histórica de sua trama principal. Enquanto muitos já ouviram falar que existiu de fato uma gangue muito parecida com a vista no programa, outros querem saber quem foi o homem que inspirou o protagonista Thomas Shelby, vivido por Cillian Murphy.

Na vida real, Peaky Blinders era uma gangue muito menos organizada que a versão da série, e se tratava de um grupo de força considerável, que existiu durante o final do século XIX até o início do século XX. Eles operavam em Birmingham, na Inglaterra, um dos palcos da Revolução Industrial e que ficou marcada por sua desigualdade social aguda.

Os Peaky Blinders passaram a se organizar em grupos para cometer pequenos delitos, como furtos, assaltos e agressões. Há discussões envolvendo a origem do nome: uma teoria, que serviu de inspiração para a série, é de que a gangue escondia navalhas em seus chapéus, mas isso é altamente contestado. A especulação mais aceita diz respeito à aparência dos criminosos, que sempre usavam uma boina (“Peaky” é uma expressão geral para chapéus, enquanto “Blinder” é uma gíria inglesa para elogiar a aparência de alguém).

Eventualmente, os Peaky Blinders tentaram se fortalecer no crime organizado. O grupo já tinha números expressivos, e certo controle da periferia de Birmingham. Ao tentar entrar no mundo das apostas, porém, chamaram a atenção dos Birmingham Boys, uma gangue maior e mais agressiva, que os expulsou para o interior, onde ficaram até o seu eventual fim por volta de 1910.

Thomas Shelby, de Peaky Blinders, e Thomas Gilber

Thomas Gilber (dir.) provavelmente inspirou o nome do protagonista de Peaky Blinders

Quem foi Thomas Shelby na vida real?

A verdade é que nunca existiu um Thomas Shelby na vida real, mas isso não quer dizer que o personagem surgiu do nada. Shelby é uma espécie de amálgama de vários criminosos, tendo seu nome sido inspirado por Thomas Gilber, que supostamente foi o líder dos Peaky Blinders. Outra inspiração para o personagem foi o fato de que muitos dos membros da facção serviram na Primeira Guerra Mundial, que se iniciou quando a gangue já tinha deixado de existir.

No entanto, a personalidade calculista e estrategista de Thomas Shelby é única, criada apenas para a série de TV, que usa o contexto, a ambientação e as gangues da época para dar maior credibilidade à sua história fictícia. Thomas Shelby pode não ter existido de verdade, mas ele com certeza existe como um dos mais intrigantes personagens da televisão.

Peaky Blinders está disponível para streaming na Netflix.

Fique com:

 

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117