Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa – Marisa Tomei queria que Tia May tivesse uma namorada

Capa da Publicação

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa – Marisa Tomei queria que Tia May tivesse uma namorada

Por Gabriel Mattos

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa cimenta de vez a importância da Tia May na trilogia do Tom Holland. Interpretada por Marisa Tomei, esta foi a versão mais jovem e moderna da personagem nos cinemas, o que evitou que fosse confundida com a avó do herói. Mas se dependesse da atriz, ela seria ainda mais diferente nos cinemas — afinal, Marisa Tomei queria que a nova Tia May fosse LGBTQ+.

Em uma entrevista ao canal Geeks of Color, Tomei foi perguntada sobre a relação de sua personagem com Happy Hogan, interpretado por Jon Fraveau (showrunner de The Mandalorian). Depois de elogiar o trabalho de seu colega de elenco, a atriz confessou que não vê uma química romântica entre os personagens e enxergava que a Tia May combinaria melhor namorando uma mulher.

“Em certo ponto, isso foi antes mesmo da ideia do Happy aparecer, houve um momento onde eu senti que a May talvez devesse estar com uma mulher,” explica Tomei, “Porque o Ben se foi e com quem ela deveria estar, e a gente estava meio que conversando sobre isso.”

Tia May aparece vestindo cores da bandeira bissexual em cena do novo filme

Mas não seria também qualquer mulher. Segundo a atriz, para tornar o momento ainda mais emblemático, ela gostaria que a namorada da Tia May fosse a própria Amy Pascal, a produtora executiva que supervisiona todos os filmes relacionados ao Homem-Aranha e seus vilões na Sony.

“E então eu na real queria muito que a Amy Pascal, da Sony, fosse a minha namorada. Eu estava tipo, ‘Ninguém nem precisa saber [quem é a] Amy. Eu vou só estar em cena e você vai estar em canto e eu falaria algo tipo Oie‘, e vai ser uma coisa bem sutil.”

A ideia de trazer profissionais da parte técnica para pequenas pontas de representatividade não é nova. Em Vingadores: Ultimato, foi a vez do co-diretor Joe Russo aparecer em uma breve cena como um homem LGBTQ+ que perdeu o marido no blip. Esta é uma forma sutil que os produtores encontraram de demonstrar respeito a esta parcela do público sem se comprometer com investidores mais conservadores.

Mas o que você achou da ideia de uma Tia May bi ou pansexual? Não deixe de comentar!

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Editor, repórter correspondente de Wakanda, caçando Pokémon por onde eu vou! Sempre nas lives da Legião! • @gabeverse